Polo Sete

AS INFORMAÇÕES DO POLO

O Governo do Estado do Ceará, por meio de sua Secretaria da Educação, dividiu o território cearense em CREDE’s – as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação.

Imagem de uma reunião ocorrida na sede do polo, em 2016.

Entre esses CREDE’s o Município de Boa Viagem se encontra dentro do território da CREDE 12, que tem a sua sede no Município de Quixadá.
Semelhantemente a essa ideia, no primeiro semestre de 2005, na gestão do Prefeito José Vieira Filho – o Mazinho, por meio da lei nº 913, de 27 de junho, a educação do Município de Boa Viagem foi dividida em regiões geográficas, que foram denominadas de polos.
Cada polo recebeu um número, sendo que parte do território que compreende o Distrito de Ipiranga recebeu a designação de “Polo Sete“, tendo por sede a Escola de Ensino Fundamental Gonçalo Bezerra do Vale, localizada no Japão.
Nessa lei, dependendo da quantidade de escolas dentro de seu perímetro, os polos foram hierarquizados em três classes, sendo elas determinadas pelas letras “A”, “B” e “C”.

  • Polo de Classe A ⇒ Que atendam duas das três condições: Coordenem quinze ou mais escolas; Coordenem escolas que tenham, no total, o mínimo de quarenta turmas de alunos; O número de alunos matriculado nas escolas coordenadas seja acima de novecentos.
  • Polo de Classe B ⇒ Que atendam duas das três condições: Coordenem de dez a quatorze escolas; Coordenem escolas que tenham, no total, de vinte a trinta e nove turmas de alunos; O número de alunos matriculado nas escolas coordenadas seja de quinhentos a oitocentos e noventa e nove alunos.
  • Polo de Classe C ⇒ Que atendam duas das três condições: Coordenem de quatro a nove escolas; Coordenem escolas que tenham, no total, de quatro a dezenove turmas de alunos; O número de alunos matriculado nas escolas coordenadas seja de cem a quatrocentos e noventa e nove alunos.

A lei trouxe ainda outra novidade para rede de educação do Município, quando as escolas foram hierarquizadas pela sua quantidade de alunos, ficando assim distribuídas:

  • Escola de Classe A ⇒ Acima de 300 alunos;
  • Escola de Classe B ⇒ De 201 a 300 alunos;
  • Escola de Classe C ⇒ De 101 a 200 alunos;
  • Escola de Classe D ⇒ Até 100 alunos.

O leitor deste artigo deve estar atento sobre o funcionamento das unidades de ensino desse polo, que dependem de vários fenômenos para sua abertura ou funcionamento, tais como: clima, política, violência, mobilidade humana, etc.

Imagem de alunos da sede do polo em uma comemoração ao dia das mães, em 2016.

OS PRINCIPAIS NÚMEROS DO POLO

1 A Taxa de Escolarização:
1.1 Ensino Fundamental:
1.2 Ensino Médio:

2 A Matrícula:
2.1 Ensino Fundamental:
2.2 Ensino Médio: 0
2.3 Ensino de Jovens e Adultos:
2.4 Ensino Superior: 0

3 Os Docentes:
3.1 Ensino Fundamental:
3.2 Ensino Médio:
3.3 Ensino Superior: 0

4 As Unidades de Ensino:
4.1 Escolas Estaduais: 0
4.2 Escolas Municipais: 5
4.2.1 Escolas Municipais Ativas: 2
4.2.2 Escolas Municipais Desativadas: 3
4.3 Escolas Particulares: 0
4.4 Escolas Confessionais: 0

5 As Escolas por Modalidade de Ensino:
5.1 Ensino Fundamental: 2
5.2 Ensino Médio: 0
5.2.1 Ensino Médio Profissionalizante: 0
5.3 Ensino Superior: 0

6 Os Nomes das Escolas Existentes no Polo:
6.1 Escola de Ensino Fundamental Antônio Patriolino do Vale (Desativada)
6.1.1 Local = Ramadinha
6.1.2 Código =
6.1.3 Distância da cidade = 30 km
6.2 Escola de Ensino Fundamental Gonçalo Bezerra do Vale
6.2.1 Local = Japão
6.2.2 Código = 23096420
6.2.3 Distância da cidade = 32 km
6.3 Escola de Ensino Fundamental José Onesiano do Vale (Desativada)
6.3.1 Local = Melancias
6.3.2 Código =
6.3.3 Distância da cidade =
6.4 Escola de Ensino Fundamental Patriolino Ribeiro do Nascimento
6.4.1 Local = Massangana
6.4.2 Código = 23097027
6.4.3 Distância da cidade = 42 km
6.5 Escola de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima (Desativada)
6.5.1 Local = Poço do Boi
6.5.2 Código = 
6.5.3 Distância da cidade =

BIBLIOGRAFIA:

  1. FRANCO, G. A.; CAVALCANTE VIEIRA, M. D. Boa Viagem, Conhecer, Amar e Defender. Fortaleza: LCR, 2007.
  2. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.

Uma ideia sobre “Polo Sete

  1. Pingback: A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO DE BOA VIAGEM | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta