Adelmo Rodrigues Freitas

adelmo-rodriguesAdelmo Rodrigues Freitas nasceu no dia 4 de maio de 1978 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Francisco Justa de Freitas e de Maria Ivanilda Rodrigues Freitas.
Os seus avós paternos se chamavam João José de Freitas e Joaquina Justa de Freitas, já os maternos eram João Pereira Rodrigues e Hercília de Oliveira Dias.
Deu início a sua vida estudantil em uma das turmas da Escola de Ensino Fundamental Padre Antônio Correia de Sá, onde concluiu o Ensino Fundamental.
Depois disso, foi matriculado pelos seus pais na Escola de Ensino Médio Dom Terceiro, onde concluiu o curso de Técnico em Contabilidade.
Nos primeiros anos da década de 1990, com os incentivos do experiente Radialista Francisco Erialdo Rodrigues Costa, passou a integrar a equipe esportiva da Rádio Asa Branca, AM 710, aonde passou algum tempo sendo um de seus repórteres, estando filiado no quadro de sócios do Sindicato dos Radialistas e Publicitários do Estado do Ceará através da matrícula nº 5.873.
Depois disso, passou a compor os quadros funcionais da Rádio Liberdade, AM 1.310, onde chegou a ser, durante muito tempo, o ancora do programa “Liberdade A Voz do Povo” em substituição ao experiente Radialista Carlos Alberto Salvador.
Nesse mesmo período, conseguiu construir uma sólida amizade com o Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, passando a ser um de seus principais assessores.

Imagem da solenidade alusiva às festividades que comemoraram os 500 anos do Brasil.

Imagem da solenidade alusiva às festividades que comemoraram os 500 anos do Brasil.

Nesse tempo, no dia 24 de maio de 2003, contraiu matrimônio religioso com Maria Cristiane André de Sales, que é nascida no dia 13 de julho de 1989, sendo filha de Francisco Edmar de Sales e de Consuêlo André de Sales, conforme informações existentes no livro 5 de Escrituras Diversas do Cartório Geraldina, 1º translado, folha 196, registrado no dia 28 de fevereiro de 2014, quando passou a conviver em união estável perante o Estado.
Dessa união foram gerados três filhos, todos homens, sendo eles: Paulo Adelmo de Sales Rodrigues, Pedro Adelmo de Sales Rodrigues e Pietro Adelmo de Sales Rodrigues.
Entre 2003 e 2005 participou como colunista do jornal Folha de Boa Viagem, um periódico de baixa tiragem e de distribuição gratuita que circulava semestralmente e era de responsabilidade do Jornalista Manoel Lima.
Na disputa eleitoral que ocorreu no dia 3 de outubro de 2004, embora não tenha sido candidato, o seu nome, de sua família e o de sua empresa, denominada de Marketing Estratégico, foi utilizada pela coligação do ex-Prefeito José Vieira Filho como pivô de um escândalo de corrupção.

Material de campanha.

Imagem do material de campanha de José Vieira Filho.

No dia 14 de agosto de 2007, pela UVA, a Universidade Estadual Vale do Acaraú, depois de alguns anos de estudo, conseguiu concluir o curso de Licenciatura Plena em Pedagogia.
Nessa mesma época, por um breve período, passou a lecionar e assumiu à coordenação pedagógica do Colégio Melo Cavalcante.
Algum tempo antes disso, logo após a prematura morte do Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, passou a ser um dos assessores políticos de Antônio Argeu Nunes Vieira, ex-prefeito do Município de Boa Viagem, conseguindo acesso direto ao deputado estadual e depois vice-governador do Estado do Ceará, Dr. Domingos Gomes de Aguiar Filho.
Nesse período, continuando a sua vida de jornalista, assumiu a gerencia da Rádio Líder, FM 90,7, que estava integrada ao Sistema Inhamuns de Comunicação, de propriedade do grupo político do Dr. Domingos Filho.
Entre 2009 e 2012, sendo contratado pelo CENTEC, o Instituto Centro de Ensino Tecnológico do Ceará, atuou como coordenador do Centro Vocacional Tecnológico Dr. César Cals de Oliveira Filho ao substituir o Prof. Francisco Gilberto Nogueira de Brito.
Nessa mesma época, por um breve período, lecionou a disciplina de biologia na Escola Estadual de Educação Profissional Venceslau Vieira Batista.
No pleito eleitoral acontecido no dia 7 de outubro de 2012, estando filiado nos quadros políticos do DEM, sigla do partido Democratas, concorreu por uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores com a legenda nº 25.000, recebendo a confiança de 1.056 votos, estando entre os onze candidatos a vereador de maior votação dessa eleição.

Imagem do seu material de campanha.

Imagem do seu material de campanha.

Em sua primeira legislatura como edil foi escolhido para compor a chapa e depois conseguiu ser eleito como vice-presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Boa Viagem:

“Na manhã desta terça-feira, dia 02 de setembro, às 11h, o Governador Cid Ferreira Gomes foi recepcionado pelo Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef e a sua Vice-prefeita Maria Conceição, a presidente da Câmara, Vereadora Maria Alzira e o seu vice-presidente, Vereador Adelmo Rodrigues, Liduína Teixeira, chefe de gabinete, e demais secretários, vereadores, e o diretor da escola, Sr. Ivanildo Alves, lideranças políticas de Boa Viagem e região, além de uma multidão que agradeceu ao gestor estadual pela importante obra.” (ESPERANÇA FM, 2012: Cid Gomes inaugurou a Escola Profissional de Boa Viagem. Disponível em http://www.esperancafmdeboaviagem.com.br/cid-gomes-inaugurou-a-escola-profissional-de-boa-viagem-nesta-terca-02/. Acesso em 14 de outubro de 2016)

No dia 26 de maio de 2014, depois de algum tempo de estudos, por meio do INTA, o Instituto Superior de Teologia Aplicada, recebeu certificação reconhecendo o titulo de especialista em Psicopedagogia Institucional.
Pouco tempo depois, no dia 13 de agosto de 2015, conforme o Decreto nº 476, depois de aprovado em um concurso público que foi promovido pela Prefeitura de Boa Viagem, foi convocado para assumir a função de coordenador pedagógico, sendo lotado na Escola de Ensino Fundamental Padre Antônio Correia de Sá.

Imagem de seu material de campanha.

Imagem de seu material de campanha.

Na eleição seguinte, que ocorreu no dia 2 de outubro de 2016, ainda militando nos quadros políticos do DEM, concorreu a sua reeleição com a mesma legenda do pleito anterior, conseguindo receber dessa vez 1.462 votos, sendo a sétima maior votação entre os vereadores dessa disputa.
Nos primeiros meses de sua segunda legislatura, fazendo parte do bloco de oposição ao governo da Prefeita Aline Cavalcante Vieira, sem nenhuma justificativa aparente, foi transferido do exercício de sua função de Coordenador Pedagógico da Escola de Ensino Fundamental Pe. Antônio Correia de Sá para uma escola distante 22 quilômetros da cidade de Boa Viagem, atitude que ficou caracterizada como assédio moral, pois visava prejudicar o seu mandato e o forçar a perder os seus direitos trabalhistas, pois ainda se encontrava no estágio probatório.
Diante desse fato, recorrendo ao ministério público, ganhou na justiça o direito de retornar para o seu posto de trabalho de origem, imprimindo uma fragorosa derrota para gestora e forçando à produção da lei nº 1.312, do dia 23 de março de 2017, que alterou o artigo 90 da lei nº 966, de 2 de julho de 2007.

“Parágrafo único: O servidor público municipal investido no mandato de vereador, nos dias de sessão ordinária ou extraordinária, bem como nos dias de reunião das comissões técnicas permanentes ou especiais, terá suas faltas justificadas, sem qualquer prejuízo de ordem administrativa, funcional ou financeira.”

Na Câmara de Vereadores, mesmo fazendo parte de uma minoria, se colocou contra os projetos por ele considerados absurdos que eram encaminhados pelo gabinete da prefeita, sendo inclusive excluído das comissões permanentes no primeiro biênio pelo presidente da mesa diretora, o Vereador Antônio Alves Barbosa Júnior.
Entre esses projetos destacamos a do sacrifício de animais de rua, que não apresentou a forma de apreensão, manejo, adoção e sacrifício desses animais, principalmente cães e gatos, algo que gerou grande polêmica na sociedade, sendo inclusive acionada a presença de representantes de sociedades de defesa dos animais, que não foram ouvidos pelos vereadores da base aliada da prefeita.

“Uma nova polêmica volta a dividir opiniões de moradores da pacata cidade, uma lei que recolhe animais de ruas para um abrigo, para evitar acidentes nas ruas e danos ao patrimônio publico. Durante a sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 19, uma intensa discussão entre vereadores da base de oposição foi registrada pelo publico presente, vereadores estiveram hoje votando o projeto de lei nº 032/2017, que altera a redação da lei nº 414 de 1984, na qual institui o código de postura do Município de Boa Viagem. De acordo com o parlamentar Adelmo Rodrigues – principal figura de oposição, o projeto de lei põe em risco a criação de animais como cachorros e gatos, o parlamentar questionou os demais vereadores os motivos pelos quais a prefeitura irá sacrificar animais que forem apreendidos, sendo respondido logo em seguida pelo vereador Arnaldo Cavalcante que leu o parágrafo 3 do artigo 1, que diz que o animal cuja apreensão seja impossível e perigosa ou o seu comportamento possa oferecer risco a saúde individual ou coletiva poderá após um atestado de um médico veterinário, ser sacrificado. Outros parlamentares de pronunciaram contra a medida, questionando valores a serem cobrados como multa pela apreensão do animal e a destinação de animais de raça. O debate ficou acalourado, porém, o projeto de lei seguiu para ser votado e acabou sendo aprovado pela maioria, com a ausência do Vereador Jardel Fernandes, o grupo de oposição encabeçado pelos vereadores Adelmo Rodrigues, Anchieta, Vera, Clícia, Jovino e Nete Facundo acabou ficando sem maioria. (SERTNEWS, 2018: Sacrifício de animais de rua vira debate polêmico na Câmara Municipal de Boa Viagem nesta terça. Disponível em http://sertnews.com.br/artigo/sacrificio-de-animais-de-rua-vira-debate-polemico-na-camara-municipal-de-boa-viagem-nesta-terca20170919134732.html. Acesso  no dia 8 de janeiro de 2018)

No dia 2 de abril de 2019, na tribuna da Câmara Municipal de Vereadores, em um ato de coragem, revelou aos presentes que a Prefeita Aline Cavalcante Vieira fez um pacto com agiotas no intuito de ganhar o pleito eleitoral de 2016, fato perceptível ao povo, que enfrenta grande dificuldade em receber os serviços básicos que deveriam ser prestados pela Prefeitura de Boa Viagem.

“Uma situação que envolve um suposto caso de descontrole financeiro da gestão pública pode estar trazendo sérios problemas para a cidade de Boa Viagem, que teve o caso levado à conhecimento público pelo Vereador Adelmo Rodrigues. O vereador acusa a Prefeita Aline Vieira por fazer um pacto com agiotas para vencer com folga as eleições de 2016, esse pacto vem fazendo com que Aline não honre seus compromissos à frente do executivo com serviços básicos e essenciais para o Município. Com omissão para com serviços básicos de saúde, infraestrutura e educação, a prefeita faz uso do executivo somente para honrar seus compromissos com agiotas, deixando a população sem a devida assistência, disse o Vereador Adelmo Rodrigues.” (FOLHA DO SERTÃO, 2019. Disponível em http://folhadosertaoce.com.br/boa-viagem-vereador-acusa-prefeita-por-pacto-com-agiotagem-para-vencer-as-eleicoes-e-assumir-a-prefeitura/?fbclid=IwAR1y2UhF9s37qOcUqW-lWWEVvQhJQvNPy_kJW60Z6fojk5W_Npgxmxjo3pw. Acesso no dia 3 de abril de 2019)

BIBLIOGRAFIA:

  1. ESPERANÇA FM. Cid Gomes inaugurou a Escola Profissional de Boa Viagem. Disponível em http://www.esperancafmdeboaviagem.com.br/cid-gomes-inaugurou-a-escola-profissional-de-boa-viagem-nesta-terca-02/. Acesso em 14 de outubro de 2016.
  2. FOLHA DO SERTÃO. Vereador acusa prefeita por pacto com agiotagem para vencer as eleições e assumir a prefeitura. Disponível em http://folhadosertaoce.com.br/boa-viagem-vereador-acusa-prefeita-por-pacto-com-agiotagem-para-vencer-as-eleicoes-e-assumir-a-prefeitura/?fbclid=IwAR1y2UhF9s37qOcUqW-lWWEVvQhJQvNPy_kJW60Z6fojk5W_Npgxmxjo3pw. Acesso no dia 3 de abril de 2019.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  4. SERTNEWS. Sacrifício de animais de rua vira debate polêmico na Câmara Municipal de Boa Viagem nesta terça. Disponível em http://sertnews.com.br/artigo/sacrificio-de-animais-de-rua-vira-debate-polemico-na-camara-municipal-de-boa-viagem-nesta-terca20170919134732.html. Acesso  no dia 8 de janeiro de 2018.