Capela de Nossa Senhora da Paz – Olho d’Água dos Facundos

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Capela de Nossa Senhora da Paz está localizada na Rua José Vieira de Freitas, s/nº, esquina com a Rua David Vieira da Silva e a Rua Belarmino Matias Carneiro, nome urbano da Rodovia Estadual CE-168, na vila de Olho d’Água dos Facundos, a sede do Distrito de Olho d’Água dos Facundos, distante 28 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Capela de Nossa Senhora da Paz

Imagem da Capela de Nossa Senhora da Paz, na vila de Olho d’Água dos Facundos, em 2009.

Essa capela está sob cuidados pastorais da Paróquia de Nossa Senhora da Guia, pertencente à Diocese de Quixadá, celebrando às festividades de sua padroeira, seguindo o calendário litúrgico, no dia 1º de janeiro.

O HISTÓRICO DE SUA CONSTRUÇÃO:

No passado, quando recebia a visita de algum padre, algo que era muito raro, as celebrações religiosas que aconteciam nessa localidade costumavam ocorrer na residência de algum de seus moradores, fato que quebrava a rotina de algumas famílias.
Essas celebrações, que eram ocasionais, costumavam ser bastante animadas por conta do grande número de pessoas que conseguiam reunir, despertando o interesse de seus moradores para construção de um local apropriado para este fim.

Imagem dessa capela por volta de 1985.

Alguns anos depois, por volta de 1949, com recursos da própria comunidade, ela foi construída durante o paroquiato do Pe. Francisco Clineu Ferreira.

“Edificada no paroquiato do Padre Francisco Clineu Ferreira, que aqui esteve de 16 de fevereiro de 1946 a 9 de abril de 1950.” (NASCIMENTO, 2002: p. 103)

Os trabalhos de arrecadação começaram e 1947 e o templo ficou com as seguintes dimensões, 6 metros de frente por 15,20 metros de fundo, tendo a capacidade para comportar 100 pessoas confortavelmente sentadas.

“Localizada bem no centro da vila de Olho d´Água dos Facundos, no Município de Boa Viagem, foi construída entre os anos de 1947 e 1950, sendo edificada em um terreno doado por Joaquim Facundo da Costa e sua esposa, Florinda Facundo da Silva.” (FRANCO & CAVALCANTE VIEIRA, 2007: p. 108)

Nos primeiros meses de 2000, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, as cercanias dessa capela receberam melhorias depois da construção da Praça Deonete Vieira da Silva, que costuma receber maior público nos dias em que ocorre atividades religiosas na comunidade.

OS DIRIGENTES DA CAPELA:

Essa humilde localidade não possui condições para manter um padre residente, mas já contou com o trabalho voluntário de vários dirigentes, sendo eles:

  1. Maria Amélia de Melo Lima.

A ESTRUTURA FÍSICA DO TEMPLO:

Para executar bem as suas atividades a Capela de Nossa Senhora da Paz possui a seguinte estrutura:

  1. Santuário: 1

A PROGRAMAÇÃO:

As atividades semanais da programação da Capela de Nossa Senhora da Paz, na vila de Olho d’Água dos Facundos, são as seguintes:

  • MISSAS:
  1. Toda 4ª Quinta-Feira do mês ⇒ 19h (noite).
  • CELEBRAÇÃO DA PALAVRA:
  1. Domingo ⇒ 19h (noite).
  • TERÇO DOS HOMENS:
  1. Segunda ⇒ 19h (noite).
  • TERÇO DA MÃE RAINHA:
  1. Todo dia 18 do mês ⇒ 19h (noite).

O CONTATO:

O canal de comunicação com a Capela de Nossa Senhora da Paz, na vila de Olho d’Água dos Facundos, é o seguinte:

  • Telefone:
  1. 88.3427-4050 (Secretaria Paroquial).

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Olho d’Água dos Facundos. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/olho-dagua-dos-facundos/. Acesso no dia 27 de fevereiro de 2020.

5 ideias sobre “Capela de Nossa Senhora da Paz – Olho d’Água dos Facundos

  1. Pingback: Paróquia de Nossa Senhora da Guia | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Pe. Francisco Clineu Ferreira | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Igreja Evangélica Congregacional de Olho d’Água dos Facundos | História de Boa Viagem

  4. Pingback: JANEIRO | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Olho d’Água dos Facundos | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta