Rua Belarmino Matias Carneiro

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

Fundamentação legal: Inexistente.
Filiação:
Esposa: Maria da Glória Carneiro Costa.
Ocupação: Agropecuarista.
Nascimento:
Morte:
Localização: Rua da Vila de Olho d’Água dos Facundos.
Biografia

A SITUAÇÃO ESTRUTURAL: Essa rua, que é um dos nomes urbanos da Rodovia Estadual CE-168, está parcialmente pavimentada em pedra tosca, enfrentado o gravíssimo problema onde os seus moradores estão construindo nas calçadas, algo que é proibido pelo artigo 89 da lei municipal nº 414, de 12 de dezembro de 1984, o Código de Posturas no Município.

“Art. 89 – É proibido embaraçar, desviar ou impedir, por qualquer meio, o livre trânsito de pedestres ou veículos nas ruas, praças, passeios, estradas, caminhos públicos, exceto para efeito de obras públicas ou quando as exigências policiais o determinarem.
Parágrafo único: Sempre que houver necessidade de interromper o trânsito, deverá ser colocada sinalização vermelha de dia e luminosa à noite.”

Verificamos ainda que nessa rua a arborização e a iluminação pública é insuficiente, a sinalização de trânsito e a que delimita o nível de poluição sonora na Zona Urbana é inexistente.
Outra coisa a se destacar é a criação irregular de animais dentro da Zona Urbana, algo terminantemente proibido pelo Poder Público.

OS CRUZAMENTOS DESSA RUA:

  1. Rua José Vieira de Freitas;
  2. Rua João Facundo da Costa.

CAMINHADA VIRTUAL PELA RUA:

Trecho carroçável da CE-168.

Imagem do acesso ao Distrito de Guia, em 2014.

Rua Belarmino Matias Carneiro I

Imagem da Rua Belarmino Matias Carneiro, em 2014.

Cruzamento com a Rua João Facundo da Costa.

Imagem do cruzamento com a Rua João Facundo da Costa, em 2014.

Cruzamento com a Rua José Vieira de Freitas.

Imagem do cruzamento com a Rua José Vieira de Freitas, em 2014.

Rua Belarmino Matias Carneiro.

Imagem da Rua Belarmino Matias Carneiro, em 2014.

Rua Belarmino Matias Carneiro.

Imagem da Rua Belarmino Matias Carneiro, em 2014.

Rua Belamino Matias Carneiro.

Imagem da Rua Belarmino Matias Carneiro, em 2014.