Alfredo Pereira Lima

Alfredo Pereira LimaAlfredo Pereira Lima nasceu no dia 4 de setembro de 1923 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de  Francisco Pereira de Lima e de Maria Apolinária.
No dia 10 de dezembro de 1949, segundo informações existentes no livro B-12, pertencente a Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, tombo nº 127, página 83, na localidade de Jantar, diante do Pe. Francisco Clineu Ferreira, contraiu matrimônio religioso com Elvira Francisca de Oliveira Lima, que era nascida no dia 17 de março de 1918, sendo filha de Theóphfilo da Costa Oliveira com Francisca Juliana da Conceição.
Nesse mesmo dia, de acordo com as informações existentes no livro B-13, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 1.768, folha nº 41, confirmou os seus votos em uma cerimônia civil.
Embora residindo em uma localidade rural denominada de “Fazenda Cruz”, o seu matrimônio foi celebrado na “Fazenda Triunfo”, propriedade de seu sogro, pelo Dr. Moacir Bastos, tendo como testemunhas Walkmar Brasil Santos e Alfredo Inácio de Sousa.
Desse matrimônio foram gerados quatro filhos, três homens e uma mulher, sendo eles: Antônio de Oliveira Lima, Odernes Pereira Lima, Ozanira Pereira Lima e Onésimo Pereira Lima.
Residiu durante muitos anos com a sua família na Rua Agronomando Rangel, nº 233, no Centro da cidade de Boa Viagem, próximo da Praça Vereador José Vieira de Lima, local onde costumava reunir amigos para agradáveis conversas.

Imagem da residência de Alfredo Pereira Lima.

No dia 9 de janeiro de 1988, juntamente com a sua esposa, foi surpreendido com a notícia do trágico acidente e do falecimento de um dos seus filhos, Antônio de Oliveira Lima, quando vinha do Balneário Delfino de Alencar Araújo.
Pouco tempo depois, no dia 28 de agosto de 1991, juntamente com os seus familiares, partilhou da dor da perda de sua querida esposa, companheira de matrimônio por quarenta e dois anos.
De acordo com as informações existentes no livro C-06, pertencente ao Cartório Geraldina, tombo nº 5.065, folha nº 300, faleceu por conta de um infarto, na cidade Boa Viagem, aos 84 anos de idade, no dia 9 de novembro de 2007.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado no mausoléu da família existente no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro.

Mausoléu da família Costa Oliveira, em 2013.

Imagem do mausoléu da Família Costa Oliveira, em 2013.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, através da lei nº 985, de 19 de dezembro de 2007, uma das ruas do Bairro Alto da Queiroz, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.