Jonas Fragoso de Freitas

presb-jonas-fragoso-de-freitasJonas Fragoso de Freitas nasceu no dia 22 de fevereiro de 1921 no Município de Pombal, que está localizado no Sertão paraibano, distante 371 quilômetros da cidade de João Pessoa, sendo filho de Cícero Bernardo de Freitas e de Maria Fragoso Vieira.
Os seus avós paternos se chamavam Bernardino Geraldo da Silva e Joana Floriano de Freitas, já os maternos eram Manoel Maria de Jesus e Antônia Vieira de Freitas.
Passou grande parte de sua infância, juntamente com a sua família, residindo em um sítio denominado de Jacu, uma pequena localidade rural existente no Município de Pombal, que pertencia ao seu avô materno.
Nessa época, juntamente com os seus irmãos, passou uma infância bastante difícil quando o seu pai resolveu abandonar a sua mãe para constituir outra família.
Nos últimos meses de 1936, com apenas 15 anos de idade, foi batizado pelo Rev. Harry George Briault na Igreja Evangélica Congregacional de Jacu, conforme registros existentes no livro de atas da Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira:

“A Igreja Evangélica Congregacional de Jacu, no Município de Pombal, no Estado da Paraíba, teve a sua organização eclesiástica às 12 horas do dia 21 de fevereiro de 1937, sob a administração do Rev. Harry G. Briault. Pouco tempo depois, em 1941, por conta da migração de seus membros para o Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará, essa igreja voltou a ser congregação.”

Mais tarde, no dia 18 de junho de 1938, já com dezessete anos de idade, segundo informações existentes no livro B-35, pertencente ao Cartório de Registro Civil de Pombal, tombo nº 908, folha 33, contraiu matrimônio civil com Luíza Maria da Silva, que era nascida no dia 20 de janeiro de 1916, sendo filha de Manoel José da Silva com Maria Antônia da Conceição.
Desse casamento foram gerados dez filhos, sendo eles: Adonias Fragoso da Silva, Azarias Fragoso da Silva, Berenice Fragoso da Silva, Ananias Fragoso da Silva, Loide Fragoso do Nascimento, Laurinda Fragoso da Silva, Esdras Fragoso da Silva, Besaliel Fragoso da Silva, Diamantina Fragoso da Silva e Lindalva Fragoso da Silva.

Imagem do Presb. Jonas Fragoso e dua esposa Luiza Maria.

Imagem do Presb. Jonas Fragoso e sua esposa Luíza Maria da Silva.

Depois de casado, por volta de 1941, seguindo o mesmo destino de alguns de seus familiares que migraram para o Estado do Ceará, estabeleceu residência em Madeira Cortada, na zona rural do Município de Boa Viagem, onde já existia um pequeno núcleo de cristãos de confissão protestante.
Mais tarde, no dia 4 de março de 1944, desejando melhores condições de vida, passou a residir na localidade de Cachoeira dos Fragoso, propriedade de seu avô materno, passando a compor o quadro de membros da Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira, onde regularmente lecionava na Escola Dominical.
Nessa localidade, no dia 4 de fevereiro de 1947, em uma assembleia de membros da Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira, foi eleito um de seus presbíteros, sendo consagrado poucos dias depois pelo Rev. Paulo Moody Davidson.
Nos primeiros anos da década de 1970, desejando proporcionar melhor assistência social para si e para seus filhos, decidiu fixar residência na Rua Antônio Domingues Álvares, s/nº, no Centro da cidade de Boa Viagem, onde passou a ser comerciante.
Pouco tempo depois, no dia 11 de agosto de 1971, foi aceito como membro da Igreja Evangélica Congregacional de Boa Viagem e logo depois, no dia 24 de janeiro de 1973, foi aceito como seu presbítero.
No dia 4 de abril de 1989, de forma inesperada, partilhou com os seus filhos da dura perda de sua amada esposa e logo depois, viúvo, contraiu um novo matrimônio, dessa vez com Antônia Ferreira da Silva.
Faleceu na cidade de Fortaleza, no dia 11 de setembro de 1999, aos 78 anos de idade.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, Centro.

BIBLIOGRAFIA:

  1. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  2. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Andarilhos do Sertão: A Chegada e a Instalação do Protestantismo em Boa Viagem. Boa Viagem, CE: Premius, 2015.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, através da lei nº 818, de 22 de dezembro de 2002, uma das ruas do Bairro Ponte Nova, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.