Aniel Fragoso Vieira

Aniel Fragoso Vieira nasceu no dia 21 de fevereiro de 1940 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Manoel Fragoso Vieira e de Telmira Fragoso Vieira.
Os seus avós paternos se chamavam Bernardino Geraldo da Silva e Joana Floriano de Freitas, já os maternos eram  José da Silva Filho e Sofia Vieira de Freitas.
Na época em que nasceu o Município de Boa Viagem não dispunha de uma casa de parto, fato que obrigou aos seus pais a contar com os valiosos serviços de uma parteira na localidade de Catirina, onde passou grande parte de sua infância.

“Durante muitos anos, os únicos profissionais de saúde existentes em nossa região foram às parteiras, mulheres que normalmente recebiam esse aprendizado de forma hereditária, ou seja, a filha de uma parteira acompanhava a sua mãe no atendimento às mulheres em trabalho de parto auxiliando-a de acordo com as necessidades do momento, possibilitando, assim, após algum tempo de prática, o aprendizado para continuidade do ofício.” (SILVA JÚNIOR, 2016: A História da Saúde no Município de Boa Viagem. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/saude/. Acesso em 25 de outubro de 2016)

Nos primeiros anos da década de 1950, os seus pais passaram a residir na localidade de Cachoeira, onde possuía laços de parentesco.
Segundo informações existentes no livro B-17, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 2.980, folha 57, no dia 27 de outubro de 1959 contraiu matrimônio com Almira Fragoso Vieira, que nasceu no dia 27 de junho de 1942, sendo filha de Eleotério Manoel da Silva e de Sebastiana Fragoso da Silva.
De seu casamento foram gerados dois filhos, uma mulher e um homem, sendo eles: Aurineide Fragoso Secundino e Aminadabe Fragoso Vieira.

Imagem de Aniel e de sua esposa.

Mais tarde, no dia 27 de fevereiro de 1966, segundo ata da assembleia especial da Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira, foi eleito como um de seus diáconos, sendo consagrado poucos dias depois em um culto solene pelo Rev. Ezequiel Fragoso Vieira.
Durante alguns anos residiu com a sua família na Rua 21 de Novembro, nº 467, esquina com  a Rua Aniel Fragoso Vieira, no Bairro José Rosa, na cidade de Boa Viagem.
Nos primeiros anos da década de 1980, contando com o incentivo de um de seus irmãos, Izaac Fragoso Vieira, juntamente com Jenival Fragoso Vieira, estabeleceu-se em sociedade comercialmente em uma loja de tecidos existente na Rua Agronomando Rangel, nº 559, Centro da cidade de Boa Viagem.

Imagem de Aniel Fragoso Vieira em sua loja de tecidos.

No dia 7 de novembro de 1986, de acordo com as informações existentes no livro C-04, pertencente ao Cartório Geraldina, tombo nº 1.676, folha 52, veio a óbito na emergência do Hospital e Casa de Saúde Adília Maria de Lima, vítima de insuficiência respiratória aguda grave, quando tinha apenas 46 anos de idade.
Logo depois, o seu corpo recebeu as despedidas fúnebres que são de costume e em seguida foi conduzido pelos seus familiares ao Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

BIBLIOGRAFIA:

  1. NASCIMENTO, Cícero Pinto de. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  2. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Andarilhos do Sertão: A Chegada e a Instalação do Protestantismo em Boa Viagem. Boa Viagem, CE: Premius, 2010.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva, através da lei nº 558, de 22 de maio de 1992, uma das ruas do Bairro José Rosa, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

5 ideias sobre “Aniel Fragoso Vieira

  1. Pingback: Rua Aniel Fragoso Vieira | História de Boa Viagem

  2. Pingback: FEVEREIRO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: NOVEMBRO | História de Boa Viagem

  4. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta