Édina da Silva Vieira

edina-da-silva-vieiraÉdina da Silva Vieira nasceu no dia 22 de dezembro de 1963 na cidade de Boa Viagem, que está localizada no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filha de Samuel Alves da Silva e de Maria Ozenir da Silva Lobo.
Os seus avós, por ascendência paterna, eram o comerciante e agropecuarista Sebastião Alves da Silva e Delfina Vieira da Silva, naturais do Município de Brejo dos Santos, no Estado da Paraíba, já pelo lado materno, eram o agropecuarista Cícero da Silva Lobo e Odete Pereira Lobo, ambos naturais do Município de Senador Pompeu, no Sertão do Estado do Ceará.
Em sua infância, logo que chegou a idade de estudar, deu início a sua vida estudantil no Instituto de Educação Paulo Moody Davidson, onde foi alfabetizada.
Nos primeiros anos da década de 1970, juntamente com a sua família, passou uma curta temporada no Município de Dourados, que está localizado no Estado de Mato Grosso do Sul.
Nessa época o seu pai, que era vereador, estava profundamente insatisfeito com as decisões do seu grupo político e buscava um novo local para recomeçar a vida, passando a residir depois disso na cidade de Fortaleza.
Pouco tempo depois, na manhã do dia 30 de maio de 1977, meses depois de completar 14 anos de idade, foi surpreendida pela triste notícia do falecimento de seu pai em um trágico acidente automobilístico:

“Desiludido pela falta de apoio do Prefeito José Vieira Filho em suas pretensões políticas de sucessão, resolveu liquidar as suas posses na cidade de Boa Viagem e mudou-se com toda a sua família para o Município de Dourados… Quatro meses depois, insatisfeito com o clima frio da região e cheio de saudades de seus pais e irmãos resolveu retornar para o Estado do Ceará, fixando residência nessa oportunidade na cidade de Fortaleza.” (SILVA JÚNIOR: 2012. Samuel Alves da Silva. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/samuel-alves-da-silva/. Acesso em 23 de setembro de 2015)

Depois do inesperado falecimento de seu pai regressou com a sua família para cidade de Boa Viagem, passando a ser carinhosamente assistida nesse momento de sua vida pelos seus avós paternos e tios.
Pouco tempo depois da tragédia ocorrida com o seu pai, no dia 24 de novembro de 1979 foi a vez de suportar a dor da perda de seu irmão, Hélio Alves da Silva, que por coincidência também faleceu em um grave acidente automobilístico:

“Sozinho em sua cabine, trafegando pela Rodovia Estadual CE-060, conhecida como ‘a rodovia do algodão’, quando voltava da cidade de Juazeiro do Norte, ao atingir a localidade de Sítio Bravo, prestes a entrar na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do Estado, o seu veículo sofreu um gravíssimo desastre.” (SILVA JÚNIOR: 2012. Hélio Alves da Silva. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/helio-alves-da-silva-2/. Acesso em 23 de setembro de 2015)

De acordo com as informações existentes no livro B-Auxiliar nº 1, do Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 17, folha 9, no dia 5 de julho de 1980, com apenas 17 anos de idade, no templo da Igreja Evangélica Congregacional de Boa Viagem, diante do Rev. Ezequiel Fragoso Vieira, contraiu núpcias com Naudier Vieira da Silva, que é nascido no dia 4 de março de 1960, sendo filho de Otacílio Vieira da Silva com Nautília Floriano Vieira.
Desse matrimônio foram gerados quatro filhos, um homem e três mulheres, sendo eles: Deborah da Silva Vieira, Samuel Alves da Silva Neto, Nahdya da Silva Vieira e Alanna da Silva Vieira.
Depois disso, durante muitos anos, residiu com a sua família na Rua Teófilo Amaro, nº 124, no Bairro Vila Azul.

Edina Vieira da Silva acompanhada de sua mãe e uma de suas irmãs, em 2014.

Imagem de Édina da Silva Vieira acompanhada de sua mãe e uma de suas irmãs, em 2014.

No dia 27 de novembro de 1984 foi contratada como auxiliar administrativa da Secretaria da Educação do Governo do Estado do Ceará, executando as suas atividades na secretaria da Escola de Ensino Médio Dom Terceiro.
No dia 7 de janeiro de 1998, na gestão do Prefeito Dr. Francisco Vieira Carneiro, o Major Carneiro, foi nomeada como assistente da Secretaria da Agricultura e Recursos Hídricos da Prefeitura de Boa Viagem.
Algum tempo mais tarde, no dia 25 de novembro de 1999, conseguiu concluir o Ensino Médio através do programa de supletivo, sendo certificada nesse momento pelo Centro de Estudos Supletivos João Ricardo da Silveira, que está localizado na Rua Dom Lucas, s/nº, no Bairro de Campo Velho, na cidade de Quixadá.
No ano seguinte, no dia 24 de março, pela Prefeitura de Boa Viagem, no Núcleo Pedagógico Profª Maria Dias Cavalcante Vieira, na época localizado na Rua David Vieira da Silva, nº 245, no Bairro Centro, conseguiu concluir o Curso de Habilitação para Professores Leigos.
Pouco tempo depois, após a realização de concurso público, através da portaria nº 145, de 4 de janeiro de 2001, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, foi aprovada como professora, sendo lotada na Secretaria da Educação, Cultura e Desporto como diretora de departamento.
No dia 29 de junho de 2005,  através da portaria nº 1.328, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, foi nomeada diretora da Escola de Ensino Fundamental José Assef Fares, onde permaneceu até o fim de 2008.
Antes disso, no dia 27 de janeiro de 2006, pela UVA, a Universidade Estadual Vale do Acaraú, conseguiu concluir o seu curso de Licenciatura em Português e Inglês.
Alguns anos mais tarde, no dia 7 de abril de 2009, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, por meio da Portaria nº 232, foi nomeada diretora do Departamento de Execução Financeira e Contábil da Prefeitura de Boa Viagem.
Pouco tempo depois, ainda nessa gestão, através da Portaria nº 619, de 3 de agosto de 2009, foi nomeada secretária executiva da Secretaria de Planejamento e Finanças. Nesse mesmo ano, por meio da Portaria nº 657, de 17 de agosto de 2009, foi indicada a compor o Conselho Municipal de Educação de Boa Viagem.
No dia 18 de dezembro de 2009, aprimorando os seus estudos, conseguiu concluir a sua especialização em Gestão Escolar pela UFC, a Universidade Federal do Ceará. Pouco tempo depois, no dia 12 de maio de 2012, pela FAK, a Faculdade Kurios, conseguiu concluir um curso de especialização em Língua Portuguesa e Literatura.

Imagem do veículo envolvido no acidente.

No final da tarde do dia 28 de fevereiro de 2015, juntamente com o Dr. Émerson Gustavo Almeida Silva, conforme informações existentes na declaração de óbito nº 20840476-7, expedida pelo Cartório Santos Amorim, faleceu em um gravíssimo acidente automobilístico ocorrido na localidade denominada de Santa Fé, dentro dos limites geográficos do Município de Paramoti, em um trecho que é cortado pela Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020:

“Duas pessoas morreram em um acidente por volta das 16h desta sexta-feira (27), no Município de Paramoti. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal do Ceará, o acidente envolveu um Volkswagem Voyage e uma carreta no quilômetro 340 da BR-020, na divisa entre os Municípios de Caridade e Paramoti. As informações indicam que chovia na hora do acidente e o Voyage, conduzido pelo cirurgião-dentista Émerson Gustavo de Almeida, 21 anos, aquaplanou na pista e bateu de frente com uma carreta. Morreram na hora o motorista e a passageira Édina da Silva Vieira, 51 anos, que viajava no banco do dianteiro do veículo também faleceu. Os dois ficaram presos as ferragens. O motorista da carreta disse à PRF que o Voyage vinha fazendo ‘zig zag’ na pista e acabou colidindo em seu veículo. Outras duas pessoas que viajavam no banco traseiro do Voyage sofreram apenas ferimentos leves. Já o motorista da carreta nada sofreu. As vítimas residem no Município de Boa Viagem. O dentista é sobrinho da chefe de Gabinete da Prefeitura, Liduina Teixeira e a mulher é irmã do ex-vereador Edson Alves da Silva.” (HOLANDA, 2015: Colisão na BR-020 deixa dois mortos. Disponível em http://www.blogdowilrismar.com/materia/colisao-na-br-020-deixa-dois-mortos. Acesso em 23 de setembro de 2015)

Depois disso o seu ataúde foi trazido para cidade de Boa Viagem, onde o seu corpo foi velado por seus parentes e amigos no templo da Igreja Evangélica Boa-viagense, sendo logo em seguida sepultada ao lado do seus ancestrais no mausoléu da família que existe no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

Mausoléu da Família Alves da Silva.

Imagem do Mausoléu da Família Alves da Silva, em 2013.

BIBLIOGRAFIA:

  1. HOLANDA, Wilrismar. Colisão na BR-020 deixa dois mortos. Disponível em http://www.blogdowilrismar.com/materia/colisao-na-br-020-deixa-dois-mortos. Acesso em 23 de setembro de 2015.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Samuel Alves da Silva. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/samuel-alves-da-silva/. Acesso em 23 de setembro de 2015.
  4. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Hélio Alves da Silva. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/helio-alves-da-silva-2/. Acesso em 23 de setembro de 2015.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, através da lei nº 1.230, de 27 de março de 2015, uma escola da rede municipal recebeu a sua nomenclatura.