Pedro Eugênio Cidrão Uchôa

Pedro-Eugênio-Cidrão-UchôaPedro Eugênio Cidrão Uchôa nasceu no dia 8 de novembro de 1959 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Francisco Rosiêr Uchôa de Araújo e de Maria Azelma Cidrão Uchôa.
Os seus avós paternos se chamavam Luiz Araújo e Maria Judite Uchôa, já os maternos eram Luiz Uchôa e Almerinda Caracas Cidrão Uchôa.
No dia 17 de junho de 1963, quando estava prestes a completar 4 anos de idade, repentinamente perdeu o seu pai, que sofreu um ataque cardíaco fulminante.
Pouco tempo depois, quando chegou a sua época de estudar, foi matriculado por sua mãe em uma das turmas da Escola de Ensino Fundamental Pe. Antônio Correia de Sá, onde cursou até à 4ª série.
Nos primeiros messes de 1972, desejando conseguir melhores oportunidades de estudo e de emprego, passou a residir na cidade de Fortaleza, onde conseguiu montar um pequeno lava-jato na Rua 13 de Maio.
Mais tarde, nos primeiros anos da década de 1980, mesmo morando na capital, acompanhou de perto a projeção política de seu irmão, Marcos Luís Cidrão Uchôa, que foi conduzido para uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores, mesmo caminho tomado por seu avô paterno.
Nessa época, gerou Nayane Eugênia Cidrão.
No dia 2 de julho de 1989, participando das festividades de uma vaquejada que ocorreu no Parque de Vaquejadas e Eventos Joaquim Vieira Lima, quando trafegava pela Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, no trecho dentro do Bairro Floresta, se envolveu em um trágico acidente automobilístico que, de acordo com às informações existentes no livro C-04 do Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 2.044, folha 144, o levou a óbito na cidade de Boa Viagem, com apenas 30 anos de idade.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva, através da lei nº 558, de 22 de maio de 1992, uma das ruas do Bairro Várzea do Canto, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

5 ideias sobre “Pedro Eugênio Cidrão Uchôa

  1. Pingback: Rua Pedro Eugênio Cidrão Uchôa | História de Boa Viagem

  2. Pingback: NOVEMBRO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: JULHO | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Francisco Rosiêr Uchôa de Araújo | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Marcos Luís Cidrão Uchôa | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta