Cachoeirão das Almas

AS INFORMAÇÕES BÁSICAS:

O Cachoeirão das Almas é um atrativo de potencialidade turística que está localizado dentro de uma das nascentes do Rio Boa Viagem, na localidade de Vista Alegre, nos limites geográficos do Distrito de Ipiranga, distante 20 quilômetros do Centro da cidade de Boa Viagem, no Município de Boa Viagem, no Estado do Ceará.

Cachoeirão das Almas.

Imagem panorâmica do Cachoeirão das Almas, em 2011.

Esse local está dentro de uma propriedade particular e a sua utilização depende da permissão de seus proprietários, sendo possível visitá-la o ano inteiro, preferencialmente de março a julho, no período das chuvas.

A DESCRIÇÃO DO LOCAL:

Esse belo local ainda não possui uma estrutura adequada como passarelas, rampas, guarda-corpo, placas de sinalização, guias, hospedagem ou quiosques para oferecer conforto e segurança para o desenvolvimento do turismo na região.

Imagem do Cachoeirão das Almas, em 2011.

Imagem do Cachoeirão das Almas, em 2011.

Por ser distante da sede do Município e ter um número pequeno de visitantes ele ainda consegue guardar a paisagem nativa de caatinga e é um ótimo local para se fazer imagens da natureza.
Semelhantemente ao Cachoeirão dos Ferreiras o local é cercado por um paredão, uma espécie de cânion, que consegue esconder as belezas naturais da fauna e da flora dentro de sua pequena ravina.
A nascente do Cachoeirão das Almas é dividida em duas partes: a primeira delas, chamada de superior, possui pequenas cachoeiras e por conta da forte erosão as pedras foram polidas e nesse processo de desgaste podemos testemunhar imagens curiosas que foram esculpidas na rocha; a segunda parte, chamada de inferior, que é a queda principal, as águas caem dentro de um poço, que forma uma enorme piscina natural, que os mais antigos moradores da região afirmam que os seus ancestrais conseguiram socorrer os seus animais na terrível seca de 1915.

Imagem do trono de pedra, em 2011.

Imagem do trono de pedra, em 2011.

Na parte inferior, que dá acesso à cachoeira principal, existe um local que é denominado de trono de pedra, uma formação rochosa que se assemelha a uma cadeira.
No período das chuvas, quando as águas do poço transbordam, forma-se um caudaloso córrego, que no seu curso formam várias piscinas.

Cachoeirão das Almas.

Imagem do Cachoeirão das Almas, em 2011.

COMO CHEGAR AO LOCAL:

Saindo do Marco Zero do Município, que está localizado no Centro da cidade, segue em direção a Rua Deodato José Ramalho, nome urbano da Rodovia Estadual Senador Fernandes Távora, a CE-266, na direção do Município de Tamboril.
A cruzar com a Rua Joaquim Bezerra da Costa Mendes toma direção à esquerda até a localidade denominada de Jatobá, daí segue até a localidade de Trapiazeiro, depois Cachoeira dos Vales, passando ao lado da Barragem Presidente Tancredo de Almeida Neves, na localidade de Poço da Cobra.
Da localidade de Cachoeira dos Vales segue até à Fazenda Almas, em seguida passa pela localidade de Trapiá e em uma bifurcação toma-se rumo à direita no sentido da Fazenda Bom Desejo.

O TOPÔNIMO:

A denominação de Cachoeirão das Almas se refere ao fato de que no passado esse belo atrativo estava dentro da Fazenda Almas, de quem herdou parte de sua denominação.

O DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO:

Curiosamente, apesar de pouco divulgado, ainda não surgiu na cidade de Boa Viagem uma empresa de turismo que explore a visitação desse local, caindo sobre os ombros do Governo do Município toda a responsabilidade por sua divulgação e preservação.
A falta dessa divulgação, da criação de um roteiro turístico e de investimentos no local tem contribuído para a sua preservação, que costuma receber pouquíssimas pessoas durante o ano.

A LENDA:

Na localidade existe uma história que dentro do poço há uma grande caverna, que está submersa, e que na seca de 1915 os agropecuaristas da região costumavam colocar o gado para beber.
Segundo esses mesmos relatos o gado passava horas caminhando dentro da caverna, até encontrarem o poço, ao ponto de seus pastores não ouvirem o chocalho das reses.

O CACHOEIRÃO DAS ALMAS E O TURISMO:

O turismo ecológico é uma das ferramentas que podem alavancar o desenvolvimento econômico de nossa região, mas, infelizmente, o Governo Municipal ainda não encontrou meios para promover ações nesse sentido, mesmo estando claramente expresso em nossa Lei Orgânica:

“Art. 160 – O Município promoverá e incentivará o turismo como fator de desenvolvimento social e econômico, com o aproveitamento em atividades artesanais que deverão merecer tratamento especial.”

Outro fator a se destacar sobre esse assunto é que, mesmo possuindo uma boa localização, alguns produtores da região não despertaram ainda para explorar essa rentável atividade econômica.

Imagem do Cachoeirão das Almas, em 2011.

Imagem do Cachoeirão das Almas, em 2011.

A rede hoteleira da cidade bem que poderia promover nesse local o turismo de aventura e a paisagem da região seriam o carro chefe de suas atrações, mas ninguém ainda despertou para esse nicho de mercado.

O Turismo de Aventura:

O turismo de aventura é um segmento de mercado do setor turístico cujo atrativo principal é a prática de atividades de aventura e de caráter recreativo. Esse tipo de atividade turística pode ocorrer em qualquer espaço: natural, construído, rural, urbano, estabelecido como área protegida ou não.
O turismo de aventura é um subproduto do ecoturismo e possui características e consistência de mercado próprias. Ao lado dessa atração turística poderiam ser exploradas as seguintes modalidades:

  1. Arborismo;
  2. Camping;
  3. Cavalgada;
  4. Corrida de aventura;
  5. Mountain bike;
  6. Orientação;
  7. Paintball;
  8. Parapente;
  9. Pesque-pague;
  10. Rapel.
  11. Tirolesa;
  12. Trekking.

AS NECESSIDADES DO LOCAL PARA DESENVOLVER O SETOR:

Para se explorar essa atividade econômica o Governo Municipal precisaria despertar o interesse dos empresários e dos agropecuaristas do Município para esse lucrativo nicho de mercado.
Essa parceria poderia ser firmada também entre os proprietários dos hotéis da cidade e os agropecuaristas da localidade, que serviriam de guias ou teriam as suas próprias estruturas de hospedagem, onde agregariam valor aos seus produtos agrícolas:

  1. Hospedagem;
  2. Alimentação;
  3. Transporte;
  4. Recepção e condução de turistas;
  5. Recreação e entretenimento;
  6. Produtos agrícolas e artesanais.

Outro atrativo existente nas proximidades são as casas de fabricação de farinha, os engenhos de cana-de-açúcar e uma capela.
Pouquíssimas pessoas sabem que o Cachoeirão das Almas está representado em uma das principais imagens que são divulgadas pelo Governo do Município.
De forma artística esse atrativo foi colocado na paisagem que representa a versão romântica da fundação da cidade. A parte vazada da parede representa as águas que correm para o poço que está ao pé das imagens de Antônio Domingues Álvares e Agostinha Sanches de Carvalho.

AS CARACTERÍSTICAS:

Altura:
Coordenadas:
Localidade: Vista Alegre.
Distrito: Ipiranga.
Município: Boa Viagem.
Estado: Ceará.
País: Brasil.
Tipo de propriedade: Particular.
Tombado: Não.
Vigilância: Não.
Identificação: Sim.