História do Distrito de Boqueirão

A FORMAÇÃO HISTÓRICA E POLÍTICA DO DISTRITO:

O Distrito de Boqueirão é o conjunto de pouco mais de vinte e nove comunidades rurais que anteriormente pertenciam aos Distrito de Boa Viagem e Ibuaçu, tendo sido criado na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef através da lei municipal nº 774, de 11 de outubro de 2001.

Imagem da placa de identificação da vila, em 2012.

Com a criação desse Distrito o povoado de Boqueirão, por sua maior capacidade de desenvolvimento econômico e social, foi elevado à condição de vila e deu nome ao Distrito.

“Distrito do Município de Boa Viagem-CE, criado pela lei municipal nº 774, de 11 de outubro de 2001, constituindo-se por parte dos Distritos sede e Ibuaçu, e com sede no povoado de igual nome, então elevado à condição de vila.” (PELOSI FALCÃO, 2005: p. 131)

Depois da criação desse Distrito, por meio da lei nº 776, do 11 de outubro de 2001, a vila ficou com a seguinte delimitação:

“Tem como ponto inicial a foz do Riacho Boqueirão, no Rio dos Cachorros, ou Conceição, até confrontar com a casa de Francisco André do Nascimento; Deste ponto, em reta para casa  de Francisco André do Nascimento (inclusive), deste ponto, segue em outra reta para casa de Luís André do Nascimento (inclusive); Daí, segue em reta para o rumo Sul até o Riacho do Boqueirão; Daí, segue por este riacho até a sua foz, o ponto inicial.”

Quanto aos primeiros habitantes dessa vila o livro “Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender” nos dá a seguinte informação:

“Em meados do século XIX, estabeleceram-se na faixa das terras compreendidas entre o Rodeador e Lagoa do Senador, os irmãos João e Luís da Cruz Nascimento. Em 1877, ano em que aquela terra foi assolada por uma terrível seca, Luís André, como era conhecido, migrou para as bandas do Amazonas, deixando a então Fazenda Bom Jardim sob os cuidados do seu irmão, e nunca mais voltou.” (FRANCO & CAVALCANTE VIEIRA, 2007: p. 24)

A ETIMOLOGIA DE SEU TOPÔNIMO:

A palavra Boqueirão, no Brasil, é um termo muito comum que serve para designar um acidente geográfico, e no Dicionário Aurélio diz o seguinte:

“Boqueirão é uma abertura numa encosta marítima, rio ou canal. É uma abertura tipo garganta cavada pelo rio entre duas serras, um vale profundo cavado por um rio, que é considerado como um local feito pela natureza e propício para uma barragem.”

O topônimo desse Distrito está historicamente relacionado a existência de uma cerca entre as Serras da Lagoa e da Tapera, sobre esse assunto o livro “Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender” tem as seguintes informações:

“Entre as Serras da Lagoa e da Tapera, existia uma cerca de tranças que as separava e era conhecida como o boqueirão da serra; daí a origem do nome da localidade.” (FRANCO & CAVALCANTE VIEIRA, 2007: p. 24)

BIBLIOGRAFIA:

  1. BRAGA, Renato. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Ceará. v. 1º. Fortaleza: Imprensa Universitária do Ceará, 1964.
  2. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  4. PELOSI FALCÃO, Marlio Flávio. Dicionário Toponímico, Histórico e Geográfico do Nordeste. Fortaleza: Artlaser Editora e Gráfica, 2005.

20 ideias sobre “História do Distrito de Boqueirão

  1. Pingback: Distrito de Boqueirão | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Unidade Básica da Saúde Luiz Gonzaga Rodrigues | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Unidade Básica da Saúde Jacob Angelim de Sousa – vila de Domingos da Costa | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Luiz Gonzaga Rodrigues | História de Boa Viagem

  5. Pingback: Eliel Rafael da Silva | História de Boa Viagem

  6. Pingback: Unidade Básica da Saúde Raimundo Rodrigues Cavalcante – Vila de Boqueirão | História de Boa Viagem

  7. Pingback: Unidade Básica da Saúde – Vila de Ipiranga | História de Boa Viagem

  8. Pingback: Praça Enoque Antero da Silva – Vila de Boqueirão | História de Boa Viagem

  9. Pingback: Praça da Vila de Boqueirão | História de Boa Viagem

  10. Pingback: Praça Maximiano Ribeiro Francelino – Vila de Águas Belas | História de Boa Viagem

  11. Pingback: Delfina Alves de Sousa | História de Boa Viagem

  12. Pingback: Manuel Magalhães Gomes | História de Boa Viagem

  13. Pingback: João Rodrigues da Silva | História de Boa Viagem

  14. Pingback: Eunice Antero Rodrigues | História de Boa Viagem

  15. Pingback: Salomé Antero de Oliveira | História de Boa Viagem

  16. Pingback: Maria da Penha Silva | História de Boa Viagem

  17. Pingback: Eliel Rafael da Silva Júnior | História de Boa Viagem

  18. Pingback: Açude Raimundo Rodrigues | História de Boa Viagem

  19. Pingback: Açude dos Pereiros | História de Boa Viagem

  20. Pingback: Açude da Poldrinha | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta