Francisco de Assis Alves Facundo

francisco-alves-facundoFrancisco de Assis Alves Facundo nasceu no dia 17 de maio de 1952 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Pedro Facundo Carneiro e de Júlia Alves Facundo.
Os seus avós paternos se chamavam José Facundo da Costa e Maria Amélia Carneiro da Costa, já os maternos eram Manoel Gildo de Freitas e Maria Alves de Jesus.
Na época em que nasceu o Município de Boa Viagem não dispunha de uma casa de parto, fato que obrigou aos seus pais a contar com os valiosos serviços de uma parteira na Fazenda Várzea da Cruz, onde passou grande parte de sua infância:

“Durante muitos anos, os únicos profissionais de saúde existentes em nossa região foram às parteiras, mulheres que normalmente recebiam esse aprendizado de forma hereditária, ou seja, a filha de uma parteira acompanhava a sua mãe no atendimento às mulheres em trabalho de parto auxiliando-a de acordo com as necessidades do momento, possibilitando, assim, após algum tempo de prática, o aprendizado para continuidade do ofício.” (SILVA JÚNIOR, 2016: A História da Saúde no Município de Boa Viagem. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/saude/. Acesso em 25 de outubro de 2016)

Alguns anos depois, quando chegou a sua idade para receber instrução formal, os seus pais contrataram uma professora particular, que lhe ensinou os rudimentos da leitura, escrita e as operações matemáticas.
Por volta de 1962, depois de trabalhar durante muitos anos como capataz do Cel. José Cândido de Carvalho, o seu pai adquiriram uma propriedade rural, que recebeu o nome de Fazenda Flores, onde passaram a residir até que, em 1974, mudaram novamente de residência, dessa vez para Fazenda Salgado, dentro dos limites geográficos do Município de Monsenhor Tabosa.
Na noite do dia 16 de junho de 1977, juntamente com os seus familiares, tomou conhecimento do repentino falecimento de sua mãe:

“Pouco tempo depois, passando por problemas em sua saúde, veio para cidade de Boa Viagem fazer uma consulta médica, falecendo repentinamente, aos 67 anos de idade, no dia 16 de junho de 1977, na noite anterior ao exame médico.” (SILVA JÚNIOR, 2017: Julia Alves Facundo. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/julia-alves-facundo/. Acesso no dia 2 de maio de 2017)

Mais tarde, no dia 9 de fevereiro de 1978, na Igreja Matriz de São Sebastião, na cidade de Monsenhor Tabosa, contraiu matrimônio com Maria Lúcia Silva Facundo, que é nascida no dia 7 de abril de 1955, sendo filha de Antônio Ribeiro da Silva e de Umbelina Sousa Silva.
Desse matrimônio foram gerados três filhos, dois homens e uma mulher, sendo eles: Francisco Jarbas Silva Facundo, Djalma Silva Facundo e Leidiane Silva Facundo.
Nos primeiros meses de 1982, desejando melhores condições de sobrevivência, decidiu se estabelecer comercialmente na cidade de Boa Viagem, passando a comercializar em um pequeno mercadinho nas proximidades da Praça Vereador José Vieira de Lima.
Nessa cidade, durante muitos anos, residiu com a sua família na Rua Salviano de Sousa Leitão, nº 60, esquina com a Rua Agronomando Rangel, no Bairro Boaviaginha.

Imagem da residência de Francisco de Assis Alves Facundo, em 2018.

Pouco tempo depois, na eleição municipal que ocorreu no dia 15 de novembro de 1988, decidido a ingressar na vida pública pleiteando uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores, compondo os quadros políticos do PDS, o Partido Democrático Social, com a legenda nº 11.602, conseguiu ser eleito depois de receber a confiança de 387 eleitores, sendo o décimo terceiro vereador de maior votação dessa disputa.
Em seu mandato encaminhou diversos requerimentos a mesa diretora da Câmara de solicitação ao Gabinete do prefeito, entre eles destacamos: A construção de escolas nas localidades de Timbaúba, Flores, Boqueirão e uma passagem molhada na localidade de Fazenda Nova.
No dia 28 de abril de 1989 solicitou da mesa diretora da Câmara Municipal uma licença para tratamento médico de 90 dias, sendo substituído nessa oportunidade pela Vereadora Lúcia de Fátima Araújo Brilhante.
Nessa legislatura, deu grande apoio aos projetos encaminhados pelo gabinete do Prefeito Benjamim Alves da Silva, foram eles: A construção do Camelódromo; A construção do Ginásio Poliesportivo Dirceu José dos Santos; A construção do Centro de Convivência do Idoso Olavo Bilac Brilhante; A construção do Hospital Infantil Sebastião Alves da Silva; A construção da Creche Comunitária Miriam Brito Fialho; A construção da Escola Agrotécnica Janival Almeida Vieira, além de várias casas populares.
Nos últimos dias de março de 2018, padecendo por conta de um AVC, um Acidente Vascular Cerebral, foi imediatamente encaminhado pelo Hospital e Casa de Saúde Adília Maria de Lima para uma unidade hospitalar mais equipada, tendo em vista que o seu estado de saúde era bastante delicado por conta de sua cirurgia cardíaca, realizada alguns anos antes.
Pouco tempo depois, na manhã do dia 4 de abril, faleceu aos 66 anos de idade na cidade de Canindé, depois de passar alguns dias internado no Hospital Regional São Francisco, que está localizado na Rua Simão Barbosa Carneiro, nº 1.397, no Bairro São Mateus.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, Centro.

5 ideias sobre “Francisco de Assis Alves Facundo

  1. Pingback: Administração de 1989 – 1992 | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Ozeas Alves Facundo | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Lúcia de Fátima Araújo Brilhante | História de Boa Viagem

  4. Pingback: MAIO | História de Boa Viagem

  5. Pingback: ABRIL | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta