Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto é uma praça esportiva que está localizada na Rua Maria de Nazaré Bezerra, nº 258, esquina com a Rua Otacílio Xavier da Silva e a Rua Maria do Carmo Amaro, no Bairro Vila Holanda, na cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem do Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto em 2012.

Imagem do Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, em 2012.

Esse equipamento público, pertencente ao Governo Municipal, é gerenciado pela Secretaria do Esporte e da Juventude e é conhecido na cidade como “Estádio Serjão”, ele foi batizado também pelo Radialista Edson Braga do Nascimento como “O Colosso da Vila Holanda” e muitas vezes é chamado de “O Gigante da Vila Holanda”.
O Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto é considerado como um dos melhores do interior cearense e, quando necessário, é utilizado pelos times da 1ª divisão do campeonato estadual de futebol nas partidas válidas pelo torneio.

A BASE LEGAL DE SUA NOMENCLATURA:

O Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto teve a sua nomenclatura regulamentada na gestão do Prefeito Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto através da lei nº 586, de 19 de outubro de 1993.

A SUA CONSTRUÇÃO E FINALIDADE:

Durante muitos anos os boa-viagenses sofreram com a grande necessidade de um espaço que service de campo de futebol e que fosse apto para receber as delegações envolvidas nas disputas de jogos amadores com a seleção local.

Imagem do CRB, uma das primeiras agremiações esportivas a representar o Município de Boa Viagem.

Imagem do CRB, uma das primeiras agremiações esportivas a representar o Município de Boa Viagem.

Durante algum tempo, já na década de 60, o campo da cidade de Boa Viagem era localizado nas proximidades do Cemitério Parque da Saudade, que está localizado no Centro, e devido a especulação imobiliária logo se tornou inviável manter um grande espaço com esse tipo de utilização, tendo em vista que nem todo mundo quer ser vizinho de um equipamento público desse gênero.
Já na década de 1970, aproveitado o maquinário que trabalhava nas obras de pavimentação da Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, e influenciado por vários amantes dessa prática esportiva, entre eles o Carteiro José Assef Fares e um dos servidores do DNER, Departamento Nacional de Estradas e Rodagens, o Sr. Francisco Braga do Nascimento, o Sr. Juraci Rocha Bezerra cedeu uma pequena propriedade onde foi feito o serviço de terraplanagem e a marcação de um campo de futebol.

Imagem do Estádio Municipal Beija-flor em 1983.

Imagem do Estádio Municipal Beija-flor, em 1983.

Pouco tempo depois o Governo Municipal, já na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva, comprou a ideia e resolveu isolar o campo de futebol erguendo um enorme muro e dando o nome de Estádio Municipal Beija-Flor, tendo em vista que naquele local era comum encontrarmos essa pequena ave:

“Esse estádio, a princípio denominado denominado de ‘Estádio Beija-Flor’ teve suas muralhas construídas na primeira gestão do Sr. Benjamim Alves da Silva, sendo em campo de terra.” (NASCIMENTO, 2002: p. 208)

Durante anos esse estádio, mesmo sem ter a sua nomenclatura oficializada pela Câmara Municipal, ficou conhecido em todo o Estado do Ceará por essa denominação e rotineiramente recebia os jogos do Torneio Intermunicipal, que eram organizados pela APCDEC, Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará.
Nesse tempo, durante todos os anos da década de 1980 e nos primeiros anos de 1990, fatos cômicos envolviam o nome e a posse desse importante equipamento esportivo.
O proprietário do terreno, o Sr. Juraci Rocha Bezerra, alegava que o Governo Municipal nunca lhe havia pago o terreno e rotineiramente colocava o seu gado para pastar dentro do estádio, fato que gerava um enorme desagrado entre aqueles que gostavam de futebol.
Em 1993, logo que assumiu o Governo Municipal, o Prefeito Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, amante declarado dessa prática esportiva, tratou de resolver essa pendência financeira e a desejada propriedade passou a pertencer de fato ao Governo do Município.
Alguns anos depois, em 1999, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, o Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto passou pela sua maior reestruturação.

Na imagem observamos algumas das reformas do estádio.

Na imagem observamos algumas das reformas do estádio.

Nessa reforma o estádio recebeu alambrado, gramado, vestiário e cabines de rádio, arquibancadas e iluminação. Segundo informações existentes no periódico “Jornal de Boa Viagem”, ano I, nº 1, de maio de 1999, página 3, temos noção da dimensão que foi essa reestruturação:

“Os trabalhos de recuperação e ampliação do Estádio Municipal estão em ritmo acelerado. Os dois lances de arquibancada, para 1000 pessoas, foram concluídos, bem como o gramado. As ações agora, voltam-se para a conclusão dos vestiários e cabines de rádio. Os serviços, que conta com recursos exclusivos da prefeitura, estão sendo acompanhados pela Secretaria de Obras do Município. A recuperação do estádio foi uma decisão acertada do Prefeito Dr. Fernando Assef.”

Depois dessa reforma a cidade de Boa Viagem passou a ter um time profissional de futebol, o Boa Viagem Esporte Clube, que por diversas vezes esteve na elite do futebol cearense:

“A história do Boa Viagem Esporte Clube tem início na década de 1980. Naquela época a seleção do Município foi inscrita em uma competição intermunicipal realizada pela Associação Profissional dos Cronistas Desportistas do Estado do Ceará. Em 1983 o clube, que ainda não era profissional, chegou à final da competição, todavia não conseguiu conquistá-la, foi derrotado na final pela equipe de Itapipoca pelo placar de 1 a 0. Quatorze anos depois, em 1997, o sonhado título tornou-se realidade, o Boa Viagem venceu a equipe de Maranguape na final da competição e tornou a repetir a façanha em 1998, quando conseguiu derrotar na final o selecionado de Aracati. Com a conquista do Torneio Intermunicipal o Boa Viagem Esporte Clube garantiu o direito de disputar a Segunda Divisão do Campeonato Cearense de 2000. Diante disso, a sociedade do Município de Boa Viagem se organizou em torno do clube e, com apoio da Prefeitura Municipal, foi fundado o Boa Viagem Esporte Clube.” (S.N.T.)

Nesse meio tempo, sem um grande patrocinador, o Boa Viagem Esporte Clube oscilou entre às três divisões do Campeonato Cearense.

Imagem de uma das formações do Boa Viagem Esporte Clube, em 2009.

Imagem de uma das formações do Boa Viagem Esporte Clube, em 2009.

Em 2006, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, conforme informações registradas na revista “Boa Viagem em boas mãos”, página 17, ele passou por uma ampla reforma para disputa da 2ª divisão co Campeonato Cearense:

“A administração Boa Viagem em boas mãos, através da Secretaria de Esporte e Juventude, iniciou, logo no início de sua administração, em 2005, o trabalho de reforma dos espaços esportivos de Boa Viagem. Em fevereiro de 2006, o Estádio Municipal Serjão foi reformado. Em setembro de 2006 foi a vez da reforma da Quadra de Esportes Dirceu José dos Santos, onde fica localizada também a sede da Secretaria de Esporte e Juventude.”

A partir de 2014, esse estádio passou a ser utilizado como palco dos eventos religiosos que são promovidos pela Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, principalmente na festa de pentecostes:

“A comunidade católica do Município de Boa Viagem está se preparando para a grande solenidade de Pentecostes 2016. Esse evento já virou tradição. Há 3 anos, vem acontecendo no Estádio Serjão… Cerca de 5 mil fiéis são esperados para a Missa que será presidido pelo Bispo Diocesano, Dom Ângelo Pignole… A Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem é a organizadora do evento, mas os paroquianos da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima deverão participar.” (SANTOS, 2016: Católicos celebram o Pentecostes em Boa Viagem. Disponível em www.sertnews.com.br. Acesso em 28 de setembro de 2016)

Esse estádio é a principal praça esportiva do Município de Boa Viagem, sendo constantemente utilizado nas competições que são promovidas pela Secretaria do Esporte e da Juventude e como local para peneira dos grandes clubes do futebol brasileiro:

“Centenas de crianças tiveram a oportunidade de mostrar o seu talento esportivo em uma peneirada realizada no Estádio Serjão. O projeto de iniciativa particular contou com o apoio da Prefeitura de Boa Viagem que cedeu o local e deu total suporte aos idealizadores. Irlando Gadelha empresário local e desportista, agradeceu pelo apoio, a visita do observador do Fluminense na região Nordeste, Prof. José Neto encheu de esperança quem busca realizar o sonho de ser jogador de futebol profissional, o Município de Boa Viagem recentemente teve um filho da terra selecionado pela equipe carioca e já fechou contrato, atualmente o garoto Felipe se encontra no Rio de Janeiro – RJ nas categorias de base do Clube Fluminense.” (COSTA, 2016: Centenas de crianças participam de uma peneira no Estadio Serjão. Disponível em www.boaviagem.ce.gov.br. Acesso em 28 de setembro de 2016)

No dia 6 de setembro de 2013, na intenção de transformar esse bairro em um complexo esportivo, o Governo Municipal construiu o Centro de Esportes José Assef Fares, que disponibiliza aos seus usuários uma variedade de ambientes para prática de diversas modalidades esportivas.
Nos últimos meses de 2018, na gestão da Prefeita Aline Cavalcante Vieira, diante dos poucos cuidados e da grande falta de gerenciamento, o gramado de seu campo morreu, algo que foi muito comentado nas redes sociais:

“O Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues do Santos Neto – o Serjão… continua apresentando sinais de abandonos. Esta semana atletas divulgaram nas redes sociais uma série de fotos que mostram a estrutura danificada, gramado morto e deixa margem para ser considerado ‘abandonado’ por parte do poder público. O gramado, que era verdinho, foi oriundo do Castelão, da cidade de Fortaleza. Essa praça esportiva foi reestruturada no ano 2000, e hoje ficou apenas na lembrança, não recebendo seque irrigação. Os alambrados estão quebrados, as arquibancadas estão sem pintura e retoques e as cabines de rádio que abrigaram famosas emissoras de tv e rádio apresentam problemas de infiltração no teto, com telhados a céu aberto, constituindo-se em um risco a quem se aventura entrar no local. As imagens chocaram a maioria dos atletas, que rotineiramente utilizam o espaço esportivo… O Serjão é famoso e respeitado no Estado do Ceará por ter sido palco de grandes jogos de equipes da elite do futebol cearense, recebendo times como Ceará, Fortaleza, Guarany de Sobral, Ferroviário e tantos outros que já duelaram contra a extinta equipe do Boa Viagem Esporte Clube.” (Disponível em http://www.sertnews.com.br/noticia/685/sem-gramado-e-com-parte-de-estrutura-comprometida-estdio-serjo-tem-sinais-de-abandono?fbclid=IwAR3sp-AbSFXHSDV_ILJljH1CeD-DKFuT3QdZ-4Q39yBFlx8oc0g-xwxn0C4. Acesso no dia 18 de dezembro de 2018)

A razão dessas críticas ao seu governo foram pautadas pelas inúmeras promessas de campanha, que foram conduzidas pelo lema da referida candidata quando no palanque dizia: “é chegar e resolver”.

A ESTRUTURA:

Para executar bem as suas atividades, gerando segurança e conforto para os seus usuários, o Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto possui a seguinte estrutura:

  1. Banheiros: 4;
  2. Bilheteria: 2;
  3. Cabines de rádio: 5;
  4. Lanchonete: 3;
  5. Vestiários: 3.
Imagem das cabines de rádio do Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, em 2009.

Imagem das cabines de rádio do Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, em 2009.

AS CARACTERÍSTICAS:

As principais características do Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto são as seguintes:

  1. Alambrado: Sim;
  2. Área: 15.860 m²;
  3. Capacidade: 5.000 pessoas;
  4. Dimensões do campo: 100×70;
  5. Gramado: Natural;
  6. Iluminação: Sim;
  7. Mandante: Boa Viagem Esporte Clube.

O CONTATO:

Os canais de comunicação com os responsáveis pelo Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto são os seguintes:

  • Telefone:
  1. 88.3427-7001 (Gabinete da Prefeitura).
  • E-mail:
  1. sejuvbv@gmail.com

25 ideias sobre “Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto

  1. Pingback: Bairro Vila Holanda | História de Boa Viagem

  2. Pingback: TURISMO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: José Assef Fares | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Distrito de Boa Viagem | História de Boa Viagem

  6. Pingback: Unidade de Referência da Saúde da Mulher Francisca Ivani Citó Ramalho | História de Boa Viagem

  7. Pingback: Francisca Ione Vieira Assef | História de Boa Viagem

  8. Pingback: Centro de Esportes José Assef Fares | História de Boa Viagem

  9. Pingback: Jacob Angelim de Sousa | História de Boa Viagem

  10. Pingback: José Martins da Silva | História de Boa Viagem

  11. Pingback: Manuel Magalhães Gomes | História de Boa Viagem

  12. Pingback: Raimundo Chagas de Mesquita | História de Boa Viagem

  13. Pingback: João Saraiva Leão | História de Boa Viagem

  14. Pingback: Raimundo de Oliveira Mota | História de Boa Viagem

  15. Pingback: Raimundo Alves Batista | História de Boa Viagem

  16. Pingback: José de Queiroz Sampaio Neto | História de Boa Viagem

  17. Pingback: Jacob Carneiro de França Neto | História de Boa Viagem

  18. Pingback: Francisco Braga do Nascimento | História de Boa Viagem

  19. Pingback: Pe. José Erineudo Ferreira de Souza | História de Boa Viagem

  20. Pingback: Misrain Fragoso Vieira | História de Boa Viagem

  21. Pingback: João Inácio de Sousa | História de Boa Viagem

  22. Pingback: Rua Maria de Nazaré Bezerra | História de Boa Viagem

  23. Pingback: Rua Otacílio Xavier da Silva | História de Boa Viagem

  24. Pingback: Quadra Poliesportiva Eliel Rafael da Silva | História de Boa Viagem

  25. Pingback: O Esporte | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta