João Guerreiro de Brito e Silva

João Guerreiro de Brito e Silva nasceu no Município de Quixeramobim, que está localizado no Sertão Central do Estado do Ceará, distante 203 quilômetros da cidade de Fortaleza.
Mais tarde, na gestão do Presidente Lafayette Rodrigues Pereira, através da lei nº 1.128, de 21 de novembro de 1864, a Assembleia Legislativa do Ceará decidiu conceder autonomia política para o povoado de Boa Viagem, até então pertencente ao Município de Quixeramobim.
O passo seguinte dessa importante ação foi a definição dos seus limites geográficos, o cadastro de seus eleitores e a organização da primeira eleição municipal, onde ficou em uma das suplências da Câmara Municipal de Vereadores do Município de Boa Viagem.
Os jornais de sua época o descrevem como proprietário rural, possuidor da patente de coronel da Guarda Nacional e acusado de ter cometido um homicídio.

BIBLIOGRAFIA:

  1. CAVALCANTE MOTA, José Aroldo. História Política do Ceará (1889-1930). Fortaleza: ABC, 1996.
  2. IBGE. Histórico do Município de Boa Viagem. Disponível em http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=230240&search=ceara|boa-viagem|infograficos:-historico. Acesso no dia 13 de julho de 2017.
  3. PEIXOTO, João Paulo M. & PORTO, Walter Costa. Sistemas Eleitorais no Brasil. Brasília: Instituto Tancredo Neves, 1987.
  4. VIEIRA JÚNIOR, Antônio Otaviano. Entre Paredes e Bacamartes. História da Família no Sertão (1780-1850). Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2004.

2 pensou em “João Guerreiro de Brito e Silva

  1. Pingback: Administração de 1869 – 1873 | História de Boa Viagem

  2. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

Deixe um comentário