Centro de Abastecimento Municipal Walkmar Brasil Santos

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Centro de Abastecimento Municipal Walkmar Brasil Santos estava localizado na Rua Teófilo Amaro, s/nº, esquina com a Rua José Leorne Leitão, no Centro da cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Mercado Público Municipal Walkmar Brasil Santos.

Imagem do Centro de Abastecimento Municipal Walkmar Brasil Santos, em 2010.

Esse equipamento público, pertencente do Governo Municipal, era gerenciado pela Secretaria da Agricultura e Pecuária.

A BASE LEGAL DE SUA NOMENCLATURA:

O Centro de Abastecimento Municipal Walkmar Brasil Santos teve a sua nomenclatura regulamentada na gestão do Prefeito Dr. Francisco Vieira Carneiro, o Major Carneiro, através da lei nº 228, de 1º de agosto de 1975.

 A HISTÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO E FINALIDADE:

Essa importante ferramenta para organização do comércio de alimentos no Centro da cidade foi construída na administração do Prefeito Dr. Francisco Vieira Carneiro, recebendo como patrono o nome do comerciante Walkmar Brasil Santos.
Ele foi planejado com a finalidade de ser o centro de abastecimento de produtos hortifrutigranjeiros da cidade de Boa Viagem, mas ao longo de sua existência nunca conseguiu atingir o seu propósito por conta da mudança ou falta de foco dos governos que lhe sucederam.

“Nos últimos meses de 1976, na gestão do Prefeito Dr. Francisco Vieira Carneiro, o Major”, esse mercado recebeu uma pequena reforma, quando os comerciantes de carne e produtos hortifrutigranjeiros foram transferidos para o Centro de Abastecimento Walkmar Brasil Santos. Nessa reforma as suas portas de madeira foram trocadas por portas de ferro, sendo finalmente concluída na gestão do Prefeito Benjamim Alves da Silva.” (SILVA JÚNIOR, 2017: Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/mercado-publico-municipal-jesse-alves-da-silva/. Acesso no dia 23 de maio de 2020)

Quando passou a funcionar, recebendo os comerciantes desse setor que expunham os seus produtos no Mercado Público Municipal Jessé Alves da Silva, o Governo Municipal até procurou organizar esse local por meio da lei municipal nº 238, de 22 de novembro de 1975, mas não obteve o êxito esperado:

“Art. 1º – Fica o Chefe do Executivo Municipal autorizado a cobrar luvas dos pontos comerciais e dos box’s do mercado municipal e do centro de abastecimento, dos pretendentes locatários, mediante licitação”.

Mesmo com a edição dessa lei a central de abastecimento não conseguiu atrair novos comerciantes e nem o público desejado, algo compreendido em nossos dias pelos seguintes fatos:

  1. Faltou incentivo do Governo Municipal para que os produtores fossem os próprios vendedores, tirando o intermediário e diminuindo o tamanho da cadeia de custos, algo que  geraria reflexos no preço final dos produtos;
  2. Faltou regulamentação municipal para organizar o comércio do centro da cidade, especialmente na concessão de alvarás, onde muitas calçadas ainda são utilizadas para venda desses produtos;
  3. Faltou fiscalização do Governo Municipal, especialmente da secretaria responsável pela vigilância sanitária nos comércios do Centro da cidade;
  4. O Governo Municipal não insistiu na criação de um novo hábito para população da cidade;
  5. O Governo Municipal promoveu pouco investimento na divulgação do propósito daquele local.

Mesmo assim, enfrentando um baixo movimento, durante muitos anos alguns pequenos comerciantes ainda insistiram vendendo peixe e carne em seus boxes.
Sobre os hábitos alimentares de nossa população, algo que deve ser mencionado e que está diretamente ligado a inutilização desse local, é que só passou por modificações depois que os comerciantes da cidade despertaram para buscar produtos não produzidos em nossa região na CEASA, a Central de Abastecimento do Ceará, na cidade Fortaleza.

“CEASA é a sigla e denominação popular das centrais de abastecimento, que são empresas estatais ou de capital misto destinadas a promover, desenvolver, regular, dinamizar e organizar a comercialização de produtos da hortifruticultura a nível de atacado em uma região de ação. As Ceasas surgiram no Brasil ao final da década de 1960, quando o Governo Federal identificou um grande estrangulamento no sistema de comercialização de hortigranjeiros no país. Para a sua implantação, buscou-se ajuda de organismos internacionais como a FAO – Órgão das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, e também se baseou na experiência de outros países em técnicas de planejamento, construção e operação de mercados atacadistas. Com a parceria dos governos estaduais e municipais, foram construídas Ceasas nas principais capitais do país. Os comércios de hortifrutigranjeiros são alugados pelas Ceasas às empresas privadas, na forma de licitação, e cada armazém é denominado “BOX”. No Ceasa do Distrito Federal existem vários destes boxes, havendo nele também uma área em que pequenos comerciantes montam bancas e comercializam seus produtos.” (WIKIPEDIA; Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/CEASA. Acesso no dia 23 de maio de 2020)

O curioso sobre esse assunto é que alguns desses produtos são produzidos aqui e encaminhados para lá, e os comerciantes daqui vão buscar lá os produtos produzidos aqui, algo que interfere em seus preços.
Algum tempo depois, por volta de 2005, percebendo a sua inutilidade, na gestão do Prefeito José Vieira Filho, o Mazinho, a prefeitura resolveu utilizar também esse local como depóssito e marcenaria, onde durante algum tempo confeccionou urnas fúnebres para atender pessoas de baixa renda.
Mais tarde, em outubro de 2012, na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, parte do Mercado Público Municipal Walkmar Brasil Santos teve a sua finalidade modificada, aonde passou a funcionar o Centro de Referência da Mulher Francisca Ivani Citó Ramalho.

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Mercado Público Municipal Jessé Alves da Silva. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/mercado-publico-municipal-jesse-alves-da-silva/. Acesso no dia 23 de maio de 2020.
  4. WIKIPEDIA. CEASA. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/CEASA. Acesso no dia 23 de maio de 2020.