José Vieira Neto

José Vieira Neto nasceu no dia 27 de dezembro de 1926 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Luís Vieira de Sousa e de Isabel Maria de Jesus.
Os seus avós paternos se chamavam José Vieira de Sousa Filho e Lindachel Maria de Jesus, já os maternos eram Manoel Vieira de Sousa e Sabina Maria de Jesus.
Na época em que nasceu o Município de Boa Viagem não dispunha de uma casa de parto, fato que obrigou aos seus pais a contar com os valiosos serviços de uma parteira na vila de Guia, onde passou praticamente quase toda a sua existência.

“Durante muitos anos, os únicos profissionais de saúde existentes em nossa região foram às parteiras, mulheres que normalmente recebiam esse aprendizado de forma hereditária, ou seja, a filha de uma parteira acompanhava a sua mãe no atendimento às mulheres em trabalho de parto auxiliando-a de acordo com as necessidades do momento, possibilitando, assim, após algum tempo de prática, o aprendizado para continuidade do ofício.” (SILVA JÚNIOR, 2016: A História da Saúde no Município de Boa Viagem. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/saude/. Acesso em 25 de outubro de 2016)

Mais tarde, nessa localidade, tornou-se um pequeno agropecuarista e deu forte contribuição para o desenvolvimento econômico dessa região, estando registrado no Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município de Boa Viagem com o nº 1.077.
Segundo informações existentes no livro B-09, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 805, folha 66, no dia 22 de abril de 1945, aos 19 anos de idade, contraiu matrimônio com Luiza Almeida Vieira, nascida no dia 12 de agosto de 1917, sendo filha de Aureliano Epifânio de Almeida e de Marcionilia Ribeiro de Almeida.
Desse matrimônio foram gerados dez filhos, seis homens e quatro mulheres, sendo eles: Maria Vieira da Silva, Raimundo de Almeida Vieira, Osmar Almeida Vieira, Luiza Vieira da Costa, Oscar Almeida Vieira, Marta Maria Vieira Ximenes, Marly Almeida de Medeiros, Luiz Almeida Vieira, João Almeida Vieira e Marilac Almeida Vieira Araújo.
No dia 8 de dezembro de 1955, sendo oriundo de uma fervorosa família de cristãos de confissão católica, depois de alguns anos de espera, juntamente com a sua família, se dirigiu para cidade de Parnaíba, no Estado do Piauí, para assistir a ordenação sacerdotal de seu irmão, Alonso Vieira de Sousa, que passou a ser chamado de “Frei Guido”.
Pouco tempo depois, já nos últimos anos da década de 1950, deu apoio ao projeto politico de seu pai, que pleiteou por uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores:

“Na eleição municipal ocorrida no dia 3 de outubro de 1958, desejando entrar na vida pública por meio de uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores, conseguiu ser eleito vereador, desempenhando o seu mandato eletivo entre os dias 25 de março de 1959 e o dia 25 de março de 1963.” (SILVA JÚNIOR, 2015: http://www.historiadeboaviagem.com.br/luis-vieira-de-sousa/. Disponível em 28 de agosto de 2018)

Muitos anos depois, no dia 13 de setembro de 1984, segundo informações existentes no livro C-03, pertencente ao cartório Geraldina, tombo nº 1.369, folha 252, faleceu aos 57 anos de idade no Hospital Universitário Walter Cantídio, na cidade de Fortaleza, depois de enfrentar uma ferrenha luta contra um câncer em seu estômago.
Logo após o seu falecimento o seu corpo foi trazido para sua terra natal, onde recebeu as despedidas fúnebres que são de costume, sendo em seguida sepultado por seus familiares no Cemitério de Nossa Senhora da Guia, no Centro da vila de Guia, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, embora ainda sem uma legislação que a ampare, uma das ruas da vila de Guia, no Município de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

4 ideias sobre “José Vieira Neto

  1. Pingback: Rua José Vieira Neto | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Luís Vieira de Sousa | História de Boa Viagem

  3. Pingback: SETEMBRO | História de Boa Viagem

  4. Pingback: DEZEMBRO | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta