José Ferreira de Sousa

José Ferreira de Sousa nasceu no dia 1º de agosto de 1934 no Município de Monsenhor Tabosa, que está localizado na região do Sertão de Crateús, distante 306 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Sebastião Ferreira de Sousa e de Inês Pereira da Luz.
Os seus avós paternos se chamavam José Ferreira dos Santos e Maria José da Assunção, já os maternos eram José Francisco da Luz e Luzia Batista dos Santos.
Na época de seu nascimento a cidade de Monsenhor Tabosa, que era denominada pelo topônimo de “Arraial da Telha”, era um pequeno Distrito pertencente ao Município de Tamboril.

“A primeira manifestação de caráter político de Monsenhor Tabosa nasceu com a criação do Distrito de Paz, provindo da lei nº 2.011, de 6 de setembro de 1882, vinculado à jurisdição de Tamboril. Com a supressão do Município de Tamboril, conforme decreto lei nº 193, de 20 de maio de 1931, o já denominado Distrito de Telha transferiu-se para a jurisdição do Município de Santa Quitéria. Retornou à jurisdição do Município de Tamboril, quando da restauração deste, conforme decreto lei nº 1.156, de 4 de dezembro de 1933, com a denominação de Arraial da Telha. Vale ressaltar, no entanto e a título de melhores esclarecimentos, que o locativo Telha nada tem com a produção ceramista, a exemplo de outro Distrito de igual nome (Iguatu). Trata-se, segundo tradição oral, do fato de terem sido encontrados, quando da edificação da capela, remanescentes de uma antiga olaria, além de resíduos probatórios desse tipo de cerâmica. A sua elevação à categoria de Vila provém do decreto lei nº 169, de 31 de março de 1938, e à categoria de Município na forma da lei nº 1.153, de 22 de novembro de 1951, tendo sido instalado a 25 de março de 1955.” (SNT)

Aos cinco anos de idade, juntamente com os seus familiares, passou a residir na localidade de Serrinha dos Pulu, dentro dos limites geográfico do Município de Boa Viagem, onde o seu pai adquiriu uma propriedade.
Durante os seus anos de adolescência e juventude, trabalhando na agricultura com o seu pai, adquiriu um forte tino para o comércio realizando a compra e a venda de algodão e de pequenos animais.
Aos 17 anos de idade contraiu matrimônio com Maria Marina da Silva Sousa, nascida em 1937, sendo filha de Antônio Cândido Filho e de Carminha Monteiro de Sousa.
Desse matrimônio foram gerados cinco filhos, dois homens e três mulheres, sendo eles: Francisca Ivone de Sousa, José Ferreira de Sousa Filho, Antônio Vileide de Sousa, Maria Vanderlúcia de Sousa e Maria Vanderli de Sousa.
No dia 28 de janeiro de 1963, sem assistência médica, juntamente com os seus familiares, foi surpreendido pelo inesperado falecimento de sua esposa, que veio a óbito aos 26 anos de idade depois de um difícil trabalho de parto.
Antes disso, juntamente com a sua esposa e filhos, passou a residir na vila de Guia, onde mantinha um pequeno comércio e uma propriedade na localidade Ponta da Serra investindo na agricultura e na pecuária.
Pouco tempo depois, no dia 27 de julho de 1963, segundo informações existentes no livro B-19, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 3.812, folha 148v, contraiu matrimônio com Francisca Pereira de Sousa, nascida no dia 4 de março de 1946, sendo filha de Pedro Francisco da Luz e de Joana Pereira da Luz.
Do segundo matrimônio foram gerados três filhos, dois homens e uma mulher, sendo eles: João Bosco Pereira de Sousa, Pedro Pereira de Sousa e Raquel Pereira de Sousa.

Imagem de José Ferreira de Sousa ao lado de um de seus filhos e de sua segunda esposa.

Nos últimos anos da década de 1980, desejando expandir os seus negócios, resolveu investir no ramo de construção civil edificando algumas unidades habitacionais na cidade de Boa Viagem, que foram posteriormente negociadas com a Caixa Econômica Federal.
Muitos anos depois, no dia 28 de novembro de 2006, conforme as informações existentes no livro C-06, pertencentes ao Cartório Geraldina, tombo nº 4.844, folha 244v, faleceu na cidade de Boa Viagem, aos 72 anos de idade, vítima de ataque cardiaco.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério de Nossa Srª da Guia, que está localizado no Centro da vila de Guia, s/nº, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, através da lei nº 985, de 19 de dezembro de 2007, uma das ruas do Bairro Vila Azul, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

4 ideias sobre “José Ferreira de Sousa

  1. Pingback: Rua José Ferreira de Sousa | História de Boa Viagem

  2. Pingback: AGOSTO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

  4. Pingback: NOVEMBRO | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta