Balduino Pereira Cavalcante

Balduino Pereira Cavalcante nasceu por volta de 1898 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de João Antônio Cavalcante e de Izabel Bahia de Sousa.
Os seus avós paternos se chamavam Manoel Nunes Cavalcante e Rita Thereza do Espírito Santo, já os maternos eram Marcolino Bahia de Sousa e Josefa Maria de Sousa.
Segundo informações existentes no livro B-03, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo 54, folha 57v, no dia 30 de setembro de 1917, contraiu matrimônio civil com Ana Lobo Cavalcante, nascida no dia 1891, sendo filha de João Alves Cavalcante e de Francisca Geracina Lobo.
Nesse mesmo dia, segundo informações existentes no livro B-05, página 69v, tombo nº 63, pertencente à secretaria da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, no oratório existente na localidade de Santa Vida, diante do Mons. José Cândido de Queiroz Lima, confirmou os seus votos em uma cerimônia religiosa.
Desse matrimônio foram gerados nove filhos, seis homens e três mulheres, sendo eles: Francisco Lobo Sobrinho, Jacinto Lobo Cavalcante, Isaias Lobo Cavalcante, Antônio Lobo Cavalcante, Geraldo Lobo Cavalcante, José Lobo Cavalcante, Raimunda Cavalcante Carneiro, Luzia Cavalcante Dantas e Terezinha Cavalcante Dantas.
Segundo informações existentes no livro C-05, pertencente à secretaria da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, página 131v, termo nº 83, no dia 19 de maio de 1962, quando se dirigia para sua propriedade, denominada de Xique-Xique, nas proximidades da Taperinha, veio a óbito depois de uma queda de cavalo.
No dia seguinte ao ocorrido, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

4 pensou em “Balduino Pereira Cavalcante

  1. Pingback: José Carneiro Dantas Filho | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Vera Lúcia Cavalcante Dantas de Sousa | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Ana Lobo Cavalcante | História de Boa Viagem

  4. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

Deixe um comentário