Praça Vereador José Vieira de Lima

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Praça Vereador José Vieira de Lima está localizada entre as Ruas Agronomando Rangel, José Rangel de Araújo e Padre Antônio Correia de Sá, nome urbano da Rodovia Estadual CE-168, no Centro da cidade de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem da Praça Vereador José Vieira de Lima, em 2011.

Estando localizada no Centro comercial da cidade, essa praça é classificada como jardim e possui uma grande circulação de pessoas.

A BASE LEGAL DE SUA NOMENCLATURA:

Essa praça, na gestão do Prefeito Cícero Carneiro Filho, que ficou conhecido pelo apelido de Cordeiro, através da lei nº 80, do dia 28 de maio de 1966, recebeu a denominação do Capitão José Ribeiro e Silva.
Pouco tempo depois, na administração do Prefeito José Vieira Filho, que ficou conhecido pelo apelido de Mazinho, através da lei nº 127, do dia 18 de abril de 1969, essa praça recebeu a denominação do Vereador José Vieira de Lima sem a revogação da legislação que determinava a nomenclatura anterior.

A HISTÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO.

Esse logradouro possui uma localização privilegiada, pois em sua proximidade, atualmente, estão à Escola de Ensino Fundamental Padre Antônio Correia de Sá, à Associação Atlética Boa-viagense e uma agência do Bradesco.

Imagem da Praça Vereador José Vieira de Lima por volta de 1970.

Durante toda a sua existência essa praça passou por apenas duas grandes reformas, tendo a sua aparência completamente modificada.
Ela foi construída por volta de 1966, na curta gestão do Prefeito Cícero Carneiro Filho, quando recebeu a sua primeira denominação, que foi projeto do Vereador Antônio Tupinambá de Araújo:

“Artigo 1º. Fica denominada de Praça Capitão José Ribeiro e Silva a praça localizada entre o prédio recentemente construído, o Grupo Escolar Padre Antônio Correia de Sá, e o quarteirão de propriedade dos herdeiros de Pedro Ribeiro, nesta cidade.”

Nessa época, sem muitos recursos financeiros, o Governo Municipal deu-lhe um desenho bem simples, não possuía bancos ou iluminação, o seu piso era de paralelepípedo rejuntado com areia e cimento e tinha espaços reservados onde recebia um acanhado jardim.

Imagem da Praça Vereador José Vieira de Lima por volta de 1970.

Curiosamente, não sabemos se por descuido ou de propósito, na administração do Prefeito José Vieira Filho, projeto do Vereador Samuel Alves da Silva, essa praça teve a sua denominação alterada para Vereador José Vieira de Lima sem a revogação da lei que determinava à nomenclatura anterior:

“Artigo 1º. Fica denominada de Praça Vereador José Vieira de Lima a área do imóvel pertencente a municipalidade, localizada defronte ao Grupo Estadual Padre Antônio Correia de Sá, entre as Ruas José Rangel de Araújo e Agronomando Rangel.”

Essa repentina alteração, que foi imposta pelo Governo Municipal, causou um forte descontentamento entre os membros da Família Ribeiro, que durante muitos anos residiram das imediações dessa praça e justificaram essa mudança por conta da simpatia que os seus ancestrais tinham com a “Oligarquia Araújo”, facção inimiga política da “Oligarquia dos Paraibanos”.

Imagem da Praça Vereador José Vieira de Lima, em 1980.

Imagem da Praça Vereador José Vieira de Lima, em 1980.

A primeira reforma dessa praça aconteceu por volta de 1975, quando o Governo Municipal, na administração do Prefeito Dr. Francisco Vieira Carneiro, que ficou conhecido como Major Carneiro, decidiu doar parte de sua área para a construção da agência do BEC, o Banco do Estado do Ceará:

“Artigo 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a doar ao Banco do Estado do Ceará S.A., uma área de aproximadamente 142 m², que faz parte de um terreno de propriedade do Município na área urbana da cidade.”

Pouco tempo depois da construção dessa agência bancária uma nova e pomposa praça foi edificada, tendo a sua solenidade de inauguração ocorrido no dia 22 de março de 1976 e contando com a presença de um bom número de pessoas.
Nessa época ela possuía dois níveis, com dois ambientes bem distintos: o primeiro, que era o mais alto, vizinho à Rua Padre Antônio Correia de Sá, era reservado para o televisor, um belo jardim e tinha uma grande quantidade de bancos de cimento sem encosto, que era destinado aos telespectadores; no segundo pavimento, o mais delicado, além dos bancos de cimento, também possuía um jardim e uma bela fonte luminosa, que todas as noites fazia a festa da garotada.
O piso dessa praça era de cimento, não havia revestimento cerâmico, tinha uma excelente arborização e já contava com o Busto do Vereador José Vieira de Lima.
A segunda reforma, que foi mais radical, acontecida no segundo semestre de 1996, na gestão do Prefeito Antônio Argeu Nunes Vieira, o Governo Municipal decidiu demolir a antiga praça e dar-lhe um novo desenho.
Nessa reforma a praça passou a ter apenas um nível, recebendo um nova iluminação, os bancos passaram a ser em madeira e ferro, o piso passou a ser em pedra portuguesa e foi caracterizada com o logotipo da administração dessa época.

Imagem da logomarca da administração “Passando a Limpo”.

Atualmente, essa praça também é bastante utilizada em períodos de campanha eleitoral como ponto de concentração de agremiações partidárias, que costumam produzir bastante sujeira.

OS PROBLEMAS ENFRENTADOS POR ESSA PRAÇA:

Para quem não sabe, antes de utilizar esse equipamento público, faz-se necessário procurar o Governo Municipal e seguir as orientações e as normas que estão contidas no Código de Posturas do Município, a lei nº 414, de 14 de dezembro de 1984.
Mesmo com a existência dessa regra de conduta percebemos uma série de irregularidades que são cometidas diariamente, o que torna esse belo espaço público em mais um local privado para o usufruto de alguns comerciantes. Entre esses problemas produzidos numeramos os seguintes:

  1. Ausência de alvará sanitário de alguns comércios;
  2. Ausência de alvará de funcionamento de alguns comércios;
  3. Veículos estacionados ocupando de forma irregular a via pública;
  4. Obstrução das calçadas como espaço privado;
  5. Produção de sujeira.

Além de tudo isso, não podemos deixar de mencionar a significativa perda de arrecadação financeira para os cofres públicos e o nítido favorecimento da atividade comercial irregular pelo Governo Municipal.

AS SUAS CARACTERÍSTICAS:

Acessibilidade: Sim.
Administração: Governo Municipal.
Água: Sim.
Altitude: 287 mts.
Área: 870 m².
Coordenadas: (S) 05º 07′ 43.7″ (W) 039º 43′ 55.5″.
Classificação: Praça jardim.
Iluminação: Sim.
Informações: 88.3427-1132.
Pavimento: Pedra portuguesa (Preta e Branca).
Responsável: Secretaria da Infraestrutura.
Tipo: Pública.
Vigilância: Sim.

25 ideias sobre “Praça Vereador José Vieira de Lima

  1. Pingback: José Vieira de Lima | História de Boa Viagem

  2. Pingback: PRAÇAS | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Rua Agronomando Rangel | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Bairro Centro | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Escola de Ensino Fundamental Pe. Antônio Correia de Sá | História de Boa Viagem

  6. Pingback: Bradesco | História de Boa Viagem

  7. Pingback: TURISMO | História de Boa Viagem

  8. Pingback: Alfredo Pereira Lima | História de Boa Viagem

  9. Pingback: José Ribeiro e Silva | História de Boa Viagem

  10. Pingback: Associação Atlética Boa-viagense | História de Boa Viagem

  11. Pingback: Francisco Alves Facundo | História de Boa Viagem

  12. Pingback: Cícero Carneiro Filho | História de Boa Viagem

  13. Pingback: João Inácio de Sousa | História de Boa Viagem

  14. Pingback: José Jôfre da Silva | História de Boa Viagem

  15. Pingback: José Martins da Silva | História de Boa Viagem

  16. Pingback: José Airto Vieira Lima | História de Boa Viagem

  17. Pingback: Benjamim Alves da Silva | História de Boa Viagem

  18. Pingback: Raimundo Chagas de Mesquita | História de Boa Viagem

  19. Pingback: Deodato José Ramalho | História de Boa Viagem

  20. Pingback: O Busto do Vereador José Vieira de Lima | História de Boa Viagem

  21. Pingback: Jacob Angelim de Sousa | História de Boa Viagem

  22. Pingback: Sebastião de Sousa Santiago | História de Boa Viagem

  23. Pingback: Francisco Joel Lima e Silva | História de Boa Viagem

  24. Pingback: Rádio Líder | História de Boa Viagem

  25. Pingback: Rua José Rangel de Araújo | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta