Pe. Antônio Océlio Teixeira de Almeida

pe-ocelioAntônio Océlio Teixeira de Almeida nasceu no dia 9 de fevereiro de 1961 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de Joaquim Patrício de Almeida e de Maria Aldanila Teixeira de Almeida.
Os seus avós paternos se chamavam Joaquim Patrício de Almeida e Antônia Alice de Almeida, já os maternos eram Rufino Alves Teixeira e Maria Madalena Lemos.
Pouco sabemos sobre a sua infância, sabemos apenas que era sobrinho do Pe. José Patrício de Almeida, de quem recebeu forte influência religiosa.
Foi ordenado ao sacerdócio romano no dia 18 de abril de 1993 por Dom Adélio Giuseppe Tomasin, bispo da Diocese de Quixadá, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem, onde celebrou a sua primeira missa.
Depois disso, recebeu provisão para assumir os trabalhos da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Itapiúna, que antes era pastoreada pelo Pe. Francisco Eudásio Nobre da Silveira.
Algum tempo depois, nos primeiros meses de 1996, foi substituído nessa freguesia pelo Pe. José Maria Loiola.
Nesse mesmo ano, por ordem do bispo, foi nomeado vigário da Igreja Matriz de São Sebastião, que está localizada na Avenida Coronel João Paracampos, nome urbano da Rodovia Estadual CE-456, s/nº, no Centro da cidade de Choró, no Sertão do Quixeramobim, distante 180 quilômetros da cidade de Fortaleza.
Conseguiu desempenhar um fabuloso trabalho pastoral junto a essa comunidade, fato que o levou, no dia 5 de outubro de 2011, ao cartório da 6ª Zona Eleitoral, localizado na cidade de Choró, a buscar engajamento político filiando-se nos quadros do PDT, o Partido Democrático Trabalhista.
Na época, mesmo residindo em outro Município, sempre que tinha oportunidade, estava presente nas atividades promovidas pela Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem:

“Com uma Celebração Eucarística, presidida pelo Padre Luiz Orlando de Lima e celebrada pelos Padres Antônio Océlio Teixeira de Almeida e José Evanilson de Sousa, a capela desse lugar foi inaugurada no dia 16 de fevereiro de 2000.” (NASCIMENTO, 2002: p. 101)

Pouco tempo depois, sentindo fortes dores de cabeça, foi surpreendido pela descoberta de um tumor maligno em sua cabeça, chegando a passar por uma intervenção cirúrgica.
Mais tarde, no dia 18 de dezembro de 2012, quando estava em recuperação, surpreendeu a todos com o seu falecimento.
Depois disso, o seu esquife foi trazido para a sua cidade natal, onde recebeu as exéquias fúnebres na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem, onde o seu corpo encontra-se sepultado.

Imagem do túmulo do Pe. Antônio Océlio Teixeira de Almeida.

Imagem do túmulo do Pe. Antônio Océlio Teixeira de Almeida.

Sobre o seu falecimento, a Diocese de Quixadá publicou a seguinte nota em sua página oficial:

“Agradecemos a Deus pelo tempo em que permitiu a nosso Revmo. Pe. Antônio Océlio Teixeira de Almeida permanecer conosco realizando a sua missão e doando a sua vida como o fez durante muitos anos, enquanto esteve conosco. Pedimos as orações de todos para que a dor da saudade de seus familiares e amigos seja superada pela certeza da fé na ressurreição de nosso irmão em Cristo e sua presença com Deus, a quem tanto serviu com força e dedicação.” (Nota de falecimento do Revmo. Pe. Océlio. Disponível em www.diocesedequixada.org. Acesso no dia 20 de janeiro de 2014)