Jaime Oliveira e Silva

Jaime Oliveira e Silva nasceu no dia 24 de outubro de 1924 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de José Lucas da Silva e de Antônia Oliveira e Silva.
No dia 18 de janeiro de 1939, com apenas 15 anos de idade, contando com o apoio do Mons. José Gaspar de Oliveira, juntamente com outros músicos da cidade, participou da fundação da 2º composição da banda filarmônica pertencente à Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem.

“Participaram dessa banda, dentre outros, os abnegados músicos: Raimundo Avelino Pinheiro, Francisco Ribeiro da Silva (Chico Doth), Sebastião Ribeiro da Silva, Franciné Ribeiro da Silva, Antônio dos Santos, João Xavier Guerreiro, Antônio Lopes de Freitas, Narsales de Oliveira, Antônio Bezerra do Vale, Luiz Ribeiro da Silva, José dos Santos (Galêgo), Raimundo Rosa, Jaime Oliveira e Silva, mais tarde Dr. Jaime Ribeiro e Hermenegildo Oliveira.” (NASCIMENTO, 2002: p. 166)

Alguns anos depois, nos últimos meses de 1959, aos 35 anos de idade, depois de muitos sacrifícios, conseguiu concluir o curso de Bacharel em Direito pela UFC, a Universidade Federal do Ceará.

Imagem da banda filarmônica da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, em 1939.

Pouco tempo depois prestou concurso público para suprir a vaga de juiz, sendo designado para comarca de Reriutaba, que está localizada na região Noroeste do Estado do Ceará.
Nessa comarca, percebendo o grande número de garotos desocupados pelas ruas, conseguiu motivá-los à pratica de esportes, entre eles o futebol.
Ainda nesse período, em um dia de terça-feira, em um momento de folga, tentou salvar um amigo que estava morrendo afogado no sangradouro do Açude Paulo Sarasate, popularmente conhecido como Araras, que tem a sua parede localizada no Município de Varjota, um Município próximo a sua comarca:

“Perecem afogados nas águas do sangradouro do Açude Araras o juiz de Direito de Reriutaba, Dr. Jaime de Oliveira e Silva e o motorista Gerardo Guilherme Sales.” (S.N.T)

Nessa ocasião, no dia 9 de abril de 1963, veio a óbito contando apenas 38 anos de idade.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, através da lei nº 139, de 12 de março de 1970, uma das ruas que se estendem pelos Bairros Centro e Vila Azul, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

4 ideias sobre “Jaime Oliveira e Silva

  1. Pingback: Rua Jaime Ribeiro | História de Boa Viagem

  2. Pingback: OUTUBRO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: ABRIL | História de Boa Viagem

  4. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta