Antônio Alves Araújo

Antônio Alves AraújoAntônio Alves Araújo nasceu no dia 13 de janeiro de 1927 no Município de Boa Viagem, que está localizado no Sertão de Canindé, no Estado do Ceará, distante 217 quilômetros da cidade de Fortaleza, sendo filho de José Alves Araújo e de Maria Dolores Macêdo de Araújo.
Os seus avós paternos se chamavam Luís Alves de Araújo e Maria Cândido de Araújo, já os maternos eram Quintiliano Rodrigues de Mesquita e Tereza Rodrigues de Mesquita.
Durante alguns anos residiu com a sua família na localidade que ainda é denominada de Fronteiras, onde ouvia falar pelos mais velhos das histórias e da projeção política de seu avô materno:

“No dia 10 de junho de 1902 foi escolhido pelos vereadores como intendente do Município de Boa Viagem, quando nessa ocasião substituiu Manuel Henrique de Albuquerque, permanecendo nessa função até o dia 9 de junho de 1903, quando foi substituído por Francisco de Assis Marinho.” (SILVA JÚNIOR, 2014: Quintiliano Rodrigues de Mesquita. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/quintiliano-rodrigues-de-mesquita/. Acesso no dia 3 de fevereiro de 2017)

Alguns anos depois, nos primeiros anos da década de 1950, um de seus irmãos, José Alves Araújo Filho, seguindo um caminho semelhante ao de seu ancestral, também ingressou na vida pública do Município de Boa Viagem:

“Na eleição municipal ocorrida no dia 3 de outubro de 1950, desejando entrar na vida pública por meio de um mandato eletivo na Câmara Municipal de Vereadores, militando nos quadros políticos do PSP, o Partido Social Progressista, conseguiu ser eleito depois de receber a confiança de 224 eleitores, ficando entre os quatro vereadores de maior votação desse pleito.” (SILVA JÚNIOR, 2016: José Alves Araújo Filho. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/jose-alves-araujo-filho/. Disponível em 3 de fevereiro de 2017)

Era casado com Maria Ione Martins de Araújo, com quem gerou quatro filhos, dois homens e duas mulheres, sendo eles: Gisele Martins Araújo, Frederico Martins Araújo, Ana Maria Martins Araújo e Sérgio Martins Araújo.
Residindo com a sua família na cidade de Fortaleza, conseguiu construir uma sólida e brilhante carreira como advogado trabalhista, sendo registrado na OAB, a Ordem dos Advogados do Brasil, com o nº 699.
Nessa época, conciliava as suas atividades de advogado com a de professor na UFC, a Universidade Federal do Ceará, onde lecionava no curso de direito e de administração.
Faleceu na cidade de Fortaleza, vítima de uma parada cardíaca, no dia 4 de dezembro de 1979, prestes a completar 53 anos de idade.
Logo após o seu falecimento, depois das despedidas fúnebres que são de costume, o seu corpo foi sepultado por seus familiares no Cemitério Parque da Paz, que está localizado na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, nº 4.454, Passaré, na cidade de Fortaleza.

BIBLIOGRAFIA:

  1. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. Quintiliano Rodrigues de Mesquita. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/quintiliano-rodrigues-de-mesquita/. Acesso no dia 3 de fevereiro de 2017.
  2. SILVA JÚNIOR, Eliel Rafael da. José Alves Araújo Filho. Disponível em http://www.historiadeboaviagem.com.br/jose-alves-araujo-filho/. Disponível em 3 de fevereiro de 2017.
  3. NASCIMENTO, Cícero Pinto do. Memórias de Minha Terra. Fortaleza: Encaixe, 2002.

3 ideias sobre “Antônio Alves Araújo

  1. Pingback: BIOGRAFIAS | História de Boa Viagem

  2. Pingback: JANEIRO | História de Boa Viagem

  3. Pingback: DEZEMBRO | História de Boa Viagem

Deixe uma resposta