Eu Desprometo!

EU DESPROMETO!

Eliel Rafael da Silva Júnior

O regimento da Câmara Municipal de Vereadores de Boa Viagem determina que a eleição de sua mesa diretora ocorra de dois em dois anos, sendo que a do primeiro biênio acontece poucos meses depois da eleição municipal, na “virada do ano”, e a do segundo biênio quando termina o segundo ano de seus mandatos.

Na eleição para o segundo biênio de 2006, entre os pretendentes a presidência estava o nome de Benjamim Alves da Silva, que depois de muitos anos resolveu voltar ao Poder Legislativo.
Nesse pleito interno da Câmara Municipal havia um nome forte a ser batido, que era o de Rosa Vieira Fernandes, que já acumulava a façanha de ter quatro mandatos consecutivos.
Certo dia, já próximo da eleição, depois de um acordo muito bem alinhavado, Benjamim Alves conseguiu tirar um dos votos de sua adversária, foi o voto que fez a diferença em sua vitória!
O acordo foi meticulosamente firmado com Francisco Valdeni Vieira da Silva, que cumpriu com o prometido certo de que seria o candidato da próxima eleição com o apoio de Benjamim Alves.
Tudo aconteceu como foi previamente planejado nos bastidores, Benjamim Alves quebrou a sequência de Rosa Vieira, algo em que poucos acreditavam, reassumiu o poder na Câmara Municipal depois de 31 anos distante dele.
Como tinha de acontecer os dois anos passaram, como sempre de forma muito rápida para quem está no poder, e logo chegou uma nova eleição Municipal, sendo que os envolvidos no último acordo pela presidência conseguiram ser reconduzidos aos seus mandatos.
Dois meses depois da eleição, como tinha de acontecer, uma nova escolha de mesa diretora havia de ocorrer entre os vereadores, e o Benjamim, como muitos esperavam, desejando permanecer no cargo, tratou logo de garantir os seus votos procurando inicialmente os seus últimos aliados, quando houve o seguinte diálogo com um de seus eleitores.
Disse o Benjamim: – EI FIE DUMA ÉGUA, VOTE EM MIM?!
Sério com a proposta que ouviu, o Valdeni logo respondeu: – É O QUE BENJAMIM? E O ACORDO QUE FIZEMOS NA ÚLTIMA ELEIÇÃO? VOTEI EM VOCÊ PORQUE VOCÊ PROMETEU VOTAR EM MIM NESSA!
Depois do questionamento o Benjamim abriu um largo sorriso, tirou o cigarro da boca e disse: – EU DESPROMETO!
Por fim, depois da criação dessa nova palavra, todos caíram em uma enorme gargalhada.

Uma ideia sobre “Eu Desprometo!

  1. Pingback: CRÔNICAS E POESIAS | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta