Distrito de Boa Viagem

1. CARACTERIZAÇÃO GEOGRÁFICA:

A área territorial do Município de Boa Viagem está dividida em treze Distritos, e a extensão que compreende o Distrito de Boa Viagem, escolhida como Sede do Município, é detentora de características particulares que a tornam diferente dos demais.

Centro da cidade de Boa Viagem em 2013.

Imagem do Centro da Cidade de Boa Viagem, em 2013.

Sobre essa divisão político-administrativa do Município, que está claramente exposta em sua Lei Orgânica, podemos compreender o seguinte:

“Art. 3º – O Município integra a divisão político-administrativa do Estado, podendo ser dividido em Distritos, criados, organizados ou suprimidos por lei municipal, observada a legislação estadual e o dispositivo nesta Lei Orgânica.
Parágrafo Único – A sede do Município tem categoria de cidade e dá-lhe o nome; a do Distrito tem categoria de vila.”

No intuito de melhor identificar os problemas sociais da cidade o poder público dividiu-lhe em Bairros, mas lamentavelmente, nessa época, não foram seguidos critérios técnicos, mas apenas convenções sociais.
Em toda história do Município de Boa Viagem a sua Sede, pelo que temos conhecimento, já teve a sua zona urbana delimitada três vezes, a primeira aconteceu no fim do século XIX, pouco tempo depois de receber a sua autonomia política através da lei nº 1.128, de 21 de novembro de 1864, nessa época a cidade não era maior do que o seu Bairro Centro.
A segunda delimitação aconteceu durante o governo do Prefeito Dr. Gervásio de Queiroz Marinho, que através do artigo 2º da lei nº 30, de 3 de outubro de 1959, fixou os marcos que delimitavam o tamanho da Sede administrativa do Município.

“a) Perímetro Urbano: Ao nascente e ao norte, partindo do ponto inicial da Avenida São Vicente de Paulo, no Rio Boa Viagem, seguindo até o encontro com a Rua 21 de Novembro, nesta segue até o ponto do cruzamento com a Rua Joaquim Rabêlo e Silva; Ao poente, na Rua Joaquim Rabêlo e Silva, no local do cruzamento com a Rua Augusto Mascarenhas, até o ponto de encontro com a Rua 21 de Novembro; Ao sul, na Rua Augusto Mascarenhas, até o ponto terminal no Rio Boa Viagem.
b) Perímetro Suburbano: Margem direita do Rio Boa Viagem até a cerca de arame do terreno de propriedade de Walkmar Brasil Santos; Lado norte, a partir da Rua 21 de Novembro até o Açude da Comissão; Lado sul, da Rua Augusto Mascarenhas até o ponto terminal da Rua Joaquim Rabêlo e Silva, no Rio Boa Viagem, ao poente da Rua Joaquim Rabêlo e Silva até a residência de Gabriel Fernandes Lemos.”

Quando estava prestes a completar 34 anos da última delimitação de suas fronteiras o Governo Municipal, na administração do Prefeito Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto, resolveu ampliar os seus limites através da lei nº 576, de 4 de junho de 1993, que também dividiu a cidade em Bairros.

“Zona Urbana: Tem como ponto inicial e final a ponte sobre o Rio Floresta, na Rodovia BR-020. A linha de limite segue pelos seguintes pontos de referência, ponte sobre o Rio Floresta, na Rodovia BR-020, deste ponto em linha reta até a casa do Sr. Gabriel do Luiz Domingos (inclusiva), a margem direita da estrada Floresta-Fazenda França, deste ponto em linha reta até a estrada para Quixeramobim, no Riacho Grota Funda, sobe pelo Riacho Grota Funda até o Açude Joaquim Vieira (inclusive), deste ponto por uma reta até a casa do Sr. Sitônio Valdevino (inclusive), a margem direita da estrada para a Fazenda Jacaúna dos Macêdos (estrada para o campo de pouso), daí uma linha reta até a Rodovia BR-020, Boa Viagem-Tauá/Alto das Balanças, deste ponto segue em linha reta até a casa do Sr. Abdom Francisco da Rocha (inclusive), deste ponto numa linha reta passando pela estrada Boa Viagem-Monsenhor Tabosa até a cerca que passa por trás do Conjunto da COHAB (inclusive), segue pela referida cerca até o seu final, daí em linha reta a casa do Sr. Isac Fragoso Vieira (inclusive), a margem esquerda da estrada que dá acesso a Fazenda Poço d’Água e estrada para Fazenda Várzea do Canto até o Riacho Grota Funda, na estrada Grota Funda, aproximadamente a 920 metros da Rodovia BR-020, daí em linha reta a ponte sobre o Rio Floresta, na BR-020, ponto inicial.”

Em 2014, com o início da construção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, o IFCE, e de uma nova unidade prisional, o Governo Municipal já estuda a possibilidade da ampliação da zona urbana da cidade.

Imagem aérea da cidade, em 2016.

Se houver viabilidades nesses estudos acreditamos que em breve teremos quatro novos bairros, sendo eles: Anafuê, Capitão-Mor, Jacaúna e Jatobá.

1.1 Aspectos Gerais:
1.1.1 Hemisfério: Ocidental.
1.1.2 Continente: Americano.
1.1.3 Subcontinente: Sul-Americano.
1.1.4 Região Sócio-Econômica: América Latina.
1.1.5 Pais: Brasil.
1.1.6 Região: Nordeste.
1.1.7 Estado: Ceará.
1.1.8 Município: Boa Viagem.
1.1.9 Região Administrativa: 12ª.
1.1.10 Microrregião: Sertão do Quixeramobim.
1.1.11 Mesorregião: Sertões Cearenses.
1.1.12 Zona Fisiológica: Sertão Central.
1.1.13 Topônimo: Boa Viagem.
1.1.14 Código de Endereço Postal (CEP): 63.870-000.
1.1.15 Código de Área (DDD): 88.
1.1.16 Emancipação: 21 de novembro de 1864 (40º Município mais velho do Estado).
1.1.17 Fundamentação Legal: Lei nº 1.128/1864.
1.1.18 Gentílico: Boa-viagense.
1.1.19 Apelido: A Joia do Sertão Central.
1.1.20 Variação Toponímica: Cavalo Morto.
1.1.21 Razão da Toponímia: Denominação da capela erguida em cumprimento a uma promessa feita por um casal de enamorados fugitivos que se encontravam em perigo e fizeram uma feliz viagem.
1.1.22 Localidades do Distrito: Aleixo, Alívio, Almas, Amargoso, Anafuê, Angicos, Aroeira dos Macêdos, Arvoredo, Asa Aberta, Balança, Barra da Onça, Barra do Rio, Barra Nova, Barriguda, Belém, Boa Esperança, Boa Hora, Boa Vista, Brilhante, Cachoeira, Cachoeira da Almas, Caiçara, Caiçarinha, Calogi, Campinas, Capitão-Mor, Carobas, Corintos, Croa Grande, Croatá, Croatá de Baixo, Cruzeiro, Curimatã, Curupati, Divisão, Dois Irmãos, Escondido, Estreito, Facão, Fazenda Tenda, Fazenda Nova, Floresta, França, Gameleira, Ipu, Jacaúna, Jantar, Jatobá, Jordão, Juazeiro, Lagoa do Arroz, Livramento, Macacos, Macambira, Marmilona, Meruesta, Monte Limpo, Núbia, Oiticica, Oitis, Olho d’Água dos Gomes, Olho d’Água Seco, Palestina, Pedras Grandes, Pitombeira, Poço Comprido, Poço d’Água, Poço da Pedra, Poço do Gado, Poço do Mel, Poço do Serrote, Poço Redondo, Prado, Ponte, Queimadas, Retiro, Riacho Boa Sorte, Riacho do Meio, Riacho Seco, Sabonete, Saco, Saco do Brígido, Salgadinho, Salgado, Salva Terra, Santa Cruz, Santa Rosa, Santa Úrsula, Santa Vida, Santo Amaro, São Bento, São Felix, São José, São Luís, São Paulo, São Pedro, Saquinho, Serrote da Boa Vista, Sítio, Tamanduá, Taperinha, Tigre, Tocantins, Trapiá dos Martins, Triunfo, Varginha, Várzea Alegre, Várzea do Canto, Varzinha, Viração, Volta do Rio e Xique-Xique.

1.2 Posição, Extensão, Clima e Solo:
1.2.1 Localização: Centro-Oeste.
1.2.2 Área: 2.836,764 km² (7º maior em área de extensão do Estado).
1.2.3 Área Relativa: 1,91% do Estado.
1.2.4 Altitude (m): 275,6 m.
1.2.5 Posição:
1.2.5.1 Latitude (S): 5°07’39”.
1.2.5.2 Longitude (WGr): 39°43’56”.
1.2.6 Clima: Tropical semi-árido, portanto quente e seco, porém salubre.
1.2.7 Temperatura: Máxima de 37°C e Mínima de 21°C.
1.2.8 Pluviometria: 703,8 mm (média dos últimos 30 anos).
1.2.9 Bioma: Caatinga.
1.2.10 Riquezas Naturais: Mármore, Granito e Dolomita.
1.2.11 Solos: Podzólico vermelho-amarelo (51,91%), Litólicos (30,87%), Vertissolo (16,26%) e Latossolo vermelho-amarelo (0,96%).
1.2.12 Fuso Horário: 45º W.
1.2.13 Ventos: A velocidade média dos ventos no Distrito é de 1.50 km/h, os ventos geralmente sopram do litoral para o sertão, sendo que as camadas superficiais originam-se do sul ou do oeste e as superiores provem do norte, isto é, do litoral.
Predominam, entretanto, os de SE com calmarias na quadra chuvosa e, no período seco, de julho a dezembro, sopram os de NE, sobretudo à noite, o popularmente chamado “Aracati”.
1.2.14 Umidade do Ar: Média de 69%, 40% e 63%, respectivamente (colhida três vezes ao dia, às 9, 15 e 21 horas, correspondente às 12, 18 e 24 horas de Greenwich).
1.2.15 Pressão Atmosférica: 744 milímetros (barômetro de mercúrio) 100 milibares (barômetro HZ).
1.2.16 Luminosidade: Insolação diária com média de oito horas.
1.2.17 Estações Climáticas: O Distrito possui dois períodos anuais distintos: chuvoso e seco.
O primeiro, com cinco meses de duração, de fevereiro a junho, e o segundo, prolonga-se de julho a janeiro.
Os meses de outubro, novembro e dezembro são os mais secos, consequentemente os mais quentes. O Distrito encontra-se no polígono das secas.
1.2.18 Bacia Hidrográfica: O território do Município é banhado por rios intermitentes, são eles: Rio Barrigas, Rio Boa Viagem, Rio Capitão-Mor, Rio Conceição, Rio Jacaúna, Rio Juazeiro, Rio Quixeramobim e Rio Tapera.

1.3 Distância, Acesso e Tempo de Viagem:
1.3.1 Principais Vias de Acesso: BR-020; CE-168CE-265CE-266 e BV’s.
1.3.1.1 BR-020: Fortaleza – Boa Viagem = 217 km (Tempo estimado de viagem de 3h e 16min).
1.3.1.2 BR-020: Tauá – Boa Viagem = 114 km (Tempo estimado de viagem de 1h e 40min).
1.3.1.3 CE-168: Pedra Branca – Boa Viagem = 42 km (Tempo estimado de viagem de 40min).
1.3.1.4 CE-266: Tamboril – Boa Viagem = 68 km (Tempo estimado de viagem de 2h).
1.3.1.5 CE-266: Quixeramobim – Boa Viagem = 70 km (Tempo estimado de viagem de 1h e 30min).

1.4 Distância entre os Distritos:
1.4.1 Sede – Várzea da Ipoeira = 17 km.
1.4.2 Sede – Domingos da Costa = 18 km.
1.4.3 Sede – Ipiranga = 22 km.
1.4.4 Sede – Olho d’Água dos Facundos = 28 km.
1.4.5 Sede – Boqueirão = 42 km.
1.4.6 Sede – Guia = 39 km.
1.4.7 Sede – Poço da Pedra = 47 km.
1.4.8 Sede – Olho d’Água do Bezerril = 52 km.
1.4.9 Sede – Águas Belas = 61 km.
1.4.10 Sede – Ibuaçu = 62 km.
1.4.11 Sede – Jacampari = 72 km.
1.4.12 Sede – Massapê do Paés = 72 km.

1.5 Distritos Limítrofes:
1.5.1 Norte: Guia, Olho d’Água dos Facundos, Várzea da Ipueira e Boqueirão.
1.5.2 Sul: Pedra Branca.
1.5.3 Leste: Domingos da Costa e Madalena.
1.5.4 Oeste: Ipiranga e Independência.

1.6 Principais Recursos Hídricos:
1.6.1 Açude Prefeito José Vieira Filho.
1.6.2 Açude José de Alencar Araújo.
1.6.3 Açude São José.
1.6.4 Barragem Presidente Tancredo de Almeida Neves.
1.6.5 Poços Artesianos.

1.7 Demografia:
1.7.1 População: 31.182 habitantes.
1.7.2 Densidade:
1.7.3 População Urbana:
1.7.4 População Rural:
1.7.5 População Masculina:
1.7.5.1 População Urbana Masculina:
1.7.5.2 População Rural Masculina:
1.7.6 População Feminina:
1.7.6.1 População Urbana Feminina:
1.7.6.2 População Rural Feminina:

1.8 A Cidade:
1.8.1 Ruas da cidade de Boa Viagem.
1.8.2 Formação Histórica.

2. ECONOMIA:
A vocação econômica desse Distrito é o comércio varejista, que atende aos habitantes de todos os Distritos do Município de Boa Viagem e dos Municípios vizinhos, possui ainda um pequeno e significativo surto industrial, que serve de referência para região do Sertão Central do Estado do Ceará.
Destacamos ainda, nesse Distrito, o forte potencialidade de desenvolvimento nas áreas de turismo e cultura.
Nesse Distrito, embora a maioria de sua população seja urbana, existem pessoas que exploram a agricultura e a pecuária que, embora tenha um menor rendimento financeiro, emprega um considerável número de pessoas informalmente,

2.1 Setor Primário:
Esse Distrito possui uma ampla extensão territorial com a presença de grandes propriedades rurais e a criação de animais de várias espécies. As suas terras, apesar do clima, são bastante férteis e representam parte dos 22,34% da economia agrícola do Município.
No Distrito, embora a maioria de sua população habite na zona urbana, destaca-se o plantio do milho, feijão, mandioca, batata e uma variedade de hortaliças e frutas que são destinadas para o consumo de subsistência de seus moradores, registra-se ainda o plantio de mamona e a extração irregular de madeira nativa para a fabricação de carvão.
No setor primário do Distrito existe a parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará, a EMATERCE.

2.2 Setor Secundário:
Esse setor da economia corresponde a 28,32% de tudo aquilo que é produzido no Município, que busca desenvolver uma política de atração de investimentos e a formação de parcerias com o Governo Federal, o Estado e empresários.
São concedidos vários benefícios para quem busca se instalar em nosso Município, principalmente dos Distritos, entre as vantagens destacamos a doação de terrenos e a concessão de incentivos fiscais.
Mesmo com tais incentivos a evolução do setor nos últimos anos não vem sendo significativa, necessitando urgentemente de um maior trabalho de marketing das potencialidades do Município.
Nesse Distrito destacam-se os seguintes ramos: fabricação de queijo, manteiga, pães, doces, farinha, água envasada, beneficiamento de mel, fabricação de calçados, artesanato, metalurgia, cal, tinta, pré-moldados, construção civil, etc.

2.3 Setor Terciário:
Representando 48,83% de nosso PIB, Produto Interno Bruto, o comércio e a prestação de serviços constituem-se no principal setor da economia boa-viagense. Infelizmente ainda não dispomos de dados concretos sobre o comércio varejista de cada Distrito, embora a Sede do Município consiga suprir as demandas dos outros Distritos e ainda atrair os consumidores de alguns Municípios vizinhos.
Mesmo com esse movimento comercial o Distrito necessita atrair magazines de médio e grande porte, e o diferencial para este setor é a sua localização estratégica, que serviria de base para suas cadeias logísticas.
Na cidade de Boa Viagem esse setor dispõe dos serviços da Câmara de Dirigentes Lojistas, a CDL, e de várias agencias bancárias e correspondentes financeiros.

3. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA:
Esse Distrito, por ser a Sede, possui todos os órgãos da administração pública. Ele foi escolhido como sede administrativa de todos os poderes pelo seu valor histórico, por ser geograficamente bem localizado, possuir maior urbanização e com a maior possibilidade de desenvolvimento econômico e social de seus habitantes.

3.1 Divisão Administrativa do Município:
Para melhor atender aos anseios da população o Município tem o seu território dividido em 13 Distritos, são eles: Águas Belas, Boa Viagem, Boqueirão, Domingos da Costa, Guia, Ibuaçu, Ipiranga, Jacampari, Massapê dos Paés, Olho d’Água do Bezerril, Olho d’Água dos Facundos, Poço da Pedra e Várzea da Ipueira.

3.2 Divisão Administrativa da Sede:
A Sede, principal área urbana do Município dispõe de mais de 380 ruas e de 16 Bairros definidos, são eles: Alto do Motor, Alto da Queiroz, Boaviaginha, Centro, Floresta, José RosaNossa Srª de Fátima, Oséas FacundoOsmar Carneiro, Padre Paulo, Ponte Nova, RecreioTibiquariVárzea do Canto, Vila Azul e Vila Holanda.

3.3 Poder Executivo:
3.3.1 Endereço: Centro Administrativo Governador Virgílio de Morais Fernandes Távora, Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 100, Centro, Boa Viagem.

3.4 Poder Legislativo:
3.4.1 Endereço: Edifício Vereador Raimundo de Oliveira Mota, Rua Antônio Domingues Álvares, nº 320, Centro, Boa Viagem.

3.5 Poder Judiciário:
3.5.1 Cartório de Justiça Eleitoral.
3.5.1.1 Endereço: Rua Agronomando Rangel, s/nº, Centro, Boa Viagem.
3.5.1.2 Zona Eleitoral: 63ª
3.5.1.3 Número de Eleitores no Distrito:
3.5.1.4 Número de Seções do Distrito:

3.5.2 Cartório de Registro Civil (1º Ofício)
3.5.2.1 Endereço: Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 144, Centro, Boa Viagem.
3.5.2.2 Nome de Fantasia: Cartório Geraldina.
3.5.2.3 Instalação: 17/10/1888.

3.5.3 Cartório de Registro de Imóveis (2º Ofício)
3.5.3.1 Endereço: Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 80, Centro, Boa Viagem.
3.5.3.2 Nome de Fantasia: Cartório Vieira.
3.5.3.3 Instalação: 02/04/1947.

3.5.4 Fórum Desembargador Júlio Carlos de Miranda Bezerra.
3.5.4.1 Endereço: Rua Raimundo Pereira Batista, nº 55, Várzea do Canto, Boa Viagem.
3.5.4.2 Comarca: 3ª Entrância (Intermediário).

3.5.5 Promotoria de Justiça.
3.5.5.1 Endereço: Edifício Dr. Nicéforo Fernandes de Oliveira, Praça Monsenhor José Cândido de Queiroz Lima, nº 139, Centro, Boa Viagem.

3.5.6 Delegacia de Polícia Civil.
3.5.6.1 Endereço: Rua Antônio Domingues Álvares, nº 385, Centro, Boa Viagem.

3.5.7 Companhia de Polícia Militar.
3.5.7.1 Endereço: Rua Alfredo de Sousa Terceiro, nº 742, Centro, Boa Viagem.

3.5.8 Polícia Rodoviária Federal.
3.5.8.1 Endereço: Rodovia Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, BR-020, Km 208, Boa Viagem.

3.5.8 Guarda Civil Municipal.
3.5.8.1 Endereço: Rua Alfredo de Sousa Terceiro, nº 635, Centro, Boa Viagem.

4. EDUCAÇÃO:
O Município busca seguir fielmente o que está regulamentado na Lei de Diretrizes e Bases da Educação pelo fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização do Magistério, o FUNDEB.
A principal meta deste setor é atingir uma educação de qualidade a todos os estudantes da rede de educação do Município.
Para isso o território do Município de Boa Viagem foi dividido em 12 polos: Guia, Águas Belas, Ibuaçu, Boqueirão, Jantar, Ipiranga, Japão, São Pedro, Várzea da Ipueira, Varzantinha, Domingos da Costa e Boa Viagem.

4.1 Número do Polo: Polo 12.

5. SAÚDE:
A qualidade da saúde da população se constitui em uma das maiores preocupações de qualquer administração.
Diante deste fato o Município de Boa Viagem realiza ações de saúde preventiva e as suas unidades hospitalares atendem também aos Municípios vizinhos.

5.1 H.C.S. Adília Maria de Lima – Centro;
5.2 H.I. Sebastião Alves da Silva – Centro;
5.3 U.P.A. Dr. Émerson Gustavo Almeida Silva – Ponte Nova;
5.4 U.R.S.M. Francisca Ivani Citó Ramalho – Centro;
5.5 U.B.S. Aureliano Verçosa Lima – Centro;
5.6 U.B.S. Drª Ledjane Cavalcante Noronha – Osmar Carneiro;
5.7 U.B.S. Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto – Recreio;
5.8 U.B.S. Dr. José Vieira de Lima Filho – Vila Holanda;
5.9 U.B.S. José Martins Vieira – Floresta;
5.10 U.B.S. Luiz Gonzaga Ferreira de Almeida – Osmar Carneiro;
5.11 U.B.S. Luiz Leandro de Oliveira – Boaviginha;
5.12 U.B.S. Marcos José Cavalcante Sampaio – Nossa Srª de Fátima;
5.13 U.B.S. Rita Alves de Sales – Bairro Centro.

O setor de saúde do Município está dividido em atenção básica e secundária, já os casos mais complexos são encaminhados para Fortaleza e, futuramente, serão direcionados para o Hospital Geral do Sertão Central, em Quixeramobim.

6. INFRAESTRUTURA:
A cidade de Boa Viagem dispõe de um variado conjunto estrutural que a torna semelhante a qualquer outro grande centro do país.
Possui equipamentos para o trafego de informações com rapidez e segurança como também elementos que possibilitam a produção de bens e serviços.
Nessa cidade está localizada a 3ª Residência do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, o DNIT.

7. COMUNICAÇÃO SOCIAL:
O Distrito dispõe de mídia que cuida da divulgação em massa das principais informações e notícias que acontecem na região.

7.1 Emissoras de Televisão em Canal Aberto:
7.1.1 Tv Assembleia, Canal 30.
7.1.2 Tv Ceará (Tv Brasil), Canal 9.
7.1.3 Tv Cidade (Record), Canal 33.
7.1.4 Tv Diário, Canal 27.
7.1.5 Tv Jangadeiro (Bandeirantes), Canal 4.
7.1.6 Tv Verdes Mares (Globo), Canal 10.

7.2 Emissoras de Rádio:
7.2.1 Rádio Liberdade AM 1.310.
7.2.2 Rádio Asa Branca AM 710.
7.2.3 Rádio Esperança FM 106,1.
7.2.4 Rádio Canudos FM 104,9.
7.2.5 Rádio Líder FM 90,7.
7.2.6 Rádio Opção.

7.3 Jornal:
7.3.1 Caderno do Sertão (circulação bimestral).

8. CULTURA:
O Distrito possui uma cultura diversificada, porém com baixa efervescência e divulgação.
Essa diversidade registra grupos folclóricos de reisado, teatro, carnaval, junino, maneiro-pau e malhação de Judas não formalizados oficialmente, a exceção do Grupo Pantim de Teatro.
Na música o forró sobressai como ritmo predominante, merecendo destaque as bandas: Balanço da Morena, Profissionais do Forró, Forró de Prata e Honorato Silva.
Outro expoente da cultura do Distrito é o artesanato.

8.1 Principais Equipamentos Culturais:
8.1.1 Estádio Municipal Dr. Francisco Segismundo Rodrigues dos Santos Neto;
8.1.2 Parque de Exposições Agropecuárias José Vieira de Lima;
8.1.3 Parque de Vaquejadas e Eventos Joaquim Vieira Lima;
8.1.4 Biblioteca Municipal Venceslau Vieira Batista;
8.1.5 Museu Professor Cícero Pinto do Nascimento;
8.1.6 Núcleo de Arte e Cultura José Assef Fares.

9. RELIGIÃO:
Semelhantemente a outros centros religiosos da região o Distrito dispõe de um forte sentimento de devoção pelo sagrado.
Destacam-se as imagens de Nossa Senhora da Boa Viagem e do Sagrado Coração de Jesus.
A religião predominante no Distrito é a Cristã, que está dividida em várias confissões. Registramos ainda a presença de cultos afros.

9.1 Confissão Católica: Está dividida em 2 paróquias.
9.1.1 Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem;
9.1.2 Paróquia de Nossa Senhora de Fátima.

9.2 Confissão Protestante: Está dividida em 28 denominações de várias linhas teológicas.
9.2.1 Igreja Evangélica Congregacional de Boa Viagem;
9.2.2 Igreja Evangélica Boa-viagense;
9.2.3 Igreja Presbiteriana do Brasil;
9.2.4 Igreja Batista Regular de Boa Viagem;
9.2.5 Igreja Assembleia de Deus;
9.2.6 Igreja Universal do Reino de Deus.

9.3 Confissão Espírita:
9.3.1 Centro Espírita Cristão Emanuel;
9.3.2 Lar Espírita Mãe Maria;

10. TURISMO E LAZER:
O Distrito de Boa Viagem possui inúmeras potencialidades quando nos referimos ao turismo, mas Infelizmente a comunidade e o poder público ainda não despertaram para a exploração desse filão econômico.
Não existe um calendário fixo de eventos turísticos, mesmo com a existência de grandes eventos como a Vaquejada e a Cavalgada.
Os esportes também são propícios, merecendo destaque a equipe do Boa Viagem Esporte Clube, que já esteve na elite do futebol cearense.

10.1 Principais Potencialidades Turísticas: açudes, balneários, cachoeiras, clubes, cemitérios, igrejas, museu, parque de exposição, parque de vaquejada, pinturas rupestres, praças, rios, formações rochosas.

10.2 Terminais:
10.2.1 Rodoviário: Terminal Rodoviário Samuel Alves da Silva;
10.2.2 Aéreo: Terminal Aéreo Coronel Virgílio de Morais Fernandes Távora.

10.3 Principais Festividades:
10.3.1
Sertão Folia.
10.3.2 Sertão Junino.
10.3.3 Vaquejada.

Distrito de Boa Viagem.

Mapa do Distrito de Boa Viagem.

108 ideias sobre “Distrito de Boa Viagem

  1. Pingback: Águas Belas | História de Boa Viagem

  2. Pingback: Boqueirão | História de Boa Viagem

  3. Pingback: Domingos da Costa | História de Boa Viagem

  4. Pingback: BR-020 | História de Boa Viagem

  5. Pingback: CE-266 | História de Boa Viagem

  6. Pingback: CE-168 | História de Boa Viagem

  7. Pingback: CE-265 | História de Boa Viagem

  8. Pingback: DIVISÃO ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO | História de Boa Viagem

  9. Pingback: Guia | História de Boa Viagem

  10. Pingback: Açude do Anafuê | História de Boa Viagem

  11. Pingback: Açude José de Alencar Araújo | História de Boa Viagem

  12. Pingback: Açude da Comissão | História de Boa Viagem

  13. Pingback: Açude Prefeito José Vieira Filho | História de Boa Viagem

  14. Pingback: Açude da Boa Vista | História de Boa Viagem

  15. Pingback: Açude da Ponte | História de Boa Viagem

  16. Pingback: Açude do Estreito | História de Boa Viagem

  17. Pingback: Açude Poço d’Água | História de Boa Viagem

  18. Pingback: Barragem Presidente Tancredo de Almeida Neves | História de Boa Viagem

  19. Pingback: Congregação da Fazenda Jantar | História de Boa Viagem

  20. Pingback: Acampamento Rev. Ezequiel Fragoso Vieira | História de Boa Viagem

  21. Pingback: Igreja Evangélica Congregacional de Várzea da Tapera | História de Boa Viagem

  22. Pingback: Capela de São Sebastião – Bom Socorro | História de Boa Viagem

  23. Pingback: Capela de São João Batista – Catolé | História de Boa Viagem

  24. Pingback: Capela de Nossa Senhora da Conceição – Prado | História de Boa Viagem

  25. Pingback: Capela de Santo Antônio – Monte Limpo | História de Boa Viagem

  26. Pingback: Capela de São Pedro – São Pedro | História de Boa Viagem

  27. Pingback: Capela de São Sebastião – Jantar | História de Boa Viagem

  28. Pingback: Capela de São Vicente de Paulo – Fazenda Nova | História de Boa Viagem

  29. Pingback: Igreja Evangélica Congregacional de Cachoeira | História de Boa Viagem

  30. Pingback: Congregação de Pitombeira | História de Boa Viagem

  31. Pingback: Congregação da Igreja Evangélica Boa-viagense em Anafuê | História de Boa Viagem

  32. Pingback: Congregação da Igreja Evangélica a Palavra de Cristo no Brasil – Catolé | História de Boa Viagem

  33. Pingback: Fábrica de Rações Concentradas Os Irmãozinhos | História de Boa Viagem

  34. Pingback: Pedreira Natasha | História de Boa Viagem

  35. Pingback: Fábrica de Água Envasada Santa Mara | História de Boa Viagem

  36. Pingback: Pedreira Natasha | História de Boa Viagem

  37. Pingback: Capela do Sagrado Coração de Jesus – Bom Jesus | História de Boa Viagem

  38. Pingback: Capela de Nossa Senhora das Graças – Jatobá | História de Boa Viagem

  39. Pingback: Capela de Santo André – Cachoeira dos Andrés | História de Boa Viagem

  40. Pingback: David Vieira da Silva | História de Boa Viagem

  41. Pingback: Capela de São José – Varzantinha | História de Boa Viagem

  42. Pingback: Capela de Nossa Senhora Aparecida – Ipú | História de Boa Viagem

  43. Pingback: Triunfo Agroindustrial | História de Boa Viagem

  44. Pingback: Aureliano Verçosa Lima | História de Boa Viagem

  45. Pingback: Maria Carmelina Sampaio Queiroz | História de Boa Viagem

  46. Pingback: Deonete Vieira da Silva | História de Boa Viagem

  47. Pingback: Casarão das Almas | História de Boa Viagem

  48. Pingback: Capela de Nossa Senhora de Fátima – Taperinha | História de Boa Viagem

  49. Pingback: A DIVISÃO ADMINISTRATIVA DA SEDE | História de Boa Viagem

  50. Pingback: BVs | História de Boa Viagem

  51. Pingback: Terminal Rodoviário Samuel Alves da Silva | História de Boa Viagem

  52. Pingback: Terminal Aéreo Cel. Virgílio de Morais Fernandes Távora | História de Boa Viagem

  53. Pingback: Bairro Alto do Motor | História de Boa Viagem

  54. Pingback: Bairro Boaviaginha | História de Boa Viagem

  55. Pingback: Bairro Centro | História de Boa Viagem

  56. Pingback: Bairro Alto da Queiroz | História de Boa Viagem

  57. Pingback: Distrito de Ipiranga | História de Boa Viagem

  58. Pingback: Distrito de Jacampari | História de Boa Viagem

  59. Pingback: Distrito de Ibuaçu | História de Boa Viagem

  60. Pingback: Distrito de Massapê dos Paés | História de Boa Viagem

  61. Pingback: Distrito de Olho d’Água do Bezerril | História de Boa Viagem

  62. Pingback: Distrito de Olho d’Água dos Facundos | História de Boa Viagem

  63. Pingback: Distrito de Poço da Pedra | História de Boa Viagem

  64. Pingback: Várzea da Ipueira | História de Boa Viagem

  65. Pingback: Manoel Bernardino de Santana | História de Boa Viagem

  66. Pingback: Cachoeirão dos Ferreiras | História de Boa Viagem

  67. Pingback: História do Distrito de Domingos da Costa | História de Boa Viagem

  68. Pingback: História do Distrito de Guia | História de Boa Viagem

  69. Pingback: História do Distrito de Ibuaçú | História de Boa Viagem

  70. Pingback: História do Distrito de Ipiranga | História de Boa Viagem

  71. Pingback: História do Distrito de Jacampari | História de Boa Viagem

  72. Pingback: Cachoeira do Escondido | História de Boa Viagem

  73. Pingback: Luís Vieira de Sousa | História de Boa Viagem

  74. Pingback: Adonias Vieira da Silva | História de Boa Viagem

  75. Pingback: Praça do Jatobá | História de Boa Viagem

  76. Pingback: Praça do Ipu | História de Boa Viagem

  77. Pingback: Praça Manoel Bezerra Cavalcante | História de Boa Viagem

  78. Pingback: Posto da Saúde Maria Virginia Sousa – Fazenda Nova | História de Boa Viagem

  79. Pingback: Posto da Saúde – Ipu | História de Boa Viagem

  80. Pingback: Posto da Saúde – Olho d’Água Seco | História de Boa Viagem

  81. Pingback: Posto da Saúde – Trapiá | História de Boa Viagem

  82. Pingback: Posto da Saúde Francisco João Mendes | História de Boa Viagem

  83. Pingback: Praça do Xique-xique | História de Boa Viagem

  84. Pingback: Congregação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (Templo Central) em São Pedro | História de Boa Viagem

  85. Pingback: O Poço do Letreiro | História de Boa Viagem

  86. Pingback: Os Cemitérios Indígenas | História de Boa Viagem

  87. Pingback: A Pedra do Letreiro de Taperinha | História de Boa Viagem

  88. Pingback: Cemitério dos Inocentes da Fazenda Nova | História de Boa Viagem

  89. Pingback: Praça do Bom Jesus | História de Boa Viagem

  90. Pingback: Posto da Saúde – Santo Antônio dos Dodôs | História de Boa Viagem

  91. Pingback: Posto da Saúde – Catolé | História de Boa Viagem

  92. Pingback: Trapiá dos Martins | História de Boa Viagem

  93. Pingback: Fazenda Nova | História de Boa Viagem

  94. Pingback: Anafuê | História de Boa Viagem

  95. Pingback: Várzea da Cruz | História de Boa Viagem

  96. Pingback: Varzantinha | História de Boa Viagem

  97. Pingback: Quadra Poliesportiva da EEF Joaquim Vieira Lima | História de Boa Viagem

  98. Pingback: Topônimo das Localidades do Município de Boa Viagem | História de Boa Viagem

  99. Pingback: Escola de Ensino Fundamental Júlia Altina de Oliveira | História de Boa Viagem

  100. Pingback: Angicos | História de Boa Viagem

  101. Pingback: Almas | História de Boa Viagem

  102. Pingback: Jatobá | História de Boa Viagem

  103. Pingback: Alívio | História de Boa Viagem

  104. Pingback: Cachoeira dos Andrés | História de Boa Viagem

  105. Pingback: Salva Terra | História de Boa Viagem

  106. Pingback: Aleixo | História de Boa Viagem

  107. Pingback: Escola de Ensino Fundamental Joaquim Batista de Freitas | História de Boa Viagem

  108. Pingback: Poço d’Água | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta