Maria Alzira Lima Vieira

maria-alzira10Maria Alzira Lima Vieira nasceu no dia 27 de janeiro de 1964 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filha de Francisco Joel Lima e Silva e de Terezinha Pinto Lima e Silva.
Os seus avós paternos se chamavam Joaquim Salgado e Silva e Maria Alzira Ferreira Lima, já os maternos eram João Anfrísio Pinto e Maria Francisca Anfrísio Pinto.
Nos primeiros anos de sua infância, embora ainda não valorizasse esse tipo de assunto, assistiu a projeção política de seu pai, que conseguiu executar três mandatos no Poder Legislativo do Município de Boa Viagem.
Segundo informações existentes no livro B-05, pertencentes ao Cartório Geraldina, 1º Ofício, tombo nº 1.719, folha 35v, no dia 5 de março de 1982 contraiu matrimônio com Antônio Argeu Nunes Vieira, que é nascido no dia 29 de julho de 1962, sendo filho de Francisco Diniz Vieira e de Ercília Nunes Vieira.
Desse matrimônio foram gerados três filhos, um homem e duas mulheres, sendo eles: Tereza Ercília Lima Vieira Barbosa, Amanda Lima Vieira e Antônio Argeu Nunes Vieira Filho.
No início da década de 1980, motivada pelo Prefeito Benjamim Alves da Silva, se constituiu em uma das pilastras da projeção política de seu esposo, que teve dois sucessivos mandatos na Câmara Municipal de Vereadores de Boa Viagem.
Algum tempo depois, nos primeiros anos da década de 1990, o seu esposo compôs a chapa que foi eleita ao Poder Executivo, tendo na cabeça o nome do Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto.
Nessa gestão, no dia 22 de abril de 1994, por conta do afastamento do prefeito, o seu esposo assumiu a função para qual foi eleito e ela passou a ser a primeira-dama do Município, assumindo também a direção do Hospital e Casa de Saúde Adília Maria de Lima.
Nos primeiros meses de 1997, por conta de seu esposo não ter conseguido fazer o nome de seu sucessor para Prefeitura de Boa Viagem, seguiu com a sua família para cidade de Fortaleza, onde iniciaram uma empresa que fabricava água sanitária e outros artigos de limpeza, que foi denominado com o nome de fantasia de “Big Brilho Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza LTDA”.
Pouco tempo depois, no pleito eleitoral que ocorreu no dia 1º de outubro de 2000, o primeiro a ser completamente informatizado no Município de Boa Viagem, desejando entrar na vida pública por meio de um mandato eletivo, militando nos quadros políticos do PFL, o Partido da Frente Liberal, com a legenda nº 25.123, recebeu 580 votos, ficando na suplência de seu partido.

Imagem de seu material de campanha.

Imagem de seu material de campanha.

Algum tempo depois, no dia 23 de julho de 2007, juntamente com os seus familiares, foi surpreendida pela inesperada notícia do falecimento de seu filho caçula, que se envolveu em um grave acidente automobilístico.
No ano seguinte, no dia 5 de outubro de 2008, ainda nos quadros do PFL, dessa vez com a legenda nº 25.222, abriu mão de sua candidatura para apoiar o candidato e amigo Benjamim Alves da Silva, mesmo assim ainda recebeu 3 votos, ficando novamente na suplência de seu partido. Nessa mesma eleição, tentando retornar ao Poder Executivo, o seu esposo se lançou ao cargo, porém não obteve o êxito esperado:

“Na eleição seguinte, que ocorreu no dia 5 de outubro de 2008, agora no PR, o Partido da República, ainda com a legenda nº 22, acompanhado pelo Dr. Márcio Ary Machado de Morais, concorreu para a sua reeleição contra duas chapas adversárias. A primeira delas, que era encabeçada pelo ex-prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef, do PSDB, o Partido da Social Democracia Brasileira, legenda nº 45, que foi acompanhado pelo Vereador Ismael Fragoso Vieira. A segunda chapa, pelo PMDB, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, legenda nº 15, era formada pelo ex-prefeito Antônio Argeu Nunes Vieira e do Dr. Marco Antônio Feitosa Moreira. Nesse pleito amargou a sua segunda derrota em eleições municipais, a chapa do Dr. Fernando Antônio Vieira Assef recebeu a confiança de 12.866 votos, enquanto a sua recebeu apenas 9.439, uma diferença de 3.427 votos, já a terceira chapa, de Antônio Argeu Nunes Vieira, recebeu 5.822 votos.” (SILVA JÚNIOR, 2015: José Vieira Filho. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/jose-vieira-filho/. Acesso em 5 de novembro de 2016)

Na eleição seguinte, que ocorreu no dia 7 de outubro de 2012, compondo os quadros políticos do DEM, sigla do partido Democratas, dessa vez com a legenda nº 25.555, conseguiu receber 2.279 votos, sendo a vereadora de maior preferência entre os eleitores desse pleito.

Imagem de seu material de campanha.

Imagem de seu material de campanha.

No início dessa legislatura, quando se definia os componentes da mesa diretora para o primeiro biênio, o seu nome foi escolhido para presidir à Câmara de Vereadores, porém essa decisão foi severamente contestada pelo grupo que fazia preferência pelo nome do Vereador José Anchieta Paiva Chaves, gerando depois desse fato uma facção de vereadores que foi denominada pela imprensa local de “Grupo dos Oito”, que se definiu por fazer forte oposição ao governo do Prefeito Dr. Fernando Antônio Vieira Assef:

“O prefeito do Município de Boa Viagem, no Sertão Cearense, a 217 quilômetros de Fortaleza, Dr. Fernando Antonio Vieira Assef, do PSD, toma posse para o mandato 2013-2016, na tarde desta quinta-feira, dia 24, a partir das 15 horas, em frente à Câmara Municipal. Por decisão judicial, todos os atos da antiga Mesa Diretora, então presidida pela Vereadora Alzira Vieira, do DEM, foram nulos. Inclusive a posse do prefeito, no último dia 1º. O único problema, de acordo com o atual presidente da Mesa Diretora, Vereador José Anchieta Paiva Chaves, do PDT, é que a presidente cassada ainda não entregou a chave da Câmara Municipal. ‘É provável que a posse seja do lado de fora da Câmara Municipal’, lamentou o vereador.” (LIMA, 2013: Prefeito de Boa Viagem toma posse novamente na tarde desta quinta-feira. Disponível em http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/prefeito-de-boa-viagem-toma-posse-novamente-na-tarde-desta-quinta-feira/. Acesso no dia 23 de outubro de 2016)

Depois disso, por meio das vias legais, esse grave imbróglio ético-político foi paulatinamente sendo sufocado pelos altos custos judiciais e por conta da lentidão de nossa justiça, que nunca julgou o caso, mas produziu algo de bom, pois forçou aos vereadores dessa legislatura a mudarem o regimento interno da Câmara, fazendo com que as eleições seguintes passassem a ser abertas.
No dia 5 de janeiro de 2015, juntamente com os seus familiares, passou pela dor da perda de seu pai, que faleceu aos 82 anos de idade.

Imagem de seu material de campanha.

Imagem de seu material de campanha.

Na eleição municipal que ocorreu no dia 2 de outubro de 2016, buscando a sua reeleição, dessa vez compondo a bancada do PMB, o Partido da Mulher Brasileira, com a legenda nº 35.555, conseguiu recebe a confiança de 1.382 eleitores, ficando na nona vaga entre os vereadores dessa refrega eleitoral.
No primeiro ano dessa legislatura, fazendo parte da base aliada da Prefeita Aline Cavalcante Vieira, votou favoravelmente aos projetos encaminhados pelo seu gabinete, entre eles destacamos a do sacrifício de animais de rua, que não apresentou a forma de apreensão, manejo, adoção e sacrifício desses animais, principalmente cães e gatos, algo que gerou grande polêmica na sociedade, sendo inclusive acionada a presença de representantes de sociedades de defesa dos animais, que nem sequer foram ouvidos pelos vereadores da base aliada da prefeita.

“Uma nova polêmica volta a dividir opiniões de moradores da pacata cidade, uma lei que recolhe animais de ruas para um abrigo, para evitar acidentes nas ruas e danos ao patrimônio publico. Durante a sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 19, uma intensa discussão entre vereadores da base de oposição foi registrada pelo publico presente, vereadores estiveram hoje votando o projeto de lei nº 032/2017, que altera a redação da lei nº 414 de 1984, na qual institui o código de postura do Município de Boa Viagem. De acordo com o parlamentar Adelmo Rodrigues – principal figura de oposição, o projeto de lei põe em risco a criação de animais como cachorros e gatos, o parlamentar questionou os demais vereadores os motivos pelos quais a prefeitura irá sacrificar animais que forem apreendidos, sendo respondido logo em seguida pelo vereador Arnaldo Cavalcante que leu o parágrafo 3 do artigo 1, que diz que o animal cuja apreensão seja impossível e perigosa ou o seu comportamento possa oferecer risco a saúde individual ou coletiva poderá após um atestado de um médico veterinário, ser sacrificado. Outros parlamentares de pronunciaram contra a medida, questionando valores a serem cobrados como multa pela apreensão do animal e a destinação de animais de raça. O debate ficou acalourado, porém, o projeto de lei seguiu para ser votado e acabou sendo aprovado pela maioria, com a ausência do Vereador Jardel Fernandes, o grupo de oposição encabeçado pelos vereadores Adelmo Rodrigues, Anchieta, Vera, Clícia, Jovino e Nete Facundo acabou ficando sem maioria.” (Sacrifício de animais de rua vira debate polêmico na Câmara Municipal de Boa Viagem nesta terça. Disponível em http://sertnews.com.br/artigo/sacrificio-de-animais-de-rua-vira-debate-polemico-na-camara-municipal-de-boa-viagem-nesta-terca20170919134732.html. Acesso  no dia 8 de janeiro de 2018)

 BIBLIOGRAFIA:

  1. NASCIMENTO, Cícero Pinto de. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.
  2. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. José Vieira Filho. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/jose-vieira-filho/. Acesso em 5 de novembro de 2016.
  3. LIMA, Eliomar. Prefeito de Boa Viagem toma posse novamente na tarde desta quinta-feira. Disponível em http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/prefeito-de-boa-viagem-toma-posse-novamente-na-tarde-desta-quinta-feira/. Acesso no dia 23 de outubro de 2016.
  4. SERTNEWS. Sacrifício de animais de rua vira debate polêmico na Câmara Municipal de Boa Viagem nesta terça. Disponível em http://sertnews.com.br/artigo/sacrificio-de-animais-de-rua-vira-debate-polemico-na-camara-municipal-de-boa-viagem-nesta-terca20170919134732.html. Acesso  no dia 8 de janeiro de 2018.