Capela de Nossa Senhora das Graças – Boa Esperança

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Capela de Nossa Senhora das Graças, na localidade de Boa Esperança, está dentro dos limites geográficos do Distrito de Boqueirão, ficando distante pouco mais de 47 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Capela de Nossa Senhora das Graças em 2013.

Imagem da Capela de Nossa Senhora das Graças, em Boa Esperança, em 2013.

Essa pequena capela está sob os cuidados da Paróquia de Nossa Senhora da Guia, pertencente à Diocese de Quixadá, que anualmente, seguindo o calendário litúrgico da Igreja Romana, celebra às festividades de sua padroeira no dia 27 de novembro.

“Nossa Senhora das Graças é uma invocação especial pela qual é conhecida a Santíssima Virgem Maria, também invocada com a mesma intenção sob o nome de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa e Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças.”

O HISTÓRICO DE SUA CONSTRUÇÃO:

No passado, quando recebia a visita de algum padre, as celebrações religiosas que aconteciam nessa localidade costumavam ocorrer na residência de algum de seus moradores, funcionando durante muito tempo dentro da Escola de Ensino Fundamental Marcelo Facundo Carneiro até que, nos últimos meses de 2001, no paroquiato do Pe. José Adauberto de Lima, com recursos recolhidos na própria comunidade, ela começou a ser edificada.

“O festejo acontece na Capela de Boa Esperança, no primeiro e no último dia da festa. É feito com a imagem da padroeira passando em frente a todas as casas da comunidade e com o povo cantando músicas em seu louvor. Os festejos começaram no dia 17 de novembro de 2000 pelos habitantes da comunidade, que forma incentivados pelo Pe. José Adauberto, que mostrou o valor e a importância social da festa, tendo como propósito inicial a edificação da capela, que até esse tempo aconteciam no grupo escolar.” (FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. 2007: p. 65)

Nesse período, por volta de 1966, o catecismo era regularmente ensinado na residência da Srª Maria da Conceição Severo, que teve o seu corpo velado no dia 27 de fevereiro de 2003, ocasião em que ocorreu o primeiro ofício religioso celebrado pelo Pe. Francisco Wilson Ferreira da Silva.
Antes disso, no dia 3 de julho de 1989, foi implantado um conselho comunitário que na pauta de suas ações incluiu arrecadar fundos para edificação de uma capela tendo sido Pedro Damião Severo o seu primeiro presidente.
Ao ser construída a nave do templo ficou com 6 ½ metros de frente por 14 metros de fundo, própria para comportar 54 pessoas sentadas em uma propriedade gentilmente doada pela Srª Maria da Conceição Severo.

OS DIRIGENTES DA CAPELA:

Essa humilde localidade não possui condições para manter um padre residente, mas já contou com o trabalho voluntário de vários dirigentes, sendo eles:

  1. Maria Eulália Facundo de Sousa.

A ESTRUTURA FÍSICA DO TEMPLO:

Para executar bem as suas atividades a Capela de Nossa Senhora das Graças possui a seguinte estrutura:

  1. Banheiro: 1
  2. Sacristia: 1
  3. Santuário: 1

A PROGRAMAÇÃO:

As atividades semanais da programação da Capela de Nossa Senhora das Graças, na localidade de Boa Esperança, são as seguintes:

  • MISSAS:
  1. Toda 4ª Quinta-Feira do mês ⇒ 19h (noite).
  • CELEBRAÇÃO DA PALAVRA:
  1. Domingo ⇒ 19h (noite).
  • TERÇO DOS HOMENS:
  1. Segunda ⇒ 19h (noite).
  • TERÇO DA MÃE RAINHA:
  1. Todo dia 18 do mês ⇒ 19h (noite).

O CONTATO:

O canal de comunicação com a Capela de Nossa Senhora das Graças, na localidade de Boa Esperança, é o seguinte:

  • Telefone:
  1. 88.3427- 4050 (Secretaria Paroquial).

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Boa Esperança. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/boa-esperanca-boqueirao/. Acesso no dia 27 de fevereiro de 2020.

2 ideias sobre “Capela de Nossa Senhora das Graças – Boa Esperança

  1. Pingback: Paróquia de Nossa Senhora da Guia | História de Boa Viagem

  2. Pingback: NOVEMBRO | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta