Loja Maçônica Cavaleiros do Amor

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Augusta e Respeitável Loja Simbólica Cavaleiros do Amor nº 79 está localizada na Rua Alfredo de Sousa Terceiro, nº 651, esquina com a Rua Maria Carmelina Sampaio Queiroz, no Centro da cidade  de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, Estado do Ceará.

Imagem da Loja Maçônica Cavaleiros do Amor nº 79, em 2019.

Essa agremiação maçônica está filiada a GLOMEC, a Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará, que tem a sua sede localizada na Avenida Imperador, nº 145, no Centro da cidade de Fortaleza.

OS SÍMBOLOS DA MAÇONARIA CEARENSE:

A palavra símbolo designa um tipo de signo em que o significante representa algo abstrato, por força de convenção ou semelhança. Um símbolo é um elemento essencial no processo de comunicação, encontrando-se difundido pelo quotidiano e pelas mais variadas vertentes do saber humano.
A representação específica para cada símbolo pode surgir como resultado de um processo natural ou pode ser convencionado de modo a que o receptor, uma pessoa ou grupo específico de pessoas, consiga fazer a interpretação do seu significado implícito e atribuir-lhe determinada conotação.
A maçonaria do Estado do Ceará possui dois símbolos que a identificam, são eles:

1. O BRASÃO:

Brasão da Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará.

Brasão da Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará.

O brasão utilizado pela Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará está possui o formato de um escudo português e nele estão gravados os seguintes elementos:

  • O Simbolo Universal da Maçonaria: Localizado no canto superior direito foi colocado o esquadro e o compasso, símbolos da maçonaria universal que representam a retidão nas ações e o bom caráter que todo maçom deve cultivar. Ao centro destas ferramentas está a letra “G”, que representa “O Grande Arquiteto do Universo”, que é chamado em nossa cultura religiosa de “Deus”.
  • O Malhete: Colocado no lado superior esquerdo está o malho, simbolo da autoridade desta potencia maçônica.
  • O Mosaico: Estampado no canto inferior direito está o piso em mosaico, que representa a tolerância, sentimento que deve ser cultivado diariamente por todo maçom.
  • A Jangada: No lado inferior esquerdo está um dos símbolos do Estado do Ceará, a jangada.

2. O HINO:

A letra e a música do hino da maçonaria foi uma composição do Imperador D. Pedro I, por volta de 1823, que ao ser iniciado adotou o nome do último Imperador dos Astecas, Guatimozim.

Hino da Maçonaria.

OS SÍMBOLOS DA LOJA MAÇÔNICA CAVALEIROS DO AMOR Nº 79:

Além dos símbolos anteriores, a Loja Maçônica Cavaleiros do Amor nº 79 possui mais dois símbolos que a identificam, são eles:

1. O BRASÃO:

O brasão desta loja foi criado em 1988 pelos primeiros maçons da loja, sob a criteriosa coordenação do M:.M:. José Cândido de Queiroz Lima.

Brasão da A.R.L.S. Cavaleiros do Amor nº 79.

Brasão da A.R.L.S. Cavaleiros do Amor nº 79.

O brasão da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Cavaleiros do Amor nº 79 possui forma circular e é bem simples, possuindo os seguintes elementos:

  • O Simbolo Universal da Maçonaria: Localizado no centro do circulo estão o compasso e o esquadro, que em sua medida está a data da fundação desta loja, 24 de agosto de 1988.
  • No brasão estão indicados o nome e o número da loja, como também o nome do Município em que está localizada.

2. O ESTANDARTE:

O estandarte desta loja também foi criado em 1988 pelos primeiros maçons da loja, sob a coordenação do M:.M:. José Cândido de Queiroz Lima.

Bann

Estandarte da A.R.L.S. Cavaleiros do Amor nº 79.

A SUA HISTÓRIA:

A história da maçonaria universal é longa e neste pequeno artigo pretendemos abordar apenas aquela que se refere a sua instalação no Município de Boa Viagem.

“A maçonaria é uma sociedade discreta e por essa característica, entende-se que se trata de ação reservada e que interessa exclusivamente àqueles que dela participam. De caráter universal, cujos membros cultivam o aclassismo, humanidade, os princípios da liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e aperfeiçoamento intelectual, sendo assim uma associação iniciática e filosófica.” (S.N.T)

Tudo começou no dia 2 de dezembro de 1986 quando um pequeno grupo de maçons, alguns deles em situação irregular, foram convocados para uma reunião na agência do Banco do Brasil:

“Reuniram-se os irmãos: Antônio Fernando Fernandes, Antônio Paiva Lino, Clóvis Oliveira, Francisco José Mota, José Romero Camilo Pinto e Otávio Alves Franco, com o objetivo de discutir e planejar o início das atividades neste Oriente. Nesta reunião o irmão Fernando informou aos demais que havia participado, recentemente, dos trabalhos da Loja Deus e Maranguape nº 15, onde foi estimulado pelo Sereníssimo Grão Mestre, José Linhares de Vasconcelos Filho, ali presente, a iniciar as atividades maçônicas em Boa Viagem. A ideia foi aplaudida pelos presentes, que concordaram com o início imediato das atividades maçônicas, apesar da maioria se encontrar irregular com as suas lojas e pertencerem a potencias maçônicas diferentes. Naquele momento ficou decidido também que a loja fundada pertenceria à Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará, e que o grupo ficaria se reunindo regularmente às terças-feiras, de maneira informal, até que fossem tomadas as devidas resoluções a respeito da criação do Triangulo Maçônico.” (OLIVEIRA, 1998: p. 01)

Poucos dias depois, no dia 10, novamente na agência do Banco do Brasil, foi escolhida a sua primeira diretoria e foram tratados ainda diversos outros assuntos, entre eles o local onde se reuniriam provisoriamente.

Imagem do antigo endereço da Loja Cavaleiros do Amor, em 1995.

Imagem do antigo endereço da Loja Maçônica Cavaleiros do Amor, em 1995.

No dia 20 de janeiro de 1987, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores, foi assinado a petição ao Sereníssimo Grão Mestre da criação do Triangulo Maçônico e da regularização de todos os envolvidos perante à Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará.

“O grupo continuou se reunindo normalmente ás terças-feiras na sala de reuniões da Câmara Municipal de Boa Viagem, onde os aprendizes começaram a receber instruções. No dia 13 de março de 1987 a reunião foi realizada no Banco do Brasil com a presença de uma comitiva da Grande Loja… Essa visita teve como objetivo não só prestigiar a iniciativa do grupo, como também oferecer apoio necessário a oficialização e fundação do Triangulo Maçônico… Confirmou o apoio que seria dado pela Loja São João do Príncipe nº 27, Oriente de Tauá… O Sereníssimo Grão Mestre, em sua fala, considerou oficialmente aceito todos os termos do requerimento datado de 8 de janeiro de 1987, ficando fundada na referida data o Triângulo Maçônico de Boa Viagem.” (OLIVEIRA, 1998: p. 02-03)

Mesmo enfrentando algumas dificuldades as reuniões aconteciam regularmente, porém o local era provisório, ora aconteciam na Câmara Municipal, ora na agência do Banco do Brasil, fato que gerou um episódio cômico que por pouco não se tornou em tragédia:

“Diga-se de passagem, que em virtude dos assaltos ocorridos em agências bancárias, uma das vezes em que os irmãos estavam reunidos no Banco do Brasil, foram surpreendidos pela presença de forte contingente policial, em virtude da vizinhança observar a entrada de muitas pessoas na agência fora do horário normal de expediente.” (OLIVEIRA, 1998: p. 03)

Em uma reunião ocorrida no dia 12 de julho de 1988, por sugestão de Antônio Fernando Fernandes, foi aprovado por unanimidade a denominação da loja, que foi inspirada na versão romântica da história de fundação da cidade.
Poucos dias depois, no dia 13 de agosto, ocorreu a primeira iniciação da loja, que contou com o nome de seis candidatos: Antônio Alves Barbosa Júnior, Djalma Vieira Carneiro, Evaldo Neco Barreto Júnior, José Cavalcante Rocha, José Odi Ponte e Moacir Andrade Rabêlo.
Depois disso, no dia 23 de agosto, os membros dessa agremiação filantrópica passaram a se organizar para conseguirem fundos no intuito de construírem um local apropriado para as suas reuniões até que, no dia 24 de agosto, por meio do ato nº 104, a loja foi autorizada a funcionar em caráter provisório, recebendo a sua carta constitutiva apenas no dia 14 de outubro.

Imagem da Loja Cavaleiros do Amor nº 79, em 2008.

Imagem da Loja Maçônica Cavaleiros do Amor nº 79, em 2008.

Nessa época, enquanto não possuíam os recursos necessários para aquisição de um local definitivo, a loja passou a se reunir em uma casa que foi comprada e adaptada para as suas reuniões na Rua Manoel Araujo Marinho, nº 332, no Centro da cidade de Boa Viagem, local onde permaneceu durante nove anos e seis meses.
Algum tempo depois, no dia 5 de março de 1990, por meio da lei nº 509, na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva, a loja maçônica recebeu a doação de uma propriedade que está localizada na esquina da Rua Alfredo de Sousa Terceiro com a Rua Maria Carmelina Sampaio Queiroz.
Depois disso foram promovidas dezenas de campanhas de arrecadação de fundos, que contou com a generosa contribuição de diversas pessoas, que nas diversas administrações deixou alguma parcela de contribuição, entre elas o Clube das Samaritanas:

“Com a finalidade de participar da solidariedade maçônica, ajudando aos necessitados, as esposas dos obreiros da loja se uniram criando o Clube das Samaritanas, passando a promover eventos como o dia das mães, dos pais, festas juninas, das crianças, além de fazer doações de cestas básicas a pessoas carentes.” (OLIVEIRA, 1998: p. 05)

Em 2015, percebendo a falta de opções de lazer para os sobrinhos e outros jovens da comunidade, essa loja maçônica investiu esforços para formação de um Capítulo DeMolay, que foi denominado de Príncipe do Amor nº 899.

“Essa agremiação, que é destinada a jovens do sexo masculino, sempre teve a sua implantação desejada na cidade de Boa Viagem pelos maçons da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Cavaleiros do Amor nº 79 até que, no dia 26 de junho de 2015, contando com o apoio da Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará, o Venerável Mestre Francisco de Assis Lima assinou o termo de adesão ao seu projeto de implantação.” (SILVA JUNIOR, 2015. Capitulo Príncipe do Amor nº 899, Disponível em www.historiadeboaviagem.com.br. Acesso em 2 de dezembro de 2015)

Ainda nesse ano, no dia 21 de novembro, no Clube dos Diários, que está localizado na cidade de Fortaleza, essa loja teve um de seus filiados, Fabrício Falcão, sagrando-se campeão na modalidade de sinuca nos Primeiros Jogos Maçônicos do Estado do Ceará, conquista que foi muito festejada.

Imagem da Loja Cavaleiros do Amor nº 79, em 2015.

Imagem da Loja Cavaleiros do Amor nº 79, em 2015.

Nos últimos meses de 2017, depois de muito esforço por conta da crise econômica instalada no país, os membros dessa agremiação conseguiram fazer algumas reformas na estrutura física de seu edifício.

O TRIANGULO MAÇÔNICO:

Por onde passa, e aonde costuma existir, a maçonaria tenta deixar as suas marcas, mesmo que essas sejam imperceptíveis aos não iniciados em seus augustos e desconhecidos mistérios.

Triângulo Maçônico em 2012.

Imagem do Triângulo Maçônico em 2012.

Em uma das entradas da cidade Boa Viagem, no encontro da Avenida Basílio Vieira Carneiro com a Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, foi erigido um marco fixo comprovando aos que passam que na cidade existe uma loja regularmente constituída, local que serve de referência e até como ponto de turismo.

OS VENERÁVEIS:

Ao longo de todos estes anos de existência e serviço, esta loja já teve os seguintes veneráveis eleitos:

  1. Antônio Fernando Fernandes – 1988/1989;
  2. Francisco José Mota – 1989;
  3. José Cândido de Queiroz Lima – 1989/1991;
  4. Clóvis Oliveira – 1992;
  5. Djalma Vieira Carneiro – 1991/1992;
  6. Eudson Maia de Queiroz – 1992/1994;
  7. Zenon Alencar Oliveira – 1995/1996;
  8. José Fonseca Neto – 1996/1998;
  9. Ricardo Mesquita Alencar – 1998/2000;
  10. Eudson Maia de Queiroz – 2000/2002;
  11. Murilo Vieira da Silva – 2002/2004;
  12. Antônio Alves Barbosa Júnior – 2004/2006;
  13. Nercides de Morais Oliveira – 2006/2008;
  14. Marcos Roberto Rodrigues Chagas – 2008/2010;
  15. João Soares de Lima Filho – 2011/2013;
  16. Francisco de Assis Lima – 2013/2015;
  17. José Carlos Queiroz – 2016/2018;
  18. Eudson Maia de Queiroz Júnior – 2019/2021.

A ESTRUTURA FÍSICA:

Para executar bem as suas atividades, gerando segurança e conforto para os seus membros, a Loja Maçônica Cavaleiros do Amor nº 79 possui a seguinte estrutura:

  • Setor Social:
  1. Banheiros: 2;
  2. Cozinha: 1;
  3. Depósitos: 1;
  4. Pátio aberto: 1;
  5. Portaria: 1;
  6. Sala das samaritanas: 2;
  7. Salão social: 1.
  • Setor Administrativo:
  1. Auditório: 1;
  2. Banheiro: 1;
  3. Hall de entrada: 1;
  4. Secretaria: 1;
  5. Salas de espera: 3.

O CONTATO:

Os canais de comunicação com Loja Maçônica Cavaleiros do Amor nº 79 são os seguintes:

  • Telefone:
  1. 88.3427-1116;
  2. 88.3427-1080.