A HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE BOA VIAGEM

UMA SÍNTESE CRONOLÓGICA DOS PRINCIPAIS FATOS:

  1. 25/02/1702 – Emissão da concessão real da posse das terras nas proximidades do Rio Salgado, que está localizado nas proximidades do Arraial de Nossa Senhora do Ó, atual cidade do Icó, ao casal de pioneiros: Gil de Miranda Carneiro e Bárbara Maria de Barros;
  2. 07/11/1710 – Emissão de uma concessão real de posse de três léguas de terras para colonização do Sertão da Capitania do Ceará, próximo ao rio denominado de Quixeramobim, onde atualmente está a cidade de Boa Viagem, ao casal Gil de Miranda Carneiro e Bárbara Maria de Barros;
  3. 1720/1725 – Chegada em Olinda, que está localizada na Capitania de Pernambuco, da família de Manoel da Rocha Franco;
  4. 1725/1730 – Fuga de Antônio Domingues Álvares e de Agostinha Sanches de Carvalho da vila do Icó e chegada nas terras que atualmente formam o Município de Boa Viagem;
  5. 26/06/1743 – Transferência da concessão real de posse de Gil de Miranda Carneiro e Bárbara Maria de Barros para Antônio Domingues Álvares e Agostinha Sanches de Carvalho;
  6. 26/06/1743 – Emissão de uma concessão real de posse de três léguas de terras para colonização do Sertão da Capitania do Ceará, próximo ao rio denominado de Capitão-Mor, também conhecido como Floresta, onde atualmente está à cidade de Boa Viagem, ao casal Antônio Domingues Álvares e Agostinha Sanches de Carvalho;
  7. 22/07/1772 – Doação de terras para formação do patrimônio da Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem feita por Antônio Domingues Álvares;
  8. 08/03/1808 – Chegada da corte portuguesa ao Brasil;
  9. 1810/1814 – Nomeação e permanência do primeiro capelão, Pe. Gonçalo Ignácio de Loiola Albuquerque Melo, designado para comunidade de Boa Viagem;
  10. 07/09/1822 – Proclamação da Independência do Brasil;
  11. 18/11/1862 – Elevação da Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem à categoria de paróquia, ou freguesia, em cumprimento da lei provincial nº 1.025;
  12. 18/11/1862 – A localidade de Boa Viagem, antigamente denominada de Cavalo Morto, e elevada a categoria de Distrito do Município de Quixeramobim em cumprimento da lei provincial nº 1.025;
  13. 04/05/1863 – Posse do primeiro vigário de Boa Viagem, Pe. Antônio Correia de Sá;
  14. 21/11/1864 – Emancipação política do Município de Boa Viagem através da lei provincial nº 1.128;
  15. 21/11/1864 – A vila de Boa Viagem é elevada a categoria de sede do Município através da lei provincial nº 1.128;
  16. 07/01/1869 – Instalação da Câmara Municipal de Vereadores;
  17. 10/03/1883 – Libertação dos escravos no Município de Boa Viagem;
  18. 25/03/1884 – Libertação dos escravos na Província do Ceará;
  19. 13/05/1888 – Libertação dos escravos no Brasil;
  20. 11/11/1888 – Instalação do Cartório de Registro Civil;
  21. 15/11/1889 – Proclamação da República;
  22. 10/06/1892 – Criação do Distrito de Olinda, atual Jacampari, por meio da lei municipal nº 1;
  23. 20/05/1931 – Extinção do Município por meio do decreto nº 193, que passou a pertencer, novamente, ao Município de Quixeramobim;
  24. 28/12/1936 – Restauração da autonomia política do Município através da lei estadual nº 260;
  25. 20/12/1938 – A vila de Boa Viagem é elevada à categoria de cidade através da lei estadual nº 448;
  26. 20/12/1938 – Criação do Distrito de Socorro, atual Ibuaçu, através da lei estadual nº 448;
  27. 30/12/1943 – Os Distritos de Olinda e Socorro passaram a denominar-se respectivamente de Jacampari  e Ibuaçu através da lei estadual nº 1.114;
  28. 16/08/1948 – O Município de Boa Viagem recebe a instalação de sua comarca;
  29. 01/12/1949 – Instalação do Cartório Eleitoral;
  30. 22/11/1951 – Criação do Distrito de Domingos da Costa através da lei estadual nº 1.153;
  31. 19/12/1963 – Criação do Distrito de Guia por meio da lei estadual nº 6.961;
  32. 10/06/1999 – Criação do Distrito de Ipiranga por meio da lei municipal nº 686;
  33. 10/06/1999 – Criação do Distrito de Águas Belas por meio da lei municipal nº 688;
  34. 04/09/2001 – Criação do Distrito de Massapê dos Paés por meio da lei municipal nº 761;
  35. 11/10/2001 – Criação do Distrito de Poço da Pedra por meio da lei municipal nº 773;
  36. 11/10/2001 – Criação do Distrito de Boqueirão por meio da lei municipal nº 775;
  37. 11/10/2001 – Criação do Distrito de Várzea da Ipoeira por meio da lei municipal nº 777;
  38. 11/10/2001 – Criação do Distrito de Olho d’Água dos Facundos por meio da lei municipal nº 779;
  39. 02/10/2008 – Criação do Distrito de Olho d’Água do Bezerril por meio da lei municipal nº 1.003.