Isabel Rodrigues dos Reis

Isabel Rodrigues dos Reis nasceu em 1855 no Município de Quixeramobim, que está localizado no Sertão Central do Estado do Ceará, distante 203 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filha de João Francisco Oliveira e de Delfina Reis Oliveira.
No dia 25 de novembro de 1875, segundo informações existentes no livro B-01, pertencente à secretaria da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, diante do Pe. Francisco Ignácio da Costa Mendes, contraiu matrimônio religioso com João Amaro da Costa, que nasceu por volta de 1841, sendo filho de Amaro José Benevides e de Clarinda Maria da Conceição.
Desse matrimônio foram gerados vários filhos, dentre eles destacamos: João Amaro da Costa Filho, Theóphfilo da Costa Oliveira, José Amaro da Costa, Collecto da Costa Oliveira, Manuel Amaro de Oliveira, Antônio Amaro Bezerra, Teodoro Amaro de Oliveira, Atanásio Amaro Bezerra, Joaquim Amaro Bezerra, Francisca Juliana da Conceição, João Evangelista Amaro de Oliveira, Lúcia Amaro da Costa, Maria Amaro Bezerra, Engrácia Francisca de Oliveira e Inácio Amaro de Oliveira.
Durante muitos anos residiu com a sua família em uma localidade denominada de Jantar, onde o seu esposo era agropecuarista.
No dia 28 de agosto de 1914, juntamente com os seus familiares, partilhou a perda de seu estimado esposo, que faleceu em sua propriedade aos 73 anos de idade.
Segundo informações existentes no Livro C-02, pertencente ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 641, página 59v, faleceu aos 85 anos de idade no dia 15 de setembro de 1940.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, teve o seu corpo sepultado em um mausoléu da família que existe no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado da Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.

BIBLIOGRAFIA:

  1. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  2. PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA BOA VIAGEM. Livro de registro dos casamentos. 1863-1886. Livro B-01. Página 135v.

HOMENAGEM PÓSTUMA:

  1. Em sua memória, nos últimos meses de 2019, alguns dos seus descendentes investiram esforços na edificação de um busto, que foi colocado na Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, no Centro da cidade de Boa Vigem.