Congregação Cristã no Brasil – Centro

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

A Congregação Cristã no Brasil possui um dos seus templos localizado na Rua Alfredo de Sousa Terceiro, nº 88, esquina com a Rua Manoel Araújo Marinho, no Bairro Centro, na cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Imagem do templo da Congregação Cristã no Brasil, no Bairro Alto do Motor, em 2010.

A Congregação Cristã no Brasil, uma confissão religiosa de origem ítalo-americana, figura como a primeira igreja cristã a instalar-se em território nacional brasileiro sob a classificação teológica e sociológica “pentecostal”.

“O pentecostalismo é um movimento Cristianismo evangélico que dá ênfase especial numa experiência direta e pessoal de Deus através do Batismo no Espírito Santo. O termo pentecostal é derivado de Pentecostes, um termo grego que descreve a festa judaica das semanas. Para os cristãos, este evento comemora a descida do Espírito Santo sobre os seguidores de Jesus Cristo, conforme descrito no Atos 2. Pentecostais tendem a ver que seu movimento reflete o mesmo tipo de poder espiritual, estilo de adoração e ensinamentos que foram encontrados na Igreja Primitiva. Por este motivo, alguns pentecostais também usam o termo Apostólica ou Evangelho Pleno para descrever seu movimento.” (WIKIPÉDIA, 2000: Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Pentecostalismo. Acesso no dia 27 de junho de 2021)

O SIMBOLO UTILIZADO POR ESSA DENOMINAÇÃO:

Uma denominação cristã é uma organização religiosa que funciona com um nome, uma estrutura e uma doutrina que são comuns. O denominacionalismo é o ponto de vista segundo o qual alguns ou todos os grupos cristãos são, em algum sentido, versões da mesma coisa, apesar de suas características distintivas.
O emblema utilizado pela denominação ao qual a Congregação Cristã no Brasil do Bairro Centro da cidade de Boa Viagem está filiada é o seguinte:

Imagem do brasão utilizado pela Congregação Cristã no Brasil.

Mesmo possuindo essa interessante característica, que a distingue das demais comunidades religiosas existentes no Município, a igreja local não possui a obrigação de divulgá-la, fato que muitas vezes torna esse símbolo completamente desconhecido até mesmo entre os seus membros.

A FORMA DE GOVERNO:

A Congregação Cristã no Brasil apresenta-se, inicialmente, como um segmento adenominacional e categoricamente averso ao institucionalismo eclesiástico, sendo uma forma adaptada do governo presbiteriano, sendo presididas por um conselho de anciãos e um corpo administrativo.

“A Congregação Cristã no Brasil é organizada segundo os moldes da Igreja dos Estados Unidos… não pregam a obrigação do dízimo, como geralmente se faz entre os pentecostais. Marcante é a música em seus serviços religiosos, bem como seus corais. Cantam muito em suas reuniões; os crentes trazem seus instrumentos para acompanharem os cânticos.” (LEITE FILHO, 1994: p. 31-32)

Esse grupo denominacional é dividido em regiões administrativas, que são agrupadas em “regionais”, que por sua vez se concentram nas “assembleias estaduais” e possuem, anualmente nos mês de abril, a sua “Assembleia Geral”, que ocorre na Congregação do Brás, no Estado de São Paulo.

A LIDERANÇA: 

No seio dessa denominação não existe a titularidade de pastor, de padre ou qualquer outra que indique liderança, os membros da Congregação Cristã no Brasil acreditam na espontaneidade e em uma contínua predisposição à inspiração do Espírito Santo como o condutor de toda e qualquer ação referentes ao serviço de culto, incluindo-se a leitura e explanação do texto bíblico.

“Quanto à sua organização, ao que parece, é a única igreja que possui anciãos em vez de pastores, e cooperadores, em vez de presbíteros.” (LEITE FILHO, 1994: p. 32)

As atividades desenvolvidas pela Congregação Cristã encontram-se sob um corpo ministerial devidamente organizado, cujas atribuições não preveem quaisquer rendimentos ou honorários de natureza salarial, distribuído segundo as necessidades locais e composto por anciãos e diáconos, que são assistidos por cooperadores do ofício ministerial.
O quadro de oficiais de uma Congregação Cristã no Brasil é dividido em anciãos, diáconos, cooperadores e encarregados.

  • O Ancião:

O ancião é o responsáveis pelo atendimento de todo trabalho, sendo ele: a realização de batismos, santas ceias, ordenação de novos obreiros (anciãos e diáconos), apresentação de Cooperadores do Ofício Ministerial, Encarregados de Orquestras e Cooperadores de Jovens e Menores, atendimento das Reuniões para Mocidade, encarregado de conferir ensinamentos à igreja, cuidar dos interesses espirituais e do bem-estar da igreja, entre outras funções, dentre eles destacamos:

  1. Luís Ivo Feijão.

AS CONGREGAÇÕES E A IGREJA MATRIZ:

Entre os cristãos de confissão protestante o termo igreja matriz é pouco utilizado, costuma-se usar o nome de igreja mãe para àquela comunidade religiosa que consegue gerar outras igrejas.
Sobre essas igrejas, todas elas começam a sua vida eclesiástica como um ponto de pregação, que é um local que serve de referência para futuros encontros, onde de forma simples e reverente se expõe a palavra de Deus.
Algum tempo depois, dependendo do número de pessoas e da regularidade dessas reuniões, o local passa a ser considerado pela comunidade mantenedora como uma de suas congregações.
Essas congregações, que podem ter ou não um templo, que são chamados de “Casas de Oração”, geralmente possuem uma liderança leiga formada e comprometida, que presta regularmente satisfação de suas atividades religiosas nas assembleias da igreja mãe.

“Quanto à construção e manutenção dos seus prédios (chamados oficialmente de “casas de oração” devido a rejeição das nomenclaturas “templo” e “igreja”[) utilizam-se, na maioria dos casos, de voluntariado mobilizado em esquema de mutirão. Tarefas outras como portaria, limpeza, som, escrituração de livros e fornecimento de impressos são igualmente confiados a membros comuns e não assalariados.” (WIKIPÉDIA, 2000: Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Congrega%C3%A7%C3%A3o_Crist%C3%A3_no_Brasil. Acesso no dia 27 de junho de 2021)

Com o passar do tempo essas congregações conseguem a sua autonomia financeira, daí solicitam da igreja mãe a sua independência eclesiástica para realizar as suas próprias assembleias administrativas.
No Município de Boa Viagem a Congregação Cristã no Brasil está distribuída da seguinte forma:

  • Zona Urbana:

A cidade:

  1. A Congregação Cristã no Brasil (Igreja mãe).

As vilas:

  1. Congregação Cristã no Brasil, na vila de Águas Belas;
  2. A Congregação Cristã no Brasil, na vila de Boqueirão;
  3. Congregação Cristã no Brasil, na vila de Guia.
  • Zona Rural:
  1. A Congregação Cristã no Brasil, em Agreste;
  2. A Congregação Cristã no Brasil, em Arara dos Francos;
  3. A Congregação Cristã no Brasil, em Bela Aliança;
  4. A Congregação Cristã no Brasil, em Divisão;
  5. Congregação Cristã no Brasil, em New York;
  6. A Congregação Cristã no Brasil, em Pereiros;
  7. A Congregação Cristã no Brasil, em Poço d’Água;
  8. A Congregação Cristã no Brasil, em São Joaquim;
  9. A Congregação Cristã no Brasil, em Sorocaba;
  10. Congregação Cristã no Brasil, Timbaúba dos Fandangos.

OS DEPARTAMENTOS / OS SERVIÇOS:

Para organizar as atividades de seus membros a Congregação Cristã no Brasil no Bairro Centro, na cidade de Boa Viagem, está dividida em departamento, são eles:

  • Os Departamentos:

Os departamentos são as divisões administrativas que tratam de grupos específicos da comunidade.

  1. A Reunião para Jovens e Menores;
  2. As Irmãs da Obra da Piedade;
  3. O Departamento de Música.
  • Os Serviços:

Os serviços são atividades religiosas desenvolvidas na igreja, que tem a finalidade de atingir e fortalecer grupos específicos da sociedade.

  1. A Escola Dominical – (Domingo);
  2. O Culto de Doutrina – (Quarta-Feira);
  3. O Culto de Evangelismo – (Domingo);
  4. O Culto de Jovens – (Sábado);
  5. O Culto de Oração – (Sexta-Feira).

O CONTATO:

O canal de comunicação com a Congregação Cristã no Brasil do Bairro Centro da cidade de Boa Viagem é o seguinte:

  • Telefone:
  1. 88.3427-.

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A. & CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. LEITE FILHO, Tácito da Gama. Seitas Pentecostais. Rio de Janeiro, JUERP, 1994.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  4. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Andarilhos do Sertão. A Chegada e a Instalação do Protestantismo em Boa Viagem. Fortaleza: PREMIUS, 2015.
  5. WIKIPÉDIA. Pentecostalismo. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Pentecostalismo. Acesso no dia 27 de junho de 2021.
  6. WIKIPÉDIA. Congregação Cristã no Brasil. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Congrega%C3%A7%C3%A3o_Crist%C3%A3_no_Brasil. Acesso no dia 27 de junho de 2021.

4 pensou em “Congregação Cristã no Brasil – Centro

  1. Pingback: Bairro Alto do Motor | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Bairro Centro | História de Boa Viagem

  3. Pingback: RELIGIOSIDADE | História de Boa Viagem

  4. Pingback: Rua Alfredo de Sousa Terceiro | História de Boa Viagem

Deixe um comentário