Antônio Alves

Antônio Alves.
No pleito eleitoral ocorrido no dia 3 de outubro de 1992, desejando entrar na vida pública por meio de uma das cadeiras da Câmara Municipal de Vereadores, compondo os quadros políticos do PTR – o Partido Trabalhista Renovador, com a legenda nº 28.601, conseguiu conquistar uma das vagas do Poder Legislativo depois de receber a confiança de 556 eleitores, ficando entre os dez vereadores de melhor votação desse pleito.
Nessa legislatura, oscilando entre dois polos, figurou na política local como traidor, pois foi peça chave para o impeachment do Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, de quem era de seu circulo de confiança.

“Ainda nessa gestão, considerada por muitos como uma das mais turbulentas de nossa história política, sofreu um doloroso processo de impeachment, onde foi traído por aqueles que tinham como aliados.” (SILVA JÚNIOR, 2012: Disponível em https://www.historiadeboaviagem.com.br/francisco-segismundo-rodrigues-dos-santos-neto/. Acesso no dia 23 de março de 2021)

Pouco tempo depois dessa legislatura passou a residir na cidade de Bacabal, no Estado do Maranhão, trabalhando também na cidade de Juazeiro, no Estado da Bahia.
Faleceu às 5h30min do dia 23 de março de 2016, na cidade de Juazeiro do Norte, no Estado do Ceará, quando estava de visita a um de seus filhos.

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A. & CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  3. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto. Disponível em https://www.historiadeboaviagem.com.br/francisco-segismundo-rodrigues-dos-santos-neto/. Acesso no dia 23 de março de 2021.
  4. VIEIRA FILHO, José. Minha História, Contada por Mim. Fortaleza: LCR, 2008.

3 pensou em “Antônio Alves

  1. Pingback: MARÇO | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Administração de 1993 – 1996 | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Que Time é o Teu. | História de Boa Viagem

Deixe um comentário