Várzea da Pedra

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Várzea da Pedra é uma localidade existente na zona rural do Município de Boa Viagem, distante pouco mais de 19 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem de Várzea da Pedra, em 2020.

Dentro da divisão politico-geográfica, em relação ao Marco Zero, essa vila está na região oeste do Município, dentro dos limites geográficos do território do Distrito de Várzea da Ipoeira.

A ORIGEM DE SEU TOPÔNIMO:

Designação toponímica classificada como complexa, a origem de sua denominação está

AS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

Em um passado bem recente essa localidade já possuía algumas casas distantes umas das outras, servindo às famílias dos trabalhadores rurais que eram moradoras das várias fazendas existentes na região, que desde essa época já viviam da criação extensiva de gado e do plantio de culturas como milho, feijão, algodão e outras nas terras que margeiam o Riacho Cabeça do Boi, onde foi represado para formação da bacia hidráulica do Açude Antônio Nunes Cavalcante.

“No ano de 1840, chegava para Várzea da Ipoeira o Sr. Antônio Nunes Cavalcante, sendo filho do Sr. Francisco Nunes, da Carnaúba. Ele foi um grande proprietário, as suas terras se estendiam desde o Domingos da Costa, Saco do Belém. Nessa época Boa Viagem pertencia à freguesia de Quixeramobim. Antônio Nunes, conhecido por Antônio Matias, veio morar na localidade com o intuito de montar uma fazenda de bovinos e caprinos. Nessa localidade gerou alguns filhos, dentre eles Delfino Matias, que foi um dos responsáveis pela construção de um açude que foi edificado usando juntas de bois para arrastar a terra.” (FRANCO & CAVALCANTE VIEIRA, 2007: p. 32)

Desde essa época, por ser ao lado da vila de Várzea da Ipoeira, os seus moradores dependem do comércio e dos equipamentos públicos e sociais existentes em seu vizinho melhor aparelhado, ocorrendo a forte possibilidade de em um futuro próximo essa localidade vir a ser um bairro dessa vila.

“Em 1850 o Sr. Antônio Nunes construiu a igreja, realizou a festa da padroeira e construiu um cemitério. Em 1912 veio a falecer, deixando as marcas de seu trabalho na localidade de Várzea da Ipoeira.” (FRANCO & CAVALCANTE VIEIRA, 2007: p. 32)

Nessa localidade, logo que o Município ganhou a sua autonomia política, destacou-se o nome de Gonçalo Nunes Leitão, que conseguiu um mandato eletivo na Câmara Municipal de Vereadores.

Imagem da Várzea da Pedra, em 2020.

AS LOCALIDADES DE SUA VIZINHANÇA:

O acesso para localidade de Várzea da Pedra, saindo da cidade de Boa Viagem, é feito por via terrestre por meio da Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, seguindo depois pelo trecho carroçável da Rodovia Estadual CE-168.

Imagem do mapa da região.

A Várzea da Pedra tem em sua vizinhança as seguintes localidades: Caraúbas, Jerusalém, Massapê, Riacho da Jurema, Rosilho e Várzea da Ipoeira.

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. PELOSI FALCÃO, Marlio Dábio. Dicionário Toponímico, Histórico e Geográfico do Nordeste. Fortaleza: Artlaser Editora e Gráfica, 2005.

Uma ideia sobre “Várzea da Pedra

  1. Pingback: Açude Antônio Nunes Cavalcante | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta