Açude Raimundo Rodrigues Cavalcante

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Açude Raimundo Rodrigues Cavalcante está localizado em uma localidade que é denominada de Boqueirão, distante 5 quilômetros da vila de Boqueirão, na zona rural do Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.
Um açude, que também recebe o nome de barragem ou represa, é uma barreira artificial feita de concreto ou terra compactada, construída em rios ou riachos para a retenção de grandes quantidades de água.

A BASE LEGAL DE SUA NOMENCLATURA:

As obras de construção dessa represa foram concluídas na gestão do Prefeito Delfino de Alencar Araújo, que nunca teve a sua nomenclatura regulamentada pela Câmara Municipal de Vereadores, sendo popularmente conhecido pelo nome do proprietário da terra que permitiu a sua edificação.

A HISTÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO:

Nos últimos anos da década de 1950 o Município de Boa Viagem atravessou alguns anos de seca, sendo o pior deles em 1958, quando sertanejos famintos chegaram a se organizar para invadir e saquear o comércio da cidade.

“Em meados de abril de 1958, já declarada uma das piores secas de nosso Município, a cidade de Boa Viagem foi invadida por mais de mil flagelados a procura de alimentos. Nessa ocasião aconteceu um fato inusitado, pois o prefeito fugiu da cidade quando a turba se dirigiu ao Mercado Público. Diante desse fato o Dr. José Maria tomou à frente dos flagelados e garantiu que conseguiria alimento com os comerciantes. depois disso a onda humana faminta foi conduzida pelo destemido doutor para um local aonde se fez distribuir grande quantidade de rapadura e farinha. Os fornecedores da comida foram os comerciantes Walkmar Brasil Santos, Antônio Carneiro e João Carneiro.” (SAMPAIO DE CARVALHO, 2009: p. 4)

Alguns anos antes desse episódio, no fim da gestão do Prefeito Manoel Araújo Marinho, em uma parceria público privada entre o Governo do Estado e do Município de Boa Viagem com o proprietário da terra foi efetuado um estudo para construção de uma barragem nessa região.
No estudo foi constatado pelos técnicos que a bacia hidráulica do açude seria formada pelo montante das águas de três riachos, sendo o principal deles o que vem da Serra das Trincheiras e percorre mais de 12 quilômetros.
Mais tarde, garantido o recurso, as suas obras foram divididas em frentes de trabalho quando alguns homens ficaram responsáveis pelo desmatamento de sua bacia e outros com a construção de sua parede, que foi totalmente edificada por tração animal.
A sua construção permaneceu durante toda gestão do Prefeito Aluísio Ximenes de Aragão, contando com pequenos intervalos, sendo finalmente concluído no governo do Prefeito Delfino de Alencar Araújo.

AS CURIOSIDADES DO AÇUDE:

Uma barragem de sua importância exerce muita influência sobre a população que é abastecida por ela, gerando alegria ou comoção por ocasião de seu sangramento ou seca:

  • Os anos em que sangrou:
  1. 1960;
  2. 1994;
  3. 2004
  4. 2009;
  5. 2011.
  • Os anos em que ficou completamente seca:
  1. 2015-2016.

AS CARACTERÍSTICAS DO AÇUDE:

Essa barragem, quando foi construída, possuía estas características, sendo que algumas delas podem ter sido modificadas por conta dos anos de assoreamento.

LOCALIZAÇÃO:
Administração: Governo do Município.
Coordenadas:
Município: Boa Viagem.
Distrito: Boqueirão.
Localidade: Boqueirão.
Sistema: Banabuiú.
Rio: Rio da Cachoeira/Rio das Pedras/Rio do Juá.

HIDROLOGIA:
Bacia Hidrográfica:
Capacidade: 1.400.000 m³

BARRAGEM:
Comprimento do Coroamento:
Largura do Coroamento:
Altura Máxima:
Cota:

SANGRADOURO:
Cota:
Largura:

TOMADA D’ÁGUA:
Tipo:
Comprimento:
Diâmetro:

BIBLIOGRAFIA:

  1. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  2. SAMPAIO DE CARVALHO, José Maria. Um pouco sobre a família Carvalho. Rio de Janeiro: Texto não publicado, 2009.

2 ideias sobre “Açude Raimundo Rodrigues Cavalcante

  1. Pingback: RECURSOS HÍDRICOS | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Distrito de Boqueirão | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta