Trapiá dos Lobos

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Trapiá dos Lobos, ou simplesmente Trapiá, é uma pequena localidade existente na zona rural do Município de Boa Viagem, distante 17 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem dos principais equipamentos públicos existentes no povoado, em 2019.

Dentro da divisão politico-geográfica, em relação ao Marco Zero, essa localidade está na região oeste do Município, dentro dos limites do Distrito de Ipiranga.

A ORIGEM DE SEU TOPÔNIMO:

Designação toponímica classificada como simples, indica o nome próprio de uma árvore existente em abundância em nossa região.
A palavra Trapiá é de origem indígena, possuindo dois significados, o primeiro deles, sendo derivada do vocábulo “TARAPYÁ”, que significa “os testículos”, possivelmente fazendo referência ao formato dos frutos da árvore que tem o seu nome; já o segundo, pode significar “fruto de papagaio”, podendo também estar ligada ao nome popular do fruto silvestre da árvore Gallesia Scorodendron, uma planta da família das Caparidáceas existente em abundância nessa região, que costuma atrair muitas aves.

Imagem da árvore que dá nome para localidade.

Nos primeiros anos da década de 1980, por conta dos trabalhos executados pela EMATERCE, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará, a localidade de Trapiá passou por algumas divisões em seu território, surgindo outras nomenclaturas utilizando principalmente o nome de possessões familiares ou seus derivados, sendo eles: Trapiá, Trapiá dos Lobos e Trapiazeiro.

AS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

Em um passado distante, já no século XVIII, quando começou a ser povoada, essa região era conhecida pelo topônimo de Fazenda Almas, pois estava dentro do perímetro dessa propriedade.
Mais tarde, conforme informações existentes no PPP de sua escola, o Projeto Político Pedagógico, quando começou a ocorrer a partilha dos herdeiros dessa fazenda, de forma gradativa, os seus novos proprietários foram construindo as suas casas, admitindo também que em suas proximidades os moradores edificassem as suas residências.

“A localidade de Trapiá foi fundada por volta de 1900, por João Rezende de Oliveira e Ana Rodrigues de Oliveira, que construirão sua casa em frente a uma árvore, conhecida popularmente por Trapiá, daí surgiu o nome da localidade.  Com passar dos anos, foi aumentando o número de pessoas que aqui chegavam e fixaram residências. Devido esse crescimento surgiu a necessidade de uma escola, pois as crianças estudavam na casa da Profª. Sérgia Oliveira Barros. A população reivindicou junto às autoridades competentes a construção de um grupo escolar, grupo este que foi denominado Francisco Lobo Cavalcante. O grupo foi construído em 1972.”

Nos últimos anos da década de 1960, diante do fato dessa localidade ser cortada por uma movimentada estrada, houve o despertamento comercial do Agropecuarista Francisco Lobo Cavalcante em investir na abertura de uma pequena mercearia, que se tornou referência e ponto de encontro dos viajantes que iam ou vinham da cidade.

Imagem dessa localidade no fim da década de 1960.

Mais tarde, como dito anteriormente, nos primeiro anos da década de 1980, para diferir do antigo endereço, recebeu um novo fracionamento por conta dos principais núcleos familiares existentes na região, sendo eles os Lobo e os Martins.
Ainda nessa época, por volta de 1989, essa localidade, onde os seus moradores vivem da agricultura e da pecuária, recebeu a instalação de energia elétrica feita pela COELCE, a Companhia Energética do Ceará.

AS LOCALIDADES DE SUA VIZINHANÇA:

O acesso para localidade de Trapiá dos Lobos é feito por via terrestre através de uma rodovia municipal, que lamentavelmente não possui um número para facilitar a sua identificação.

Imagem do mapa da região.

O Trapiá dos Lobos tem em sua vizinhança as seguintes localidades: Almas, Cachoeirinha, Sabonete, Trapiá dos Martins, Trapiazeiro e Tourão.

OS EQUIPAMENTOS EXISTENTES NA LOCALIDADE:

Na localidade de Trapiá dos Lobos os seus habitantes possuem alguns equipamentos para facilitar as suas vidas, bem como a de sua vizinhança, sendo eles:

  1. Escola de Ensino Fundamental Francisco Lobo Cavalcante;
  2. A Praça do Trapiá;
  3. Posto da Saúde.

BIBLIOGRAFIA:

  1. BRAGA, Renato. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Ceará. v. 1º. Fortaleza: Imprensa Universitária do Ceará, 1964.
  2. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.