Frei Jacinto de Santa Ana

Jacinto de Santa Ana, que possivelmente era de nacionalidade portuguesa, foi um religioso franciscano da ordem dos frades menores que exerceu o seu ministério na Capitania do Ceará.
Em 1829, cumprindo as ordens de seu bispo, distribuiu sacramentos ao povo na Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem, que está localizada na povoação de Boa Viagem, no Sertão de Canindé, que antes era conhecida pelo topônimo de “Cavalo Morto”.
Pouco tempo depois, em alguns registros eclesiásticos, feitos em 20 de fevereiro de 1834, encontramo-lo como pároco em Messejana, tendo assinado os seus últimos assentos paroquiais em 1837.

“Etimologicamente o topônimo Messejana originou-se do árabe masjana, que significa “prisão” ou “cárcere”, sendo o nome de uma aldeia em Portugal… Antes das chegada dos portugueses com as missões militares e religiosas, neste local habitavam os índios potiguaras, segundo o relato do navegador Jan Baptist Siyns, que, em 1600, foi recebido por estes índios… Os jesuítas foram responsáveis pela urbanização de Messejana. Por exemplo: eles construíram a primeira capela neste local, capela esta que, em 1° de outubro de 1871, foi elevada à categoria de paróquia. A base da atual Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição foi feita no local da capela original. No dia 1º de janeiro de 1760 foi fundada a “Vila Nova de Messejana da América”, após a expulsão dos jesuítas do Brasil na era Pombalina, em 1759. Nos séculos XVII, Messejana viveu de progresso e teve uma importante função econômica dentro do Ceará, pois ser viu de via de seu escoamento de gado na época da carne de sol e charque. Deste período, ainda existem vestígios da Estrada Parangaba-Messejana (hoje “Paranjana”) e a “Estrada do Fio”. Mais tarde, no século XIX, esta foi uma das vias de escoamento do algodão vindo das regiões Jaguaribana e do Sertão Central. O algodão era exportado pelo Porto de Fortaleza.” (WIKIPÉDIA, 2000: Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Messejana_(Fortaleza). Acesso no dia 21 de fevereiro de 2021)

Entre 1841 e 1842 esteve como vigário interino de Fortaleza, quando veio a óbito no dia 3 de novembro de 1842, segundo Barroso (2004: p. 175) “O termo de óbito di-lo ‘com 50 anos, pouco mais ou menos'”.

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A. & CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVEIRA, Aureliano Diamantino. Ungidos do Senhor na Evangelização do Ceará (1700 a 2004). 2º v. Fortaleza: Premius, 2004.
  4. WIKIPÉDIA. Messejana. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Messejana_(Fortaleza). Acesso no dia 21 de fevereiro de 2021.

2 ideias sobre “Frei Jacinto de Santa Ana

  1. Pingback: Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem | História de Boa Viagem

  2. Pingback: NOVEMBRO | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta