Florípes Fragoso da Silva

Florípes Fragoso da Silva nasceu no dia 5 de agosto de 1929 no Município de Pombal, que está localizado no Sertão paraibano, distante 371 quilômetros da cidade de João Pessoa, sendo filha de Daniel Fragoso Vieira e de Francisca Raquel de Freitas.
Os seus avós paternos se chamavam Manoel Maria de Jesus e Antônia Vieira de Freitas, já os maternos eram Lucas Vieira de Freitas e Raquel Vieira de Andrade.
Passou de sua infância até a sua juventude em uma propriedade pertencente aos seus avós paternos, que era denominada de Jacu, onde os seus pais e familiares conheceram a mensagem do Evangelho na perspectiva do protestantismo.
Nessa época a sua casa servia como local de encontro das reuniões religiosas, que eram dirigidas pelo Rev. Harry George Briault, pastor da Igreja Evangélica Congregacional de Campina Grande.
Mais tarde, nos últimos anos da década de 1940, os seus familiares resolveram migrar do Sertão paraibano e se estabelecer em uma localidade que é denominada de Cachoeira, na zona rural do Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.
Nessa época, no Município de Boa Viagem, participou com os seus familiares da fundação da Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira, onde o seu pai foi eleito presbítero.
Antes disso, no dia 29 de dezembro de 1946, depois de pouco tempo de namoro, contraiu matrimônio com Antônio Manoel da Silva, que nasceu no dia 8 de março de 1922, sendo filho de Manoel Ananias da Silva e de Luíza Maria de Sousa.
Desse matrimônio foram gerados quatro filhos, uma mulher e três homens, sendo eles: Joás Fragoso da Silva, Hilda Fragoso Vieira, Ezaú Fragoso da Silva e Naum Fragoso da Silva.

Imagem de Floripes Fragoso da silva e seu esposo.

Imagem de Florípes Fragoso da Silva e seu esposo.

Segundo as informações existentes no livro C-07, pertencentes ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 2.077, nº 28, faleceu em sua residência, no Município de Boa Viagem, aos 25 anos de idade, no dia 25 de dezembro de 1954.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, Centro.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, através da lei nº 818, de 22 de dezembro de 2002, uma das ruas do Bairro Ponte Nova, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.