Belmonte

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Belmonte é uma localidade existente na zona rural do Município de Boa Viagem, distante pouco mais de 41 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem da localidade do Belmonte, em 2020.

Dentro da divisão politico-geográfica, em relação ao Marco Zero, essa localidade está na região norte do Município, dentro dos limites geográficos do território do Distrito de Poço da Pedra.

A ORIGEM DE SEU TOPÔNIMO:

Designação toponímica classificada como composta, o seu nome é a simplificação da palavra belo monte, termo comumente encontrado nos registros paroquiais mais antigos.

AS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

Em um passado bem recente essa localidade já possuía algumas casas distantes umas das outras, servindo às famílias dos trabalhadores rurais que eram moradoras das várias fazendas existentes na região, que desde essa época já viviam da criação extensiva de gado e do plantio de culturas como milho, feijão, algodão e outras nas terras que margeiam o Rio Conceição, também conhecido como Rio dos Cachorros.
Mais tarde, nos primeiros anos da década de 1940, sendo propriedade da viúva de Basílio Vieira Carneiro, essa localidade recebeu a construção de uma capela, que se tornou referência para os moradores dessa região.
Pouco tempo depois, em 1944, a referida senhora, Olívia de Sousa Carneiro, que já era comprometida com o ensino do catecismo, enviou representação ao Governo do Estado para que esse investisse na abertura de uma escola na região.

Imagem da residência de Eduardo Patrício de Almeida, em 2015.

Imagem da residência de Eduardo Patrício de Almeida, em 2015.

Mais tarde, nos primeiros anos da década de 1960, essa unidade de ensino foi desativada, tornando-se um dos alvos do desejo de reativação dessa política pública no Plano de Governo do Dr. Manuel Vieira da Costa, o Nezinho.

“Existe cinco prédios estaduais para escolas isoladas, sem funcionamento, dado precário estado de conservação no qual se encontram… Restauração e aparelhamento do Grupo Escolar Padre Antônio Correia de Sá, situado na sede do Município, bem como de mais cinco escolas isoladas, situadas nos povoados de Belmonte, Ipiranga, Santo Antônio, Guia e Boa Ventura, todas de propriedade do Estado, e que se encontram sem funcionar.” (COSTA, 1962: p. 4-5)

Antes disso essa propriedade passou ao domínio de Eduardo Patrício de Almeida, que construiu forte liderança política nessa região ocorrendo que, depois de sua morte e do êxodo rural de muitas famílias por conta das secas, alguns dos equipamentos existentes na localidade caíram em desuso ou ganharam nova funcionalidade.

AS LOCALIDADES DE SUA VIZINHANÇA:

O acesso para localidade de Belmonte, saindo da cidade de Boa Viagem, é feito por via terrestre por meio da Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, seguindo depois pelo trecho carroçável da Rodovia Estadual CE-265.

Imagem do mapa da região.

O Belmonte tem em sua vizinhança as seguintes localidades: AlgodãoArgentina, Boqueirão, Boa Esperança, Catirina, LembrançasMadeira Cortada, Sussuarana e Várzea da Tapera.

OS EQUIPAMENTOS EXISTENTES NA LOCALIDADE:

Na localidade do Belmonte os seus habitantes possuem alguns equipamentos para facilitar as suas vidas, bem como a dos moradores de sua vizinhança, sendo eles:

  1. Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro;
  2. Escola de Ensino Fundamental Basílio Vieira Carneiro.

BIBLIOGRAFIA:

  1. BRAGA, Renato. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Ceará. v. 1º. Fortaleza: Imprensa Universitária do Ceará, 1964.
  2. COSTA, Manuel Vieira da Costa. Plano de Governo para o Município de Boa Viagem entre os anos de 1963 e 1967. Boa Viagem: Texto não publicado, 1962.
  3. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  4. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.