Distrito de Massapê dos Paés

1. A SUA CARACTERIZAÇÃO GEOGRÁFICA:

A área territorial do Município de Boa Viagem está dividida em 13 Distritos, e a extensão que compreende o Distrito de Massapê dos Paés é detentor de características particulares que o tornam diferente dos demais.

Imagem do centro da vila de Massapê dos Paés, em 2016.

Sobre essa divisão político-administrativa do Município, que está claramente exposta em sua Lei Orgânica, podemos compreender o seguinte:

“Art. 3º – O Município integra a divisão político-administrativa do Estado, podendo ser dividido em Distritos, criados, organizados ou suprimidos por Lei Municipal, observada a legislação estadual e o dispositivo nesta Lei Orgânica.
Parágrafo Único – A sede do Município tem categoria de cidade e dá-lhe o nome; a do Distrito tem categoria de vila”.

Esse Distrito foi criado na gestão do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, através da lei nº 761, de 4 de setembro de 2001, que diminuiu o território do Distrito de Ibuaçu. De acordo com essa lei o Distrito de Massapê dos Paés ficou com a seguinte delimitação:

Com o Distrito de Ibuaçu – Começa no cruzamento da estrada de Olho d’Água/Belo Horizonte, com o limite intermunicipal com Madalena; daí segue nesta estrada até a estrada Lages dos Sousa/Ibuaçu; daí segue por esta estrada até a estrada Ibuaçu/Jacampari, na localidade de Santo Antônio dos Andrés; daí, segue nesta estrada até o divisor de águas da serra da Guia, limite intrdistrital com Jacampari.
Com o Distrito de Jacampari – Começa no final da linha anterior e segue pelo divisor de águas até a nascente do riacho do Miguel, segue ainda pelo mesmo divisor de águas, na direção do limite intermunicipal com Santa Quitéria; daí, segue pelo limite intermunicipal, na direção norte-nordeste acompanhando este limite até o ponto inicial”.

A vila desse Distrito, de acordo com a lei nº 762, de 4 de setembro de 2001, ficou com a seguinte delimitação:

“Parágrafo Único: Tem como ponto inicial o cruzamento da estrada Massapê dos Paés/Santa Quitéria com o Rio Conceição, ou dos Cachorros; deste ponto segue pelo Rio Conceição até confrontar com a casa do Geraldo Carmem; daí, em reta para a casa citada (inclusive); de onde segue em reta para a casa de José Rodrigues da Silva (Cauna), (inclusive); desta, em reta, para o sangradouro do Açude Novo; dai em reta para a casa de José de Castro, (inclusive); daí segue em outra reta ao rumo Norte, até o Rio Conceição, daí segue por este Rio até o ponto inicial”.

1.1 Os Aspectos Gerais:
1.1.1 Hemisfério: Ocidental.
1.1.2 Continente: Americano.
1.1.3 Subcontinente: Sul-Americano.
1.1.4 Região Sócio-econômica: América Latina.
1.1.5 Pais: Brasil.
1.1.6 Região: Nordeste.
1.1.7 Estado: Ceará.
1.1.8 Município: Boa Viagem.
1.1.9 Região Administrativa: 12ª.
1.1.10 Microrregião: Sertão do Quixeramobim.
1.1.11 Mesorregião: Sertões Cearenses.
1.1.12 Zona Fisiológica: Sertão de Canindé.
1.1.13 Topônimo: Massapê dos Paés.
1.1.14 Código de Endereço Postal (CEP): 63.870-000.
1.1.15 Código de Área (DDD): 88.
1.1.16 Elevação: 4 de setembro de 2001.
1.1.17 Fundamentação Legal: Lei nº 761/2001.
1.1.18 Gentílico: Massapêéense.
1.1.19 Apelido:
1.1.20 Variação Toponímica:
1.1.21 Razão da Toponímia: A nomenclatura do Distrito é a junção de dois termos, sendo o primeiro o tipo de solo existente em sua região, já o segundo descreve a dificuldade em falar a língua portuguesa de uma índia da tribo Tupinambá que foi presa por um caçador. Segundo a tradição oral, residindo na casa de um caçador, a índia se casou com um de seus filhos e, algum tempo depois, após dar a luz, a criança teve a sua paternidade negada pelo pai. Em desespero essa índia afirmou: “Nega porque quer, mas pai é, pai é!”
1.1.22 Localidades do Distrito: Algodões, Alto Grande, Lajes dos Sousas, Massapê dos Paés, Mundo Novo, Olho d’Água Grande, Pedra Branca, Picos, Santa Maria, Santo Antônio dos Vinutos, Serrote dos Domingos e Três Barras.

1.2 A Posição, a Extensão, o Clima e o Solo:
1.2.1 Localização: Oeste.
1.2.2 Área:
1.2.3 Área Relativa:
1.2.4 Altitude (m):
1.2.5 Posição
1.2.5.1 Latitude (S):
1.2.5.2 Longitude (WGr):
1.2.6 Clima: Tropical semi-árido, portanto quente e seco, porém salubre.
1.2.7 Temperatura: Máxima de 37°C e Mínima de 21°C.
1.2.8 Pluviometria: 703,8 mm (média dos últimos 30 anos).
1.2.9 Bioma: Caatinga.
1.2.10 Riquezas Naturais:
1.2.11 Solos: Podzólico vermelho-amarelo, Litólicos, Vertissolo e Latossolo vermelho-amarelo.
1.2.12 Fuso Horário: 45º W.
1.2.13 Ventos: A velocidade média dos ventos no Distrito é de 1.50 km/h, os ventos geralmente sopram do litoral para o sertão, sendo que as camadas superficiais originam-se do sul ou do oeste e as superiores provem do norte, isto é, do litoral.
Predominam, entretanto, os de SE com calmarias na quadra chuvosa e, no período seco, de julho a dezembro, sopram os de NE, sobretudo à noite, o popularmente chamado “Aracati”.
1.2.14 Umidade do Ar: Média de 69%, 40% e 63%, respectivamente (colhida três vezes ao dia, às 9, 15 e 21 horas, correspondente às 12, 18 e 24 horas de Greenwich).
1.2.15 Pressão Atmosférica: 744 milímetros (barômetro de mercúrio) 100 milibares (barômetro HZ).
1.2.16 Luminosidade: Insolação diária com média de oito horas.
1.2.17 Estações Climáticas: Possui dois períodos anuais distintos: o chuvoso e o seco.
O primeiro, com cinco meses de duração, de fevereiro a junho, e o segundo, prolonga-se de julho a janeiro.
Os meses de outubro, novembro e dezembro são os mais secos, consequentemente os mais quentes. O Distrito encontra-se no polígono das secas.
2.2.18 Bacia Hidrográfica: O território do Distrito está dentro da área que compreende a bacia hidrográfica do Banabuiú e é banhado por pequenos e inexpressivos riachos intermitentes.

1.3 A Distância, o Acesso e o Tempo de Viagem:
1.3.1 Principais Vias de Acesso: BR-020; CE-168CE-265 e BV’s.
1.3.1.1 BR-020/CE-168: Massapê dos Paés – Boa Viagem = 72 km (Tempo estimado de viagem de 4h).
1.3.1.2 BR-020/CE-168: Massapê dos Paés – Tauá = 186 km (Tempo estimado de viagem de 6h).
1.3.1.3 BR-020/CE-168: Massapê dos Paés – Pedra Branca = 114 km (Tempo estimado de viagem de 5h).
1.3.1.4 CE-168/BR-020: Massapê dos Paés – Fortaleza = 245 km (Tempo estimado de viagem de 6h e 50min).
1.3.1.5 CE-168/CE-265: Massapê dos Paés – Monsenhor Tabosa = km (Tempo estimado de viagem)

1.4 A Distância entre os Distritos:
1.4.1 Massapê do Paés – Boa Viagem = 72 km.
1.4.2 Massapê do Paés – Domingos da Costa = 90 km.
1.4.3 Massapê do Paés – Ipiranga = 94 km.
1.4.4 Massapê do Paés – Boqueirão =
1.4.5 Massapê do Paés – Guia =
1.4.6 Massapê do Paés – Poço da Pedra =
1.4.7 Massapê do Paés – Águas Belas =
1.4.8 Massapê do Paés – Ibuaçu =
1.4.9 Massapê do Paés – Jacampari =
1.4.10 Massapê dos Paés – Olho d’Água do Bezerril =
1.4.11 Massapê dos Paés – Olho d’Água dos Facundos =
1.4.12 Massapê dos Paés –Várzea da Ipueira =

1.5 Os Distritos Limítrofes:
1.5.1 Norte: Santa Quitéria.
1.5.2 Sul: Ibuaçu.
1.5.3 Leste: Madalena e Itatira.
1.5.4 Oeste: Santa Quitéria.

1.6 Os Principais Recursos Hídricos:
1.6.1
1.6.2 Poços Artesianos.

1.7 A Demografia:
1.7.1 População: 1.458 habitantes.
1.7.2 Densidade:
1.7.3 População Urbana: 385 habitantes.
1.7.4 População Rural: 1.073 habitantes.
1.7.5 População Masculina:
1.7.5.1 População Urbana Masculina:
1.7.5.2 População Rural Masculina:
1.7.6 População Feminina:
1.7.6.1 População Urbana Feminina:
1.7.6.2 População Rural Feminina:

1.8 A Vila:
1.8.1 Ruas da Vila de Massapê dos Paés.
1.8.2 Formação Político-Histórica.

2. A ECONOMIA:

A vocação econômica do Distrito é a agricultura e a pecuária que, embora tenha pouco rendimento, é a que emprega a maior quantidade de pessoas informalmente, possui ainda um pequeno comércio varejista de ramo alimentício em desenvolvimento.
O Distrito dispõe ainda de uma forte potencialidade a ser explorada nas áreas do turismo ecológico e da cultura.

2.1 O Setor Primário:
Esse Distrito possui uma ampla extensão territorial com a presença de pequenas e médias propriedades rurais e a criação de animais de várias espécies. As suas terras, apesar do clima, são bastante férteis e representa parte dos 22,34% da economia agrícola de todo o Município.
No Distrito destaca-se o plantio do milho, feijão, mandioca, batata e uma variedade de hortaliças e frutas que são destinadas para o consumo de subsistência de seus moradores, registra-se ainda o plantio de mamona e a extração irregular de madeira nativa para a fabricação de carvão.
No setor primário do Distrito existe a parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará – a EMATERCE, que tem a sua sede na cidade de Boa Viagem.

2.2 O Setor Secundário:
Esse setor da economia corresponde a 28,32% de tudo aquilo que é produzido no Município, que busca desenvolver uma política de atração de investimentos e a formação de parcerias com o Governo Federal, o Estado e os empresários.
São concedidos vários benefícios para quem busca se instalar em nosso Município, principalmente nos Distritos, entre as vantagens destacamos a doação de terrenos, construção de imóveis e incentivos fiscais.
Mesmo com tais incentivos a evolução do setor nos últimos anos não foi tão significativa, necessitando um maior trabalho de marketing das potencialidades do Município.
No Distrito destaca-se a fabricação de queijo, manteiga, pães e doces, registra-se ainda a produção de farinha, o beneficiamento de mel de abelha e a produção de artesanato.

2.3 O Setor Terciário:
Representando 48,83% de nosso PIB – oProduto Interno Bruto, o comércio e a prestação de serviços constituem-se no principal setor da economia boa-viagense.
Infelizmente ainda não dispomos de dados concretos sobre o comércio varejista de cada Distrito, embora a sede do Município consiga suprir as demandas de todos os Distritos e ainda atrair consumidores de alguns Municípios vizinhos.
O setor dispõe ainda da Câmara de Dirigentes Lojistas – a CDL, e vários correspondentes financeiros, que possuem as suas sedes na cidade de Boa Viagem.

3. A Administração Pública:

A administração pública de todos os Distritos encontra-se na sede do Município, na cidade de Boa Viagem.
Esse local foi escolhido como a sede de todos os poderes pelo seu valor histórico, por ser geograficamente melhor localizado, possuir maior urbanização e com a maior possibilidade de desenvolvimento econômico e social de seus habitantes.

3.1 A Divisão Administrativa do Município:
Para melhor atender aos anseios da população o Município tem o seu território dividido em 13 Distritos, são eles: Águas Belas, Boa Viagem, Boqueirão, Domingos da Costa, Guia, Ibuaçu, Ipiranga, Jacampari, Massapê dos Paés, Olho d’Água do Bezerril, Olho d’Água dos Facundos, Poço da Pedra e Várzea da Ipoeira.

3.2 Divisão Administrativa da Sede:
A sede, principal área urbana do Município, dispõe de mais de 380 ruas e de 16 bairros definidos, são eles: Alto do Motor, Alto da Queiroz, Boaviaginha, Centro, Floresta, José RosaNossa Srª de Fátima, Oséas Facundo, Osmar Carneiro, Padre Paulo, Ponte Nova, RecreioTibiquariVárzea do Canto, Vila Azul e Vila Holanda.

3.3 O Poder Executivo:
3.3.1 Endereço: Centro Administrativo Governador Virgílio de Morais Fernandes Távora, Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 100, Centro, Boa Viagem.

3.4 O Poder Legislativo:
3.4.1 Endereço: Edifício Vereador Raimundo de Oliveira Mota, Rua Antônio Domingues Álvares, nº 320, Centro, Boa Viagem.

3.5 O Poder Judiciário:
3.5.1 Cartório de Justiça Eleitoral.
3.5.1.1 Endereço: Rua Alfredo de Sousa Terceiro, nº 484, Centro, Boa Viagem.
3.5.1.2 Zona Eleitoral: 63ª.
3.5.1.3 Número de Eleitores do Distrito:
3.5.1.4 Número de Seções do Distrito:

3.5.2 Fórum Desembargador Júlio Carlos de Miranda Bezerra.
3.5.2.1 Endereço: Rua Raimundo Pereira Batista, s/nº, Várzea do Canto, Boa Viagem.
3.5.2.2 Comarca: 3ª Entrância (Intermediária).

3.5.3 Promotoria de Justiça.
3.5.3.1 Endereço: Edifício Dr. Nicéforo Fernandes de Oliveira, Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 139, Centro, Boa Viagem.

3.5.4 Delegacia de Polícia Civil.
3.5.4.1 Endereço: Rua Antônio Domingues Álvares, nº 493, Centro, Boa Viagem.

3.5.5 Companhia de Polícia Militar.
3.5.5.1 Endereço: Rua Teófilo Amaro, nº 365, Centro, Boa Viagem.

4. A EDUCAÇÃO:

O Município busca seguir fielmente o que está regulamentado na Lei de Diretrizes e Bases da Educação pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização do Magistério – o FUNDEB.
A principal meta deste setor é levar uma educação de qualidade a todos os estudantes da rede de educação do Município, para isso o território do Município foi dividido em 12 polos: Guia, Águas Belas, Ibuaçu, Boqueirão, Jantar, Ipiranga, Japão, São Pedro, Várzea da Ipueira, Varzantinha, Domingos da Costa e Boa Viagem

4.1 Número do Polo: Polo Três.

5. A SAÚDE:

A qualidade da saúde da população se constitui em uma das maiores preocupações de qualquer administração.
Diante deste fato o Município de Boa Viagem realiza ações de saúde preventiva e as suas unidades da saúde atendem também aos Municípios vizinhos, principalmente na Sede.

5.1 Hospital e Casa de Saúde Adília Maria de Lima;
5.2 Hospital Infantil Sebastião Alves da Silva;
5.3 Unidade de Pronto Atendimento – UPA;
5.4 Programa Saúde da Família – PSF.

O setor de saúde do Município está dividido em atenção básica e secundária. Os casos mais complexos são encaminhados para Fortaleza e, futuramente, serão direcionados para o Hospital Geral do Sertão Central, em Quixeramobim.

Imagem do mapa do Distrito.

BIBLIOGRAFIA:

  1. BRAGA, Renato. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Ceará. v. 1º. Fortaleza: Imprensa Universitária do Ceará, 1964.
  2. FRANCO, G. A. & CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  4. SEVERO, Renato Ferreira. Genealogia Barbosa Severo. Fortaleza: Gráfica LCR, 2013.
  5. PELOSI FALCÃO, Marlio Flávio. Dicionário Toponímico, Histórico e Geográfico do Nordeste. Fortaleza: Artlaser Editora e Gráfica, 2005.

37 pensou em “Distrito de Massapê dos Paés

  1. Pingback: Jacampari | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Águas Belas | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Guia | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Ibuaçu | História de Boa Viagem

  5. Pingback: São Vicente de Paulo | História de Boa Viagem

  6. Pingback: Padre Inácio Américo Bezerra | História de Boa Viagem

  7. Pingback: DIVISÃO ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO | História de Boa Viagem

  8. Pingback: Boqueirão | História de Boa Viagem

  9. Pingback: Ipiranga | História de Boa Viagem

  10. Pingback: Domingos da Costa | História de Boa Viagem

  11. Pingback: Distrito de Boa Viagem | História de Boa Viagem

  12. Pingback: Distrito de Olho d’Água do Bezerril | História de Boa Viagem

  13. Pingback: Olho d’Água dos Facundos | História de Boa Viagem

  14. Pingback: Distrito de Poço da Pedra | História de Boa Viagem

  15. Pingback: História do Distrito de Ibuaçu | História de Boa Viagem

  16. Pingback: Distrito de Várzea da Ipueira | História de Boa Viagem

  17. Pingback: Paróquia de São Sebastião | História de Boa Viagem

  18. Pingback: SETEMBRO | História de Boa Viagem

  19. Pingback: A HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE BOA VIAGEM | História de Boa Viagem

  20. Pingback: Pólo Três | História de Boa Viagem

  21. Pingback: Quadra Poliesportiva da EEF Manoel Rodrigues Paé | História de Boa Viagem

  22. Pingback: Topônimo das Localidades do Município de Boa Viagem | História de Boa Viagem

  23. Pingback: Algodões | História de Boa Viagem

  24. Pingback: Posto dos Correios da Vila de Massapê dos Paés | História de Boa Viagem

  25. Pingback: Alto Grande | História de Boa Viagem

  26. Pingback: Lajes dos Sousas | História de Boa Viagem

  27. Pingback: Capela de Nossa Senhora da Rosa Mística – Lagoa dos Filós | História de Boa Viagem

  28. Pingback: Algodão (Poço da Pedra) | História de Boa Viagem

  29. Pingback: Lajes dos Sousas | História de Boa Viagem

  30. Pingback: Massapê (Ipiranga) | História de Boa Viagem

  31. Pingback: Pedra Branca | História de Boa Viagem

  32. Pingback: Picos | História de Boa Viagem

  33. Pingback: Massapê dos Paés | História de Boa Viagem

  34. Pingback: Distrito de Guia | História de Boa Viagem

  35. Pingback: Distrito de Águas Belas | História de Boa Viagem

  36. Pingback: Distrito de Boa Viagem | História de Boa Viagem

  37. Pingback: Distrito de Domingos da Costa | História de Boa Viagem

Deixe um comentário