Raimunda da Cunha Ramos

Raimunda da Cunha Ramos nasceu no dia 17 de dezembro de 1900 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filha de João de Deus da Cunha Ramos e de Rosa Emília da Conceição.
No ano seguinte, no dia 22 de julho, seguindo o costume da confissão religiosa de seus pais, recebeu o batismo na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem pelas mãos do Mons. José Cândido de Queiroz Lima.
Alguns anos depois, no dia 28 de dezembro de 1909, segundo informações existentes no livro C-01, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, folha 4v, tombo nº 5.440, o seu pai faleceu ainda jovem, com apenas 40 anos de idade, vítima de gripe, em sua propriedade, na Várzea do Canto.
Mais tarde, de acordo com informações existentes no livro B-06, pertencente à secretaria da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, tombo nº 87, folha 17v, aos 22 anos de idade, no dia 5 de novembro de 1922, também diante do Mons. José Cândido de Queiroz Lima, contraiu matrimônio com Manuel Viana de Sousa, nascido no dia 10 de julho de 1898, sendo filho de João Viana de Sousa e de Felizalvina Batista de Sousa.

Imagem de Raimunda da Cunha Ramos.

Mais tarde, no dia 7 de maio de 1964, segundo informações existentes no livro C-10, pertencente ao Cartório Geraldina, folha 44, tombo nº 3.794, partilhou com os seus familiares da morte de sua mãe, que veio a óbito aos 96 anos de idade.
Segundo informações existentes no livro C-12, pertencente ao Cartório Geraldina, tombo nº 5.440, folha 4v, faleceu no Hospital e Casa de Saúde Adília Maria de Lima, na cidade de Boa Viagem, no dia 17 de fevereiro de 1975, aos 75 anos de idade.
Logo após o seu falecimento, depois das formalidades fúnebres que são de costume, o seu corpo foi levado ao mausoléu da família existente no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

Imagem do corpo de Raimunda da Cunha Ramos em seu velório.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva, através da lei nº 559, de 5 de junho de 1992, uma das ruas que se estendem pelo Bairro Padre Paulo e o Bairro Várzea do Canto, na cidade de Boa Viagem, recebeu a sua nomenclatura.

5 pensou em “Raimunda da Cunha Ramos

  1. Pingback: Rua Raimunda da Cunha Ramos | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Eliézio Viana de Sousa | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Maria José Ribeiro de Sousa | História de Boa Viagem

  4. Pingback: DEZEMBRO | História de Boa Viagem

  5. Pingback: FEVEREIRO | História de Boa Viagem

Deixe um comentário