Maria dos Prazeres de Jesus

Maria dos Prazeres de JesusMaria dos Prazeres de Jesus nasceu no dia 15 de setembro de 1829 no Município de Quixeramobim, que está localizado no Sertão Central do Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza.
Na época de seu nascimento, veio ao mundo pelas mãos de uma parteira nas proximidades da vila de Boa Viagem, que também era conhecida pela alcunha de “Cavalo Morto” e era apenas um pequeno povoado existente dentro dos limites geográficos do Município de Quixeramobim.

“Distrito criado com a denominação de Boa Viagem, ex-povoado de Cavalo Morto, pela lei provincial nº 1.025, de 18 de novembro de 1862. Elevado à categoria de vila com a denominação de Boa Viagem, pela lei provincial nº 1.128, de 21 de novembro de 1864, desmembrado de Quixeramobim.” (IBGE, 2010: Histórico de Boa Viagem. Disponível em http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=230240&search=ceara|boa-viagem|infograficos:-historico. Acesso no dia 13 de julho de 2017)

Foi casada com Antônio Bezerra do Vale, nascido em 27 de novembro de 1825 e com ele gerou vários filhos, entre eles destacamos: Antônio Nunes do Vale, Francisco do Vale Bezerra, João Nunes do Vale, Manoel Rufino do Vale, José do Vale Bezerra, Manoel do Vale Bezerra, Maria Ditosa do Vale Oliveira, João do Vale Bezerra e Francisco Nunes do Vale.
O seu esposo, além de político, era capitão da Guarda Nacional e um próspero agropecuarista de nosso Município.

“Na composição que formou a primeira Câmara Municipal de Vereadores o seu nome apareceu em uma das suplências da casa e regularmente participava de suas sessões, onde deliberava sobre as necessidades do Município. Na disputa eleitoral que aconteceu no dia 1º de outubro de 1876, desejando entrar na vida pública do Município, colocou o seu nome na disputa por uma das vagas do Poder Legislativo, conseguindo ser eleito ao receber a confiança de 124 votos, a quarta maior votação entre os seus pares.” (SILVA JÚNIOR, 2014: Antônio Bezerra do Vale. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/antonio-bezerra-do-vale/. Acesso no dia 29 de janeiro de 2017)

Quando vinham para cidade, costumavam ficar estabelecidos em um grande casarão que era localizado na Rua Agronomando Rangel, nº 7, no Bairro Boaviaginha, onde hoje funciona o Colinas Clube.
Segundo informações existentes no livro C-01, destinado aos óbitos da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, tombo nº 8, faleceu na localidade de Cachoeira, vítima de hepatite, no dia 29 de janeiro de 1899, aos 70 anos de idade, recebendo as exéquias fúnebres das mãos do Mons. José Cândido de Queiroz Lima.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Saudade, que está localizado na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, nº 295, no Centro da cidade de Boa Viagem.